Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Primeiro ensaio Seat Leon Cupra 300: reforço de potência

Sem nada mais a fazer por esta geração do Leon, a Seat decidiu oferecer mais 10 CV ao Cupra. Reforço de potência que, não acrescentando muito, mantém o Leon Cupra 300 como um desportivo respeitável e muito eficaz.

Conhecendo os anteriores Leon Cupra e a alguma dificuldade em colocar no chão os sucessivos aumentos de potência, confesso que o anúncio de mais 10 CV e 30 Nm de binário me deixaram arrepiado. O carro sempre foi rápido, não há dúvida nenhuma disso e o Nurburgring encarregou-se de o provar, mas de uma forma algo exuberante. Recordo que o 290 CV obriga a um judicioso controlo do acelerador para evitar que o diferencial entre em crise.

Em pista, o Civic Type R será melhor, mas o Leon Cupra 300 é muito melhor quando se pensa numa utilização quotidiana. Colocando o carro no modo Comfort no “Cupra Drive Profile”, tudo se passa de uma forma confortável e simpática para um uso quotidiano. O modo Cupra destapa todo o poderio do Leon. É aqui que reside a enorme vantagem do Leon Cupra 300 sobre os rivais, a sua dupla personalidade e a versatilidade de ter três formas diferentes para oferecer.

José Manuel Costa, editor executivo

Ora, estamos então perante o Seat mais potente de sempre, diz a marca espanhola. Por acaso isso não é verdade senhores da marca de Martorell. Então já se esqueceram do Leon Copa Edition? Sim aquela edição especial de 100 unidades para o mercado holandês, com 310 CV, 420 Nm e uma velocidade máxima de 259 km/h que custava 32.995 euros, lançada em 2008. E a edição Leon 310R, exclusiva para o mercado suíço, feita em 310 unidades ao preço de 33.312 euros, com 310 CV, 270 km/h de velocidade máxima e 5,8 segundos dos 0-100 Km, lançada em 2010 e que celebrava o título no WTCC? Pois é caros amigos da Seat este não é o Leon Cupra mais potente de sempre. Pronto, eram edições especiais, mas 310 é mais que 300, certo?

Veja quanto pode custar o seu Seat Leon Cupra 300

[xyz-ihs snippet=”Simulador Cetelem v2″]

O motor consegue recuperar de forma impressionante a aceleração, puxando desde o ralenti até à linha vermelha do conta rotações sem hesitações. Nota-se o maior valor de binário, que empurra mais decididamente o Leon para diante. E em pista isso é bem evidente. Já a direção continua a ter pouca sensibilidade e a assistência variável, em circuito, tem alguma dificuldade em acompanhar o ritmo e algumas vezes dei por mim a tentar perceber o que estava a frente a fazer e menos preocupado com as melhores trajetórias. O diferencial tem alguma dificuldade em gerir tanto poderio e o efeito do binário na direção acaba por se fazer sentir em algumas situações, nomeadamente, em estrada onde há uma componente de maior improviso. Na pista, com algum cuidado e sacrificando um pouco a velocidade à saída das curvas, conseguimos um ritmo fluído, mas, sem dúvida, bem rápido. A travagem é muito forte, mas o tato inicial estranho, ficando mais “normal” ao longo do seu curso. Onde não há dúvidas é na capacidade dos discos de 340 mm à frente e 310 mm atrás, oriundos da Brembo: excelentes!

Saiba tudo sobre o novo Seat Leon Cupra 300

Olhando para o Honda Civic Type R e para o Leon Cupra 300, temos formas diferentes de tentar chegar ao mesmo resultado, exuberância do japonês, sobriedade do espanhol. Em pista, o Type R será melhor, mas o Leon Cupra 300 é muito melhor quando se pensa numa utilização quotidiana. Aqui, o Leon ganha facilmente, pois colocando o carro no modo Comfort no “Cupra Drive Profile” tudo se passa de uma forma confortável e simpática para um uso quotidiano. E aqui está a enorme vantagem do Leon Cupra 300 sobre os rivais, a sua dupla personalidade.

Pode não ser tão eficaz e veloz em pista ou numa determinada estrada, mas numa utilização global, o Leon Cupra 300 é o melhor, sem dúvidas.

Veredicto

Infelizmente a Seat não estende o tendem tração integral/caixa DSG às versões SC e 5 portas, disponibilizando-o apenas na carrinha ST. É que metade das dificuldades em colocar os 300 CV no chão desaparecem, em piso escorregado o Leon ST fica muito divertido e segurio, e desta forma diminui a capacidade do Leon Cupra 300 em lutar com outros rivais. Enfim, a verdade é que dos desportivos deste segmento, tirando o Civic Type R, o Seat é o mais barato e oferece dupla personalidade que o torna atraente para uma utilização quotidiana. Além de um equipamento muito completo e uma qualidade uns degaus acima dos rivais. Não deixa, por isso, de ser um carro muito rápido, divertido e com excelente comportamento que, caso esteja interessado num desportivo, merece decididamente uma oportunidade.

Gostou deste primeiro ensaio ao Seat Leon Cupra? Então configure já o seu AQUI!

FICHA TÉCNICA

Seat Leon Cupra 300

Motor 4 cilindros em linha, injeção direta, turbo; Cilindrada (cm3) 1984; Diâmetro x curso (mm) nd; Taxa compressão nd; Potência máxima (cv/rpm) 300/5500 – 6200; Binário máximo (Nm/rpm) 380/1800 – 5500; Transmissão e direcção Tracção dianteira, caixa manual de 6 velocidades ou DSG 6 velocidades; direção de pinhão e cremalheira, com assistência elétrica; Suspensão (fr/tr) Tipo McPherson; independente multibraços; Dimensões e pesos (mm) Comp./largura/altura  4271/1816/1435; distância entre eixos 2631; largura de vias (fr/tr) 1591/1586; travões fr/tr. Discos ventilados; Peso (kg) 1395; Capacidade da bagageira (l) 380; Depósito de combustível (l) 50; Pneus (fr/tr) 235/35 R19; Prestações e consumos aceleração 0-100 km/h (s) 5,8; velocidade máxima (km/h) 250; Consumos Extra-urb./urbano/misto (l/100 km) – / – /6,98; emissões de CO2 (g/km) 158; Preço versão ensaiada (Euros) 45.629

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Marketeer
Algarve quer entrar em 2020 na companhia de turistas andaluzes