Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

CES: Bosch apresenta o automóvel como assistente pessoal

No CES 2017, a Bosch apresenta um novo conceito de automóvel que mostra como diferentes esferas da vida vão estar perfeitamente interconectadas no futuro. Até 2022, está previsto o mercado global da mobilidade conectada crescer cerca de 25% por ano com os automóveis a tornarem-se uma parte ativa da IoT.

“O veículo vai ter um papel central nas comunicações entre domínios”, afirmou Werner Struth, membro do conselho de administração da Bosch. A comunicação personalizada entre o automóvel e o condutor também vai ser alargada: novas funções conectam o automóvel ao ambiente que o rodeia, à casa inteligente e à oficina, e estas funções vão tornar possível a condução autónoma.

Struth avançou ainda que “a Bosch está a trabalhar de forma ativa para assegurar que a mobilidade e os serviços inteligentes se tornem num único”, e explica que “se o automóvel está conectado com a casa inteligente ou a cidade inteligente através da cloud, isto vai trazer benefícios mensuráveis. A conectividade está a transformar o automóvel num assistente de quatro rodas”.

Além disso, o conceito de automóvel da Bosch compreende uma vasta gama de tecnologias inovadoras: no momento em que o condutor se senta, a tecnologia de reconhecimento facial ajusta o volante, os espelhos, a temperatura interior e a estação de rádio de acordo com as preferências do condutor. O sistema é controlado através de um ecrã tátil com respostas hápticas e de um sistema de controlo de gestos inovador – ambos transmitem feedback tangível quando são utilizados.

Estes sistemas estão a ser desenvolvidos com o envolvimento da equipa de I&D da Bosch em Braga.

De acordo com um estudo recente da Bosch, em 2025, a condução autónoma vai permitir ao condutor frequente nos EUA, Alemanha ou China poupar quase 100 horas por ano. Em termos puramente técnicos, as unidades de controlo de comunicação como a Bosch Central Gateway vão tornar a conectividade possível.

A Gateway é um pólo que garante as comunicações com todos os domínios em todos os dados. A ETAS e o ESCRYPT, ambos parte do Grupo Bosch, fornecem soluções de transmissão e encriptação – isto assegura que as atualizações de software dos veículos na cloud podem ser realizadas em segurança durante a vida útil do veículo.

Ao comunicar com o que está em seu redor, o carro também assume tarefas importantes na cidade conectada: por exemplo, com estacionamento baseado na comunidade, o carro poderá tornar-se num localizador de lugares de estacionamento. Ao conduzir pela rua, o carro vai detetar espaços entre os carros estacionados e assim ajudar o condutor a poupar tempo e dinheiro.

 

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Marketeer
Domino’s Pizza vai deixar quatro mercados europeus