Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Salão de Nova Iorque: todas as novidades (actualizado)

Faltam quatro dias para o início do Salão de Nova Iorque e o AUTOMONITOR conta-lhe tudo sobre as novidades que vão surgir no certamente norte americano.

Colocado no calendário de salões internacionais entre o Salão de Genebra e o cada vez mais pujante e importante Salão de Xangai (que alterna anualmente com o Salão de Pequim), o “New York Auto Show” não está numa posição ideal e por isso mesmo alguns construtores acabam por não levar nenhuma novidade significativa ou pura e simplesmente declaram ausência do certame nova iorquino. Ainda assim, continua a ser um dos mais importantes salões internacionais e vários modelos, a maioria para o mercado norte americano, vão aparecer pela primeira vez em Nova Iorque. Destaques para a primeira vez que a Honda comercializa nos EUA o Civic Type R e para a revelação do Dodge Challenger SRT Demon. A Buick apresenta o Regal, versão feita com base no Insígnia europeu e a Toyota mostra o novo Sienna.

Fique a conhecer todas as novidades nesta listagem marca a marca.

ACURA

A marca japonesa da Honda vai revelar pela primeira vez o TLX, depois de ter mostrado há uns meses o novo MDX. O estilo será semelhante, com uma grelha proeminente, faróis pequenos com tecnologia LED e amplas aberturas inferiores. A traseira deverá receber algumas alterações. “O TLX receberá novos elementos de estilo que refletem o foco na precisão do fabrico e na performance. Os clientes da Acura abraçaram a nova linguagem de estilo da marca e vamos levar essa linguagem a um novo patamar com o TLX” referiu Jon Ikeda, responsácel de venda da Acura nos EUA. O interior receberá novos revestimentos e mais tecnologia, mantendo-se os motores 2.4 litros com 206 CV e 247 Nm e o 3.5 V6 com 290 CV e 362 Nm de binário.

ALFA ROMEO

O Salão de Nova Iorque será usado para revelar as versões para os EUA do Stelvio, modelo aguardado pela rede de concessionários da Alfa Romeo há já bastante tempo. O Stelvio estará equipado com o motor 2.0 litros turbo a gasolina com 280 CV terá a tração integral Q4 oferecida de série tal como a caixa automática com 8 velocidades. O Stelvio vai dos 0-100 km/h em 5,4 segundos com uma velocidade máxima de 230 km/h. O modelos será oferecido em duas versões, Stelvio e Stelvio Ti, com este último a estar equipado com jantes de 19 polegadas, bancos dianteiros aquecidos, sensores de estacionamento à frente e pele nos bancos.

Leia também Alfa Romeo apresenta Stelvio First Edition e Alfa Romeo Stelvio pode crescer para 7 lugares

AUDI

A versão de quatro portas do RS3 será o grande destaque da Audi em Nova Iorque. O modelo está equipado com o motor 2.5 litros TFSI a debitar 400 CV e 480 Nm de binário, indo dos 0-100 km/h em 3,9 segundos. O carro está equipado com jantes de 19 polegadas, luzes LED dianteiras e no interior todo o conjunto de detalhes típicos dos modelos RS da Audi, nomeadamente, o volante cortado, os logótipos RS e os bancos feitos em pele mas com grande suporte lateral. O RS3 custa, nos EUA, 54.900 dólares. Será o primeiro modelo da Audi a oferecer de série nos EUA o Virtual Cockpit, o MMI com sistema de navegação, sistema de som Bang & Olufsen e detalhes em fibra de carbono. Além deste RS3, o R8 também vai estar em Nova Iorque com pequenas modificações, como os faróis Matrix Laser, destinadas, apenas, ao mercado norte americano. O modelo está à venda nos EUA a partir dos 163 mil dólares com o motor V10. Também o Audi TT RS, equipado com o mesmo motor do RS3 – 2.5 TFSI turbo com 5 cilindros e 400 CV – fará a sua estreia em Nova Iorque, estando disponível, exclusivamente, com a caixa DSG de sete velocidades e tração integral quattro. Os 0-100 km/h são cumpridos em 3,6 segundos e a Audi comercializa nos EUA o kit “Dynamic” que retira o limite de velocidade do carro e fá-lo chegar aos 280 km/h. O preço é de 64.900 dólares. Na vertente de competição, a Audi deverá revelar o novo Audi R8 GT4, modelo que se juntará ao Audi RS3 LMS TCR e ao Audi R8 LMS GT3, na oferta a clientes para a competição da Audi Sport Customer Services.

Leia também Audi RS3 Sportback com 400 CV

BMW

A marca bávara vai apostar numa gama de modelos híbridos para mostrar em Nova Iorque. É uma extensa lista de modelos que incluem versões da iPerformance, incluindo o 330e, 530e, 740 xDrive e o X5 xDrive40e. Comum ao 330e e 530e é o bloco 2.0 litros sobrealimentado acoplado a um motor elétrico, que debita em conjunto 250 CV e 420 Nm de binário, enquanto o 740 e o X5 recebem uma versão atualizada com 322 e 309 CV, respetivamente, com 500 Nm de binário. Ao lado estes modelos estará o 540i xDrive com o seis cilindros em linha com 3.0 litros e 335 CV e 450 Nm de binário, levando o modelo dos 0-100 km/h em 4,7 segundos. O M550i também estará presente no espaço BMW, com o seu V8 de 456 Cv e 651 Nm de binário e, finalmente, o M760i xDrive, equipado com o V12 a gasolina com 601 CV e 800 Nm de binário, chegando dos 0-100 km/h em 3,6 segundos. Todos estes modelos estão equipados com tração integral.

BUICK

O SUV Enclave receberá, finalmente, uma profunda remodelação, pois o modelo estava no mercado desde abril de 2007, ou seja, há exatamente 10 anos. O novo modelo tem por base o Chevrolet Traverse, pelo que terá três filas de bancos, muito espaço interior e, acredita-se, a mesma mecânica. Ou seja, na base oferece um 2.0 litros a gasolina com 255 CV e depois um V6 de 3.6 litros com 305 CV. Ambos os motores possuem caixa automática de 9 velocidades e podem ter tração integral permanente. Também na Buick destaque para o Regal, modelo que recebe uma nova geração feita com base no Opel Insignia Grand Sport europeu. O carro já foi revelado nos EUA, mas fará a sua estreia no Salão de Nova Iorque. O modelo chama-se Regal Sportback (versão berlina) e Regal TourX (carrinha). O modelo terá disponível tração integral permanente, caixa de dupla embraiagem ou automática, ambas com oito velocidades e para os tração dianteira ainda há uma opção automática de 9 velocidades. Quanto aos motores, estão limitados ao 2.0 litros turbo com 250 CV, com diferenças de binário entre o tração dianteira e integral. O Regal TourX terá por base a carinha Insignia na versão Country Tourer, mantendo o mesmo motor de 250 CV e um aspeto mais crossover, oferecendo de série a tração integral.

 

DODGE

Se o Challenger SRT Hellcat já era algo insano, a Dodge quis ir mais longe a apresenta no Salão de Nova Iorque um carro absolutamente incrível. Não há ainda detalhes rigorosos, mas o carro poderá ser o mais potente de sempre oferecido pela Dodge, falando-se de mais de 900 CV. O carro recebeu uma forte alteração no estilo com cavas das rodas muitos maiores, entradas de ar e muita agressividade e, segundo a Dodge, será um carro mais leve que o Hellcat e terá 35% mais de aderência que aquele. Tudo no carro está pensado para a máxima performance. E para que não restem dúvidas sobre os objetivos do Demon, o motor está preparado para funcionar com gasolina comercial ou com gasolina especial com mais de 100 octanas, preparada para a competição.

FORD

Ainda não é desta que a Ford vai lançar a renovação do Explorer. Ficará por mais um “restyling”. Ficará para mais tarde o novo modelo que assinalará a estreia da caixa automática de 9 velocidades desenvolvida em cooperação com a General Motors. Seguro é o lançamento do seu primeiro veículo policial híbrido, destinado á policia de Nova Iorque (NYPD). Chama-se Police Responder Hybrid Sedan, está baseado no Fusion (versão americana do Mondeo) e surge depois da Ford ter anunciado que iria adicionar versões híbridas a Mustang, Transit e a um dos seus SUV.

GENESIS

A marca de luxo da Hyundai irá revelar um protótipo do qual não revelou, ainda, mais detalhes.

HONDA

Pela primeira vez, os clientes norte americanos vão poder contar com o Civic Type R. O modelo vai custar cerca de 30 mil dólares, o que o deixa em excelente posição face aos 36 mil dólares que custa o Ford Focus RS, o seu maior rival nos EUA. O Type terá o motor 2.0 litros turbo com 316 CV, caixa manual de seis velocidades e um opcional que permite acelerar o modelo nas passagens de caixa para estas serem mais efetivas. Ainda na gama Civic, vão ser reveladas as versões de três volumes e coupe. A primeira já foi revelada na Europa, a segunda destina-se ao mercado norte americano. O modelo terá a designação Civic SI e terá um motor a gasolina turbo com 1.5 litros e 205 CV, acoplado a uma caixa manual de seis velocidades. O carro terá suspensões mais desportivas, travões melhorados e algumas peças vindas diretamente do Type R, nomeadamente, para a suspensão e direção. Há dois modos de condução, Normal e Sport, este último ajustando a suspensão, a repsosta do acelerador e da direção. O preço ronda os 20 mil dólares. Além destas novidades, a Honda vai revelar, pela primeira vez, os novos Clarity Hybrid Plug-In e o Clarity Electric. São duas adições à gama Clarity que conta com o modelo a hidrogénio, passando o Clarity a ter uma oferta tripla no mesmo carro (à semelhança do que se passa no Hyundai Ioniq): hidrogénio, elétrico, híbrido Plug In. O modelo híbrido terá uma autonomia de 64 km, o modelo elétrico não mais de 130 km. A Honda já anunciou que até ao ano 2030, dois terços das suas vendas globais serão de modelos eletrificados.

Leia também Saiba tudo sobre o novo Honda Civic,  Primeiro ensaio Honda Civic 1.0 i-VTEC Turbo: totalmente diferente e também Honda Civic Sedan e Coupe revelados (c/video)

HYUNDAI

A marca coreana vai apresentar o renovado Sonata, que será muito semelhante ao modelo que a Hyundai revelou para o mercado coreano há umas semanas. O modelo será bastante diferente do atual e com forte influencia da linguagem de estilo da Hyundai na Europa. Quanto a motores, serão quatro: 1.7 litros turbo com 140 CV, 1.6 litros turbo com 180 CV e um 2.0 litros igualmente sobrealimentado com versões de 160 e 241 CV.

INFINITI

O grande destaque será o protótipo QX80 Monograph. A marca já revelou o modelo ainda antes do Salão, exibindo aquilo que deverá ser a próxima geração do SUV de grandes dimensões QX80, aprazado para 2018. Ficam evidentes as formas mais esguias da frente, embora a grelha continue em destaque como até agora. O desenho deste protótipo não destoa, muito, daquilo que tem sido a orientação de estilo da Infiniti como mostram os mais recentes Q60 Coupe e o crossover QX30.

JEEP

O grupo FCA continua na onda da loucura e se na Dodge temos o Challenger SRT Demon, na Jeep nasce o Grand Cherokee Trackhawk, nada menos que um Grand Cherokee equipado com a motorização do Challenger SRT Hellcat! Ou seja, tem 710 CV extraídos do bloco V8 sobrealimentado com 6.2 litros. Ou seja, estamos perante algo insano que deixa na sombra modelos como o Grand Cherokee SRT (475 CV). O Trackhawk chega dos 0-100 km/h em 3,5 segundos. Ou seja, é mais rápido que o Challenger Hellcat (3,6 segundos), faz menos 1 centésimo que o Charger Hellcat (3,4 segundos) e faz jogo igual com o Chevrolet Camaro ZL1. Enfim, faz melhor este Jeep Grand Cherokee Trakhawk que um Porsche 911 R (550 CV “apenas”) que vai dos 0-100 km/h em 3,7 segundos.

Leia também Jeep revela novo SUV de 717 CV antes de Nova Iorque

 

LEXUS

Após ter revelado em Detroit o novo LS, a Lexus regressa a um certame americano para revelar a versão mais desportiva da berlina de luxo, com a chancela F-Sport. O LS500 F-Sport oferecerá um estilo retocado no exterior e no interior, uma suspensão mais desportiva, rodas maiores e travões mais eficazes. O motor deverá ser o V6 de 3.5 litros duplo turbo com 415 CV e 600 Nm de binário ou então a Lexus vai mais longe na sua saga híbrida e coloca neste LS 500 F-Sport o mesmo motor, mas ajudado por um par de motores elétricos cuja potência combinada será de 354 CV. Não estará fora de possibilidade a Lexus apresentar um LS F-Sport com o V8 do RC500. Tudo isto foi já confirmado como pode ler na notícia abaixo.

Leia também Novo lexus LS500h com os olhos postos no mercedes Classe S e Lexus revela LS500 F-Sport

LINCOLN

A marca americana vai mostrar o seu “transatlântico” Navigator. O SUV de grandes dimensões terá um estilo totalmente novo, mantendo apenas a enorme grelha dianteira, a mesma que foi estreado no MKZ e no Continental. O motor será um V6 3.5 litros Ecoboost com duplo turbo a debitar cerca de 450 CV, terá caixa automática de 10 velocidades e tração integral. O Navigator poderá, mais tarde, oferecer outras motorizações, nomeadamente, uma híbrida e um motoro a gasóleo que está a ser utilizado na pick-up F-150 da Ford.

MERCEDES

A AMG estará no centro das atenções do espaço da Mercedes em Nova Iorque. Já foram reveladas, mas as variantes AMG do GLC e GLC Coupe estarão em destaque, ambas equipadas com o motor 4.0 litros V8 duplo turbo com 476 ou 510 CV. No estilo, a grelha Panamera que surgiu no AMG GT R, estará em destaque, mostrando que os modelos com a chancela AMG vão passar a ser distinguidos, também, pela grelha. Os Mercedes Classe E Coupe e Cabrio também vão passar por Nova Iorque.

Leia também Mercedes revela GLC 63 AMG e GLC 63 AMG Coupe

MITSUBISHI

O Outlander receberá pequenas alterações estéticas e também na oferta de equipamento. O modelo que tem como base o ASX europeu, terá novos para choques dianteiro e traseiro e luzes LED diurnas, enquanto no interior há uma nova consola central, uma nova alavanca da caixa de velocidades e um novo ecrã com sete polegadas que alberga um sistema de info entretenimento com Android Auto e Apple CarPlay. O pacote de equipamento Touring oferece um tejadilho panorâmico, aviso de transposição involuntária de faixa de rodagem, controlo automático dos máximos, câmara de ajuda ao estacionamento e um sistema de mitigação de colisão frontal. Os motores serão os mesmos, um 2.0 litros com 150 CV e um 2.4 litros com 170 CV.

NISSAN

Para os americanos, a Nissan vai oferecer uma versão limitado do GT-R denominada Track Edition, posicionada enre o GT-R T e o GT-R R. O novo modelo oferece um chassis mais rígido e mais potência, cobrando por isso 127,990 dólares. Também na Nissan estará o 370Z Heritage Edition, que revela um carro com algumas novidades. O 370Z terá novos faróis e farolins traseiros e novos manípulos das portas. Terá também uma embraiagem nova. O motor é o mesmo V6 de 3.7 litros com 340 CV e caixa manual de seis velocidades.

Leia também Novo Nissan 370Z Heritage Edition celebra série Z

 

PORSCHE

A marca de Zuffenhausen irá levar ao Salão de Nova Iorque quatro novidades para o mercado norte americano, já todas apresentadas na Europa. O primeiro é o Panamera Sport Turismo (disponível nos EUA em quatro configurações, Panamera 4, Panamera 4S, Panamera 4 E-Hybrid e Panamera Turbo com preços entre os 96 e os 154 mil dólares), segue-se o 911 GT3 (143,600 dólares), o 911 GTS (com versões coupe e cabrito Carrera GTS e Carrera 4 GTS além do targa 4 GTS, com preços entre os 120,700 e os 139,900 dólares). Destaque, ainda, para o Panamera Turbo S E-Hybrid, carro com 680 CV e 850 Nm de binário que será vendido nos EUA por 194,800 dólares.

 

RANGE ROVER

Depois da estreia no Salão de Genebra, o Velar estará no Salão de Nova Iorque para a sua estreia em solo americano.

Leia também Range Rover Velar apresentado em Genebra

SUBARU

A marca japonesa vai mostrar um protótipo do seu SUV de sete lugares. O novo modelo deverá chamar-se Ascent e terá como base a plataforma SGP (Subaru Global Platform) e será produzido nos EUA. O modelo irá ocupar o lugar do Tribeca e terá um estilo mais convencional, alinhando com a linguagem de estilo exibida pelo Impreza e pelo Crosstek. O Subaru Outback também receberá alterações depois do modelo de onde deriva, o Legacy, ter sido renovado. O modelo mais vendido da marca nos EUA recebe alterações na frente e na traseira, alterações na suspensão em termos de afinação dos amortecedores e materiais de maior qualidade no interior. Há mais ajudas à condução e o sistema de info entretenimento oferece opção de dois ecrãs e mais funcionalidades. A caixa CVT foi suavizada, mantendo-se a escolha de dois motores: 2.5 litros boxer de quatro cilindros com 175 CV ou 3.6 litros seis cilindros boxer com 260 CV. Como dissemos, a caixa é uma CVT agora com simulação de modo manual de sete relações e patilhas no volante.

TOYOTA

Nada melhor que um protótipo para chamar a atenção. No Salão de Nova Iorque, a Toyota vai revelar o FT-4X, um carro que significa “Futuro Toyota” e tem quatro rodas direcionais. Nada mais foi dito até agora, exceto a foto de uma roda e a declaração que este será “um crossover urbano para os guerreiros do fim de semana que gostam de sair das marcas”. Além deste protótipo, a Toyota vai mostrar o renovado Sienna. O popular monovolume, recebe alterações na frente e várias melhorias no equipamento. Há mais ajudas ao condutor e proteção dos passageiros em caso de embate – o Toyota Safety Sense – de série e, também, a adição de um novo sistema de conectividade denominado Entune 3.0. Sistema de navegação, rádio, streaming de áudio e muitas outras coisas fazem parte da oferta deste sistema que possui, ainda, Wi-Fi e Bluetooth, além de um equipamento áudio JBL Premium. O novo Yaris, que o AUTOMONITOR lhe cintou tudo há um par de dias, também estará no Salão de Nova Iorque.


VOLKSWAGEN

O renovado Golf estará em destaque no espaço da marca alemã, juntamente com a gama de modelos vendida nos EUA.

Leia também Ensaio VW Golf 2.0 TDI 184 Alltrack DSG 4Motion e Saiba tudo sobre o novo VW Golf

VOLVO

A marca sueca dará ao novo XC60 a sua estreia americana no Salão de Nova Iorque. O modelo á venda nos EUA será igual ao colocado á venda na Europa, descartando, apenas, os motores diesel. Assim, a gama do XC60 nos EUA contará com o bloco T5 e T6, ambos 4 cilindros com 250 e 320 CV, respetivamente, além do T8 híbrido com 400 CV. O S90 vai estar. Também, em Nova Iorque com algumas alterações muito ligeiras, nomeadamente, no que toca ao equipamento. Para celebrar os 90 anos da Volvo, estarão expostos alguns dos modelos mais importantes da história da marca.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...