Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Saiba tudo (mesmo) sobre o novo Toyota Yaris

Olhando de repente pode dizer que ando doido, a ver coisas ou a beber algo estragado, pois onde está um novo Yaris? Pode, até, num primeiro olhar parecer que o Yaris está igual, mas o investimento de 90 milhões de euros levou a que mais de 900 peças sejam novas e as diferenças sejam mais que muitas. Vou-lhe contar tudo ao pormenor e mais logo conto-lhe como é o novo Yaris no primeiro ensaio.

Sim, é verdade que o carro é muito semelhante à terceira geração do Yaris que foi lançado em 2011, mas também é verdade que o carro sofreu diversas alterações, desde logo redesenho da frente da traseira, um novo motor, incremento do equipamento e oferta de série do Toyota Safety Sense, tudo reunido num investimento de 90 milhões de euros cujo projeto foi liderado pela divisão europeia da Toyota, sendo o carro fabricado em França. Contas feitas, entre os responsáveis do Toyota ED2 e do departamento técnico em Colónia, o Yaris recebeu mais de 900 alterações. E, pela primeira vez, as alterações e definições feitas pelos europeus são replicadas na versão japonesa Vitz, produzido no Japão.

Para renovar o Yaris, os responsáveis do projeto estabeleceram quatro áreas base onde assenta o novo modelo: estilo, qualidade, performance e segurança. Não esquecendo a eficiência, continuando a aposta solitária no segmento B com a proposta de uma versão híbrida que, no caso do Yaris já vale 40% das vendas. E também aqui a Toyota introduziu algumas novidades para melhorar o desempenho.

Vamos então conhecer, ponto por ponto, os pilares onde assenta a renovação do Yaris.

Estilo e qualidade: evolução, não revolução

As mudanças feitas no estilo do Yaris tiveram como objetivo oferecer um desenho mais dinâmico me refinado, com ênfase colocada nas linhas horizontais e uma arquitetura tridimensional que tenta destacar um carro com maior presença e com um mais baixo centro de gravidade.

A frente destaca uma forma que a Toyota apelida de “catamaran” (o desenho da grelha foi inspirado nos catamarans de competição) com novos faróis, grelha e nichos dos faróis de nevoeiro, além de simplificar o estilo em redor do logótipo da Toyota. Estas alterações conferem ao Yaris uma frente que oferece uma sensação de largura e de maior presença do carro em estrada. A grelha dianteira em ninho de abelha para as versões bicolor e com barras horizontais para os restantes destaca a frente do Yaris. Os faróis redesenhados graças às luzes LED diurnas, desenham uma espécie de moldura de proteção em redor do farol em forma de garfo que nos modelos menos equipados é feita por um detalhe cromado.

Lateralmente, as portas viram a parte inferior ser redesenhada, enquanto atrás há um novo portão, necessário vistas as alterações feitas aos farolins e ao para choques. A Toyota adicionou novas cores exteriores (azul Hydro Blue e vermelho Tokyo Red) e novas jantes, de 15 e 16 polegadas. O desenho da traseira também foi pensado para dar maior largura ao carro. Os farolins agora entram pelo portão e possuem tecnologia LED, o que permite oferecer uma assinatura do modelo em utilização noturna. A utilização de detalhes no para choques traseiro em preto, o redesenho do nicho da matrícula e o desenho da parte inferior do para choques, completam as alterações, voltando o tema do Catamaran a surgir no desengho da traseira.

No interior, o estilo não evoluiu, mas há novos revestimentos, acabamentos e escolhas de cores interior. O painel de instrumentos também foi revisto, passando agora a contar com um pequeno ecrã de 4,2 polegadas, a cores, no meio dos dois instrumentos redondos, com variada informação. Consoante a versão, os instrumentos podem ter um vivo cromado. As saídas de ar do sistema de ventilação estão diferentes e há novos botões e iluminação dos instrumentos em azul. Os bancos têm novos encostos de cabeça e há novos airbags de cabeça e cintos de segurança com limitadores de força.

As versões bicolor têm um tratamento diferente para cada escolha de interior, combinando duas cores, existindo quatro combinações diferentes.

Performance: aposta híbrida e novo motor a gasolina

O Toyota continua a ser a única marca a oferecer no segmento B um modelo híbrido que oferece emissões de CO2 a partir de 75 gr/km. E para o Yaris Hybrid há várias alterações ditadas, muitas delas, por aquilo que os clientes da Toyota manifestaram como menos positivo no modelo.

Não mexendo na base do sistema híbrido que tão boa conta de si tem dado, a Toyota instalou apoios de motor redesenhados, um maior restritor de movimento do motor, novos semi-eixos, novo sub chassis e caixa de entrada de ar modificada. O sistema de escape também foi ajustado para produzir ainda menos ruído. Os novos apoios de motor evitam que a motorização abane tanto e faça repercutir no interior essa vibração, o para brisas isolante de ruído, apenas nas versões de topo amarfanham o barulho vindo do compartimento do motor e outras medidas tomadas para reforço da insonorização, tornam o Yaris Hybrid num dos carros mais silenciosos.

Estas alterações promovidas para a versão híbrida são estendidas aos restantes modelos, melhorando assim o conforto. As mudanças feitas, também, nos amortecedores, contribuem para um melhor comportamento, com a direção elétrica revista para que o esforço do condutor seja replicado por aquilo que acontece nas rodas.

O novo motor a gasolina é um bloco de 4 cilindros com 1.5 litros e vem tomar o lugar do “velhinho” 1.33 litros. É uma unidade pensada já para responder à norma Euro6c e aos novos testes de consumo e emissões em condições reais de utilização. Ainda debaixo dos testes NEDC, a Toyota reclama uma redução de consumo de 12%. Com 1496 c.c. e naturalmente aspirado, o motor tem 111 CV e um binário máximo de 136 Nm às 4400 rpm. Porém, este motor não estará disponível em Portugal. Porquê? Bom, o valor a pagar de impostos deixa o Yaris 1.5 numa situação desconfortável em termos de preço final e, além disso, o importador nacional verificou que o Yaris 1.33 litros valia apenas 4% das vendas, sendo mais barato que o 1.5 litros.

Segurança: Toyota Safety Sense de série

Querendo tomar a dianteira, também, no que toca à segurança, a Toyota passou a oferecer de série o conjunto de tecnologias Toyota Safety Sense. Desta forma, o novo Yaris oferece alerta de pré-colisão com travagem autónoma de emergência, controlo automático dos máximos, alerta de transposição involuntária de faixa de rodagem e, nos modelos de topo, o sistema de reconhecimento de sinais.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...