Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Mercedes-Benz Classe X: Cinco grupos-alvo de clientes na ‘mira’

mercedes-benz-classe-x-14

A entrada da Mercedes-Benz no segmento das pick-up de âmbito Premium far-se-á, em breve, com o aparecimento do Classe X, modelo que foi ontem revelado em formato de concept, mas cujas linhas sugerem, em grande parte, o aspeto final deste robusto modelo nascido de uma parceria com a Aliança Renault-Nissan.

Assim, o novo Classe C, nome definitivo, terá como alvo cinco grupos de clientes, a partir dos quais o desenvolvimento desta nova pick-up teve lugar, embora com uma série de parâmetros tradicionais à marca também incluídos neste conjunto.

Ou seja, a marca procurou aliar os pontos fortes de uma pick-up aos vetores muito queridos à Mercedes-Benz de qualidade, conforto, prazer na condução e segurança, sendo que um dos objetivos avançados pela companhia é que o Classe X consiga ‘funcionar’ estrategicamente em duas vertentes: conciliar quer a finalidade privada e comercial, quer também a utilização no espaço rural e urbano.

Este é um aspecto que atrai não só os proprietários de pick-ups, que desejam obter mais características dos automóveis de turismo, performance, segurança e conforto, mas sobretudo também as pessoas que até agora têm conduzido um automóvel, um SUV ou um veículo comercial ligeiro. A Mercedes-Benz garante que levo a cabo “abrangentes estudos e pesquisas de mercado” junto a potenciais clientes nos mercados de destino que, recorde-se serão a  Argentina, o Brasil, a África do Sul, a Austrália e a Europa.

Aliás, de acordo com a companhia, atualmente, o maior mercado para pick-ups médias é a Austrália, onde as localmente denominadas ‘utes’ representam 14,1% da frota de veículos do país, logo seguida pela Argentina com 11,6%. Por conseguinte, em ambos os países, cerca de um em cada oito dos veículos registados é uma pick-up na classe de uma tonelada. No Brasil, a percentagem de pick-ups médias em todo o mercado automóvel é de quase 5%. Na Europa, as percentagens são menores, mas a marca confia num aumento dessa tendência. Atualmente, o volume de matrículas na Alemanha é de 0,5%, no Reino Unido é de 1,3% e na Rússia é de 0,8%.

Cinco grupos em vista

Com base nos seus estudos de mercado, a Mercedes-Benz identificou cinco grupos de clientes para a nova Classe X, com relevância diferente em cada país.

Um grupo-alvo importante são as famílias ativas que se identificam com o segmento Premium. Estas utilizam a sua pick-up sobretudo para atividades de lazer, assim como para viagens de fim-de-semana e para férias. Os principais mercados são o Brasil, a Argentina, a Austrália e a África do Sul.

merceds-benz-classe-x-1

Outro grupo-alvo para a Classe X são pessoas aventureiras e bem-sucedidas que vivem em ambiente urbano e praticam desporto ao ar livre, necessitando de um veículo Premium para o dia-a-dia, que simultaneamente ofereça espaço de carga suficiente e força de tração para o equipamento dos tempos livres. Os mercados primordiais são a Austrália, a África do Sul, o Brasil, o Reino Unido e a Alemanha.

Além disso, a pickup Mercedes-Benz tem potencial para atrair individualistas modernos que se identifiquem com o segmento Premium, pessoas que gostam de sobressair por fugir à norma que sublinhe o seu status e a sua personalidade. Os principais mercados para este grupo-alvo são a Alemanha, o Reino Unido, a África do Sul e o Brasil.

O quarto grupo de clientes abrange os proprietários de empresas, tais como construtores civis, arquitetos e prestadores de serviços que desejam usar a sua pick-up para fins profissionais e privados. Os mercados importantes para os proprietários de empresas são a Alemanha, o Reino Unido, a Austrália e a Argentina.

mercedes-benz-classe-x-11

Também grandes proprietários como os criadores de gado na Argentina e os produtores de soja no Brasil ou os viticultores na África do Sul usam a pick-up no seu quotidiano profissional e privado. Por um lado, precisam de um veículo que os leve com facilidade por terrenos não pavimentados e tenha suficiente capacidade de carga e força de tração. Por outro, o veículo também deve ser adequado para reuniões com clientes e fornecedores e para o dia-a-dia familiar.

O lançamento da Classe X no mercado terá início no final de 2017 na Europa. A pick-up será fabricada no âmbito de uma parceria com a Aliança Renault-Nissan na fábrica da Nissan em Barcelona, Espanha, para as unidades a comercializar nos mercados Europeu, Australiano e Sul-Africano. Para o mercado Latino-Americano, a Classe X sairá da linha de montagem da fábrica da Renault em Córdoba, Argentina, a partir de 2018.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Estas profissões vão desaparecer já a partir deste ano. Saiba se a sua é uma delas
Marketeer
CTT querem ser líderes ibéricos em Expresso & Encomendas