Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

VW ID Buzz: O Pão de Forma do século XXI

Tendo como palco o Salão de Genebra, a Volkswagen lançou segundo andamento da gama ID, desta feita uma réplica do velhinho VW Pão de Forma. Chama-se ID Buzz, tem tração integral e dois motores elétricos, oferecendo condução autónoma e até oito lugares. Estará à venda em 2022.

Impressiona como é possível ver neste ID Buzz todos os pormenores do VW Type2 de 1950 – conhecido por todos como o Pão de Forma, mais tarde Transporter – estão presentes de uma forma harmoniosa e sedutora. Naturalmente que tecnologicamente existe um oceano de modernidade que os separa. Não há motor de combustão interna, mas sim duas unidades elétricas colocadas uma em cada eixo com o conjunto de baterias colocado no piso. Esta solução maximiza o espaço interior podendo oferecer até oito lugares.

O ID Buzz é o segundo produto da iniciativa elétrica colocada em marcha por Herbert Diess, o patrão da VW. O objetivo é recuperar a confiança na companhia e se olhar para as fotos, tanto do ID como deste ID Buzz, vemos que a face dos modelos parece sorrir, ao contrário do que sucede com os modelos atuais que parecem sempre com uma face zangada. Detalhes que são muito importantes para retirar alguma da carga negativa que a crise das emissões nos EUA colocou sobre a marca alemã.

Diess quer levar a Volkswagen até ao topo das marcas com produtos elétricos durante a próxima década. Um objetivo algo arrojado como o AUTOMONITOR já lhe deu a conhecer que se baseia num conjunto de cinco modelos, dos quais este Buzz é o segundo. As palavras de Herbert Diess, são claras. “A ofensiva da marca Volkswagen no campo elétrico começa no ano 2020 com uma totalmente nova arquitetura de veículo. Será nessa altura que lançaremos a nova geração de veículos totalmente conectada e totalmente elétrica, no mercado. Em 2025 queremos estar a vender um milhão destes veículos anualmente. A nova identidade da Volkswagen será a mobilidade elétrica!”

Depois do ID e deste ID Buzz, será a vez da VW revelar o ID SUV, o ID berlina de quatro portas e, finalmente, um desportivo. Quanto a este descendente do Pão de Forma, terá, como dissemos, dois motores elétricos, um na frente e outro na traseira, oferecendo-lhe tração integral. Recordamos que o primeiro modelo da gama ID da VW tem apenas tração às rodas traseiras, pois tem somente um motor elétrico colocado no eixo traseiro.

Cada motor tem 204 CV, ficando a soma dos dois motores nos 375 CV, valor suficiente, reclama a VW, para que o ID Buzz consiga chegar dos 0-100 km/h em apenas 5 segundos. Já a velocidade máxima está limitada aos 160 km/h para proteger a autonomia. Se o cliente assim desejar, o ID Buzz pode ser encomendado como tração traseira, mas terá de contentar-se com apenas um motor elétrico com 204 CV. A alimentar estes motores está uma bateria de iões de lítio com 111 kWh de capacidade que, montada no piso do carro, permite uma autonomia anunciada de 598 km nos testes NEDC. Contas feitas, mais 65 km que o protótipo Budd-e Concept a VW revelou o ano passado no CES de Las Vegas.

A bateria do ID Buzz fica com 80% da carga em 30 minutos, o que chega para cumprir 480 km até voltar a recarregar.

Como não podia deixar de ser, o ID Buzz está repleto de tecnologia, entre ela a condução autónoma. Este sistema permite recolher o volante e usar o seu banco, que vira 180 graus, para se voltar para trás e conduzir uma reunião ou simplesmente conversar com os outros passageiros. O sistema da VW, denominado ID Pilot, exige sempre a presença do condutor desde que as condições de condução sejam críticas e exijam controlo humano. O sistema está neste momento em desenvolvimento e será apenas introduzido na gama ID a partir de 2025.

Detalhando, o ID Pilot quando está na função autónoma, permite desligar o volante da coluna de direção através de um sistema inovador ainda não revelado. Uma série de laser, sensores ultrassónicos e sensores de radar, além de câmaras em redor do veículo, monitorizam as condições da via, recebendo o sistema informação do tráfego via internet e uma nuvem que armazena dados que podem ser cruzados para determinar o volume de tráfego e a necessidade, ou não, de intervenção humana. Como referimos, o ID Buzz terá, assim, condução totalmente autónoma.

O interior poderá ser configurado a seu belo prazer, como podem verificar na galeria de fotos que acompanha este texto, podendo levar até um máximo de oito pessoas. Há dois compartimentos de bagagem na frente e na traseira. O ID Buzz tem 4941 mm de comprimento, 1976 mm de largura e 1963 mm de altura, cifras consideráveis e que fazem o ID Buzz ocupar um espaço significativo na estrada.

A base do modelo é a nova plataforma MED desenvolvida para o ID e tem como destaque uma distância entre eixos de 3300 mm e avanços curtos à frente (829 mm) e atrás (812 mm) o que significa que as rodas ficam mesmo nos extremos da carroçaria.

Para que o ID Buzz seja uma realidade e não mais um protótipo como o Budd-e Concept e outros que já surgiram tendo por base a ideia do Pão de Forma, falta Herbert DIess e a sua equipa desenharem um “business plan” viável para que a luz verde dada pela administração da VW seja corroborada pela administração do grupo VW e por Mathias Muller. O que suceder em Detroit e com os concessionários será decisivo para que o ID Buzz possa ser aprovado.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...