Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Saiba tudo sobre o novo Skoda Octavia

A berlina média da marca checa recebe remodelação de meio de ciclo, tendo o Porto sido escolhido como palco para a revelação mundial. O AUTOMONITOR está na cidade Invicta para ensaiar o novo Octavia e mais tarde vai lhe oferecer o primeiro ensaio. Por agora fique a saber tudo sobre o modelo checo.

A Skoda introduziu alterações na berlina e na carrinha (Break), nomeadamente, no estilo exterior, onde pontifica o novo arranjo dos faróis. O Octavia permanece como um dos recordistas do segmento no que toca ao espaço interior e na bagageira. Tecnologicamente, o Octavia recebe o “Dynamic Chassis Control” – que permite alterar a suspensão com três modos de condução _ cinco novos sistemas de ajuda à condução, novo sistema de info entretenimento e renovado Skoda Connect. No que toca às mecânicas, o Octavia oferece quatro blocos TSI a gasolina, quatro motores diesel TDI e um motor alimentado a gás natural.

Estilo: mudanças na frente

A terceira geração do Octavia surge com uma frente totalmente nova. A grelha é maior e os faróis são agora acompanhados de unidades adicionais colados à grelha, juntando-se a este conjunto uma zona inferior a toda a largura do carro que aloja entradas de ar e faróis de nevoeiro. Estão disponíveis versões de faróis Full LED. Atrás, o para choques foi redesenhado, enquanto os farolins utilizam tecnologia LED e desenham a forma C característica do Octavia.

As dimensões do Octavia foram ligeiramente alteradas. O carro cresceu 11 mm no comprimento (4670 mm), a carrinha 8 mm (4667 mm). A via traseira cresceu entre 20 e 30 mm, consoante a versão, ficando a distância entre eixos igual, ou seja, com 2686 mm.

Estas dimensões oferecem um interior muito espaçoso, com os ocupantes do banco traseiro a beneficiarem de espaço generoso para cabeça e pernas bem como à altura dos ombros. O Skoda Octavia de cinco portas tem 590 litros de capacidade (1580 litros com os bancos rebatidos), enquanto a carrinha exibe 610 litros que se alongam até aos 1740 litros.

Não mudando muito, a Skoda oferece um ecrã multifunções renovado, a informação ali fornecida altera-se consoante as versões, os controlos do ar condicionado foram redesenhados e os forros das portas são discretamente iluminados por LED.

Ampla gama de motores, caixa DSG e 4×4

Esta nova geração do Octavia oferece uma ampla gama de motores, nada menos que nove. Os propulsores a gasolina são todos sobrealimentados e com injeção direta. O 1.2 TSI debita 86 CV e funciona como motor de base, estando equipado com uma caixa manual de 5 velocidades. O 1.0 TSI, com três cilindros, debita 115 CV e tem uma caixa manual de 6 velocidades, oferecendo como opção a unidade de dupla embraiagem DSG com sete marchas. Segue-se o 1.4 TSI G-TEC, uma unidade muito interessante que funciona com GPL ou gasolina, que debita 110 CV. Com caixa DSG de 7 velocidades e em modo CNG, as emissões são de 98 e 99 gr/km (carro e carrinha). A gama a gasolina fecha-se com o bloco 1.4 TSI a debitar 150 CV e o 1.8 TSI com 180 CV (que pode ter tração integral).

No lado diesel, as despesas são feitas pelos blocos 1.6 e 2.0 litros. O primeiro é oferecido nas versões de 90 e 115 CV. O primeiro tem caixa manual de 5 velocidades, o segundo uma unidade de seis marchas. Ambos podem ser encomendados com caixa DSG de sete velocidades. Com o motor de 115 CV, os consumos são de 3,9 l/100 km. As variantes de 2.0 litros debitam 150 e 184 CV, sendo que o primeiro está equipado com caixa manual de seis velocidades e pode ser declinado em 4×2 ou 4×4 tendo a opção da caixa DSG de seis velocidades para o 4×2, de sete marchas para o 4×4. A versão mais potente só está disponível com tração integral e caixa DSG de seis velocidades.

O sistema de tração integral é já conhecido de outros modelos do grupo VW e está assente numa embraiagem multipratos que está colocada na frente do eixo traseiro e que tem controlo eletrónico. O sistema conta ainda com o diferencial autoblocante eletrónico XDS+ que funciona em conjunto com o controlo eletrónico de estabilidade (ESC). O diferencial XDS+ é oferecido nas versões 4×2 e 4×4.

Sistema Dynamic Chassis Control

O Octavia exibe suspensão dianteira com sistema McPherson, enquanto no eixo traseiro, dependendo do motor, está um sistema independente de quatro braços ou multibraços. A via traseira foi alargada entre 20 a 30 mm, o pinhão e cremalheira da direção é assistido por um sistema eletro-mecânico e os travões foram aumentados.

Como opção, está disponível o DCC (Dynamic Chassis Control) que controla o funcionamento dos amortecedores utilizando válvulas eletrónicas. Pode ser ajustado através de três modos (Comfort, Normal e Sport) e muda automaticamente para o modo Sport quando em situações mais complicadas para oferecer mais estabilidade, maior aderência dos pneus e travagens mais curtas. O sistema está disponível, apenas, acima dos 150 CV e a partir do nível intermédio de equipamento. Com o Driving Modo Select, o condutor pode alterar as características da direção, velocidade da caixa DSG e mais algumas funções. Este sistema tem quatro modos (Normal, Eco, Sport e Individual) e mais um modo Comfort se combinado com o DCC.

Novas ajudas à condução

O novo Skoda Octavia oferece cinco novidades em matéria de ajudas á condução. A ideia é otimizar a segurança de condutor e ocupantes no tráfego citadino, nas estradas nacionais ou nas autoestradas. O primeiro destes sistemas, opcional, é a travagem de emergência com deteção de peões. Utilizando sensores de radar, o sistema reage a obstáculos e a pessoas e está a ativo entre os 10 e os 60 km/h. Dentro destes limites, o sistema pode travar o veículo em situação de emergência para impedir um acidente ou, então, mitigar as causas do acidente caso este não seja evitável.

O segundo sistema é a monitorização do ângulo cego traseiro, utilizando dois sensores de radar para monitorizar o tráfego que surge pela traseira do carro, assinalando a chegada de um veículo com uma luz instalada nos espelhos retrovisores. Os sensores deste sistema são usados, também, para o terceiro sistema, o “Rear Traffic Alert”. Sistema que auxilia o condutor quando este faz marcha atrás fora de lugares de estacionamento ou parques. Deteta tráfego que se aproxime, avisando o condutor.

Finalmente, dois outros sistemas são “Trailler Assist”, que ajuda nas manobras com reboques, e o “Manouvre Assist” que oferece ajuda nas manobras com reboques e que pode imobilizar o carro se deteta um obstáculo.

O Octavia complementa esta oferta com o avisador de transposição involuntária da faixa de rodagem, detetor de fadiga, o cruise control adaptativo com radar, o “Crew Protect Assist” que aciona uma série de mecanismos de segurança em caso de iminente colisão, assistente de máximos, reconhecimento de sinais e câmara de visão traseira.

Skoda Connect

O sistema Skoda Connect surge em quatro versões: Swing (de série), Bolero, Amundsen e Columbus, estes dois com sistema de navegação. Os ecrãs são sensíveis ao toque e o tamanho oscila entre as 6,5 e as 9,2 polegadas. Estão disponíveis o Apple CarPlay, o Android Auto e o MirrorLink. Depois há dois níveis de conectividade com serviços online. O primeiro para informações e entretenimento (Infotainment Online), o segundo para serviços de assistência ao veículo (Care Connect). O sistema Skods Connect tem um “hotsport” wifi incluído e alguns dos sistemas podem receber cartões de memória. Há também uma função de informação de tráfego, que informa das melhores opções para fugir ao trânsito.

Os pormenores “Simply Clever”

A marca checa faz sempre jus ao seu lema e decidiu juntar ao Octavia mais alguns pormenores inteligentes. Os porta garrafas têm o fundo feito de forma que a garrafa fica presa e podemos abri-la apenas com uma mão. O volante pode ser aquecido, há duas portas USB no banco traseiro, mesas dobráveis nas costas dos bancos dianteiros e na bagageira, está uma lanterna com bateria recarregável.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Airbus vai ter open day. Há 90 vagas para fábrica portuguesa
Marketeer
Trotinetes hive chegam à app Free Now