Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Novo VV Golf: elétrico, plug-in, gás natural, gasolina ou diesel?

O novo VW Golf é um dos poucos automóveis no mundo que pode ser adquirido com todos os tipos de motores mais comuns, desde os mais convencionais propulsores de combustão gasolina, diesel, ou de gás natural (GNC), a hibrído plug-in e elétricos.

Na fase de lançamento no mercado, a Volkswagen apresenta os modelos Golf e Golf Variant 2017 com motores gasolina e diesel, incluindo o Golf R, o mais potente da gama, com os seus 310 cv.
Em abril, chegarão as versões com o novo motor 1.5 TSI de 150 cv e as 100% elétrica e-Golf e híbrida Golf GTE, a que juntará o Golf GTI Performance de 245 cv (mais 15 cv que o modelo anterior). O ecológico Golf 1.5 TSI BlueMotion 130 cv ficará para um pouco mais tarde e substituirá na gama portuguesa o 1.5 TSI de 150 cv.
Todos os modelos Golf gasolina apresentam motores turbo com injeção direta TSI, associados à caixa manual de 6 velocidades ou à transmissão automática DSG de 7 velocidades. Os motores TSI possuem potências de 110 cv para o Golf 1.0 TSI.
A oferta de motores diesel TDI, todos turbo e de injeção direta,TDI vde 90 cv aos 184 cv. Os TDI que são propostos na fase de lançamento no mercado do novo Golf possuem potências de 90 Cv (Golf 1.6 TDI) e de 184 Cv (Golf GTD, Golf GTD Variant e Golf Alltrack). Excetuando a versão menos potente, todos os TDI são propostos com uma transmissão DSG 7 velocidades.

Gasolina turbo 1.5 TSI Evo 150 cv

É um novo motor turbo a gasolina de 4 cilindros com um sistema de gestão ativa dos cilindros (ACT), que desliga dois dos cilindros quando o Golf atinge uma velocidade de cruzeiro e deixa de ser necessário que o motor funcione a 100%.
Com uma potência de 150 cv, desenvolve um binário máximo de 250 Nm. Com caixa manual o Golf 1.5 Evo 150 cv consome 5,0 l/100 km com emissões de CO2 de 114 g/km. Os valores de consumos e de emissões de CO2 com a transmissão DSG opcional de 7 velocidades são de 4,9 l/100 km e 112 g/km respetivamente.
Os novos motores 1.5 TSI Evo são blocos de elevada tecnologia. Em comparação com os motores de 1.4 litros, de que derivam, foi reduzida a fricção interna através de uma bomba de óleo variável e um primeiro rolamento da cambota revestido de polímero. Além disso, a pressão de injeção aumentou de 200 para 350 bar. Outro dos detalhes destes motores é um intercooler indireto mais eficiente e com um melhor desempenho de refrigeração. Sensível à temperatura, componentes como a válvula de borboleta também estão a jusante do intercooler, otimizando a sua temperatura. Por último, mas não menos importante, os novos motores possuem um sistema de gestão térmico inovador com um novo mapa de refrigeração. Cilindros revestidos com APS (proteção térmica por plasma atmosférico) e um conceito de arrefecimento de fluxo cruzado na cabeça do cilindro são especificamente utilizados para o bloco TSI de 150 cv.

Gasolina turbo 1.5 TSI Evo Bluemotion 130 cv

É uma versão BlueMotion do 1.5 TSI Evo, com uma potência de 130 cv, conumos médios de 4,6 l/100 km e emissões de CO2 de 104 g/km. Algumas das características particulares deste motor de elevada tecnologia são um novo processo de combustão (derivado do denominado Ciclo Miller), uma taxa de compressão mais elevada de 12:1 e um turbocompressor de geometria variável (VTG). Liberta um binário máximo de 200 Nm a partir de 1400 rpm. O 1.5 TSI Evo de 130 cv apresenta uma novidade mundial: uma nova função de roda livre ampliada (andamento por inércia) com o motor desligado, ou seja, o TSI é completamente desligado quando o condutor retira o pé do pedal do acelerador e não é necessário mantê-lo em funcionamento.
A função de condução em roda livre reduz o consumo em condições reais até 0,4 l/100 km. Graças à condução em roda livre e a outras inovações técnicas, o bloco 1.5 TSI Evo oferecerá uma vantagem de consumo até 1,0 l/100 km, dependendo do estilo de condução do cliente.

Gasolina turbo 1.0 TSI 110 cv

É um dos mais populares propulsores atuais da gama gasolina do Grupo Volkswagen e aquele em que o Golf mais aposta para vender a clientes particulares. Liberta a sua potência máxima de 110 cv entre as 5000 a 5500 rpm e o binário máximo de 200 Nm entre as 2000 e as 3500 rpm.
Equipado com este motor, o Golf 5 de portas acelera dos 0 aos 100 km/h em 9,9 segundos e atinge uma velocidade máxima de 196 km/h. O consumo médio de combustível é de 4,8 l/100 km e as emissões de CO2 de 109 g/km.
A carrinha Golf Variant aé um pouco mais lenta, acelerando de 0 a 100 km/h em 10,4 segundos e uma velocidade máxima de 197 km/h, com um consumo de 4,9 l/100 km e emissões de CO2 de 112 g/km.
Além da caixa manual, o TSI de 110 cv pode ser associado também à transmissão DSG de 7 velocidades que reduz tanto o consumo como as emissões de CO2.

Gasolina turbo 2.0 TSi 230 cv

Esta versão do bloco 4 cilindros 2.0 TSI equipa o Golf GTI atinge a potência máxima de 230 cv entre as 4700 e as 6200 rpm e o binário de 350 Nm das 1500 às 4600 rpm. Garante ao Golf GTI uma aceleraçºao dos 0 aos 100 km/h em 6,4 segundos e uma velocidade máxima de 248 Km/H, para um com sumo combinado de 6,4 l/100 Km e emissões de 148 g/Km, com a caixa manual de 6 velocidades.

Gasolina turbo 2.0 TSI 245 cv

Versão puxada a 245 cv do motor TSI de 2.0 litros é um exclusivo do Golf GTI Performance, um dos mais desportivos membros da família Golf. Acelera de 0 a 100 km/h em 6,2 segundos e atinge uma velocidade máxima de 250 km/h com a caixa manual, ou de 248 km/h com a DSG. O consumo médio com caixa manual é de 6,5 l/100 km para 148 g/km de emissões de CO2. Com a transmissão DSG de 7 velocidades opcional, o consumo do Golf GTI é reduzido para 6,3 l/100 km e as emissões para 144 g/km.

Gasolina turbo 2.0 TSI 310 cv

Variante mais potente do 2.0 TSI, com os seus 310 cv (mais 10 cv que o anterior) é exclusivo do Golf R, o mais potente elemento da família que só está disponível com tração integral 4Motion. Pode estar associado a uma caixa manual ou à transmissão automática DSG. O binário máximo foi aumentado em 20 Nm para 400 Nm. Acelera dos 0-100 Km/h em 4,6 segundos.

Turbodiesel 1.6 TDI 90 cv

O motor de acesso ao mundo dos Golf diesel é uma versão de 1.6 litros de cilindrada, de 90 cv. Como todos os TDI, o motor desenvolve um elevado binário a um baixo regime de rotações, neste caso de 230 Nm entre as 1400 e as 2750 rpm. O rendimento máximo é alcançado entre as 2750 e as 4600 rpm. Em versão de 5 portas, o Golf 1.6 TDI acelera de 0 a 100 km/h em 11,9 segundos e atinge uma velocidade máxima de 184 km/h. Os seus valores de consumo e de emissões de CO2 são de 4,1 l/100 km e de 106 g/km, respetivamente.
A carrinha Golf Variant acelera de 0 a 100 km/h em 12,9 segundos, atinge uma velocidade máxima de 185 km/h e valores de consumo de 4,1 l/100 km, com emissões de CO2 de 106 g/km.

Turbodiesel 1.6 TDI de 115 cv

O Golf 1.6 TDI de 115 cv oferece um binário máximo de 250 Nm entre as 3250 e as 4000 rpm. Equipado com este motor e uma caixa manual, o Golf de 5 portas acelera de 0 a 100 km/h em 10,2 segundos e atinge uma velocidade máxima de 198 km/h. O consumo médio é notavelmente baixo: 4,1 l/100 km (CO2: 106 g/km). Este motor pode opcionalmente ser acoplado a uma transmissão DSG de 7 velocidades que reduz ainda mais o consumo.
A Golf Variant 1acelera de 0 a 100 km/h em 10,7 segundos, atinge uma velocidade máxima de 200 km/h, consumos de 4,1 l/100 km e emissões de CO2 de 106 g/km.

Turbodiesel 2.0 TDI de 150 cv

O TDI 4 cilindros de 2.0 litros e 150 CV equipa a berlina Golf e a carrinha Golf Variant a partir da versão Confortline e é também proposto para a variante crossover Golf Alltrack.
Na berlina Golf tem consumos e emissões de CO2 de 4,2 l/100 km e de 109 g/km, respetivamente. Este TDI desenvolve a sua potência máxima entre as 3500 e as 4000 rpm e o binário máximo de 340 Nm surge a partir das 1750 rpm e vai até às 3000 rpm. O Golf 2.0 TDI Confortline acelera de 0 a 100 km/h em 8,6 segundos e atinge uma velocidade máxima de 216 km/h.
O Golf 2.0 TDI Variant consome 4,3 l/100 km. com emissões de CO2 de 111 g/km, acelera de 0 a 100 km/h em 8,9 segundos e alcança velocidade máxima de 218 km/h.
A Golf Alltrack de tração integral mantém a aceleração em 8,9 segundos, mas tem velocidade máxima reduzida a 207 km/h e os consumo e emissões aumentados para 5,1 l/100 km e 133 g/km, respetivamente. Todas as versões TDI de 150 cv podem ser combinadas opcionalmente com a transmissão DSG de 7 velocidades.

Turbodiesel 2.0 TDI 184 cv.

Equipa de série os desportivos Golf GTD e Golf GTD Variant, o alter-ego diesel do GTI. Também pode equipar o Golf Alltrack. Debita uma potência de 184 cv entre as 3500 e as 4000 rpm e um binário máximo de 380 Nm logo a partir de uma baixa rotação de 1750 rpm, mantendo-se constante até às 3250 rpm.
O potente Golf GTD acelera de O a 100 km/h em 7,5 segundos e atinge uma velocidade máxima de 231 km/h. O consumo medio do modelo é de 4,4 l/100 km (116 g/km de emissões CO2),
A carrinha Golf GTD Variant acelera de 0 a 100 km/h em 7,9 segundos, atinge uma velocidade máxima de 231 km/h e um consumo de 4,7 l/100 km, com emissões de 124 g/km. Os modelos Golf GTD podem ser equipados opcionalmente com uma transmissão DSG de 7 velocidades, que substitui a DSG de 6 velocidades dos modelos anteriores.
O Golf Alltrack com esta potência é equipado de série com a transmissão de dupla embraiagem. O consumo médio é de 5,2 l/100 km e as emissões atingem 137 g/km.

Gás Natural Comprimido (GNC) 1.4 TGI 110 cv

O 1.4 TGI do Golf pode funcionar a gás natural ou gasolina e é um motor especialmente ecológico que arranca automaticamente no modo de propulsão por gás (exceto a baixas temperaturas). Quando acaba a reserva de gás natural, o sistema de propulsão liga automaticamente a unidade a gasolina.
A combinação de ambos os modos de propulsão origina uma autonomia de aproximadamente 1270 quilómetros. O motor turbo de injeção direta da berlina Golf 1.4 TGI acelera de 0 a 100 km/h em 10,6 segundos e atinge uma velocidade máxima de 195 km/h. A potência de 110 cv está disponível entre as 4800 e as 6000 rpm. O motor de gás natural desenvolve o binário máximo de 200 Nm entre as 1500 e as 3500 rpm. O Golf 1.4 TGI tem um consumo de 3,6 kg de gás natural /100 km com emissões de 98 g/km e de 5,6 l/100 km com emissões de 127 g/km, em modo gasolina
Os valores de consumo do Golf Variant 1.4 TGI são idênticos, embora as prestações sejam ligeiramente mais baixas, com a aceleração de 0 a 100 km/h em 10,9 segundos e a velocidade máxima nos 196 km/h. Os dois modelos Golf TGI podem ser combinados também com a transmissão DSG de 7 velocidades.

Plug-in 1.4 TSI GTE

É um motor híbrido elétrico/gasolina plug-in, exclusivo do Golf GTE, com carregamento externo das baterias através de vulgares tomadas domésticas de eletricidade ou de postos de carregamento. O sistema combina o bloco 1.4 TSI de 150 cv, com um motor elétrico de 102 cv. A caixa é a automática de dupla embraiagem DSG6 de 6 velocidades, desenvolvida especialmente para este tipo de sistema de propulsão.
A berlina Golf GTE tem uma autonomia anunciada de 50 quilómetros em modo elétricos, mas graças ao motor de combustão do sistema híbrido pode percorrer até 850 quilómetros.
Tem um consumo médio combinado entre 1,6/100 Km e 1,8l/100 Km de gasolina, um consumo combinado entre 11,4 e 12 kWh/100 Km de energia elétrica, com emissões entre os 36 e os 40 g de CPO2/km.

100% elétrico e-Golf

É a motor100% elétrico e com zero emissões do e-Golf. Tem uma autonomia aumentada em cerca de 50% face ao modelo anterior, podendo agora percorrer até 200 quilómetros com uma carga de nova bateria de iões de lítio com uma capacidade de 35,8 kWH, mais 11,6 kWh que o e-Golf da anterior geração. Pelas normas do New European Driving Cycle (NEDC) a autonomia anunciada ultrapassa os 300 quilómetros.
A bateria pode ser carregada atá 80% da sua capacidade uma hora num posto de carregamento rápido. A carga a 100% numa wallbox doméstica é feita em menos de seis horas.
O motor elétrico está 15 kW mais potente, atingindo os 100 kW e o binário aumentou de 270 Nm para 290 Nm. Pelas normas NEDC, o consumo anunciado do e-Golf em percursos mistos estrada/cidade é de 12,7 kWh/100 km/h, com zero emissões de CO2. Esta berlina de 5 portas 100% elétrica acelera dos 0 aos 100 km/h em 9.6 segundos e atinge uma velocidade máxima de 150 km/.

Nova transmissão DSG de 7 velocidades.

A Volkswagen desenvolveu uma segunda transmissão de dupla embraiagem DSG de 7 velocidades para o Golf. A nova DSG, com a denominação interna DQ 381, foi concebida para motores potentes com binários a partir de 340 Nm. Deste modo, a partir de agora serão utilizadas as seguintes quatro variantes DSG para o Golf: DQ 200 de 7 velocidades para motores pequenos e com valores de binário até 250 Nm; DQ 250 de 6 velocidades para motores com binários até 350 Nm; DQ 400 E DSG de 6 velocidades para a propulsão híbrida do Golf GTE; Nova DQ 381 de 7 velocidades para motores potentes com binários a partir de 340 Nm.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Sharing my Change: Soft skills, Strong changes
Marketeer
Algarve quer entrar em 2020 na companhia de turistas andaluzes