Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Sergio Marchionne sai da FCA em 2019, fica na Ferrari até 2021

Apesar de apreciado pelos seus talentos industriais e financeiros, Sergio Marchionne terminará a sua função de CEO da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) em 2019. Porém, John Elkann, o neto de Giovanni Agnelli, o responsável máximo da holding Exor, que controla a FCA, ofereceu a Marchionne a liderança da Ferrari até 2021.

“Marchionne continuará a trabalhar connosco, ocupando-se da Ferrari da maneira extraordinária que está a fazer neste momento e assim continuará até que queira” disse John Elkann. Será uma espécie de pré-reforma para um dos mais brilhantes CEO da industria automóvel mundial, um italo-canadiano que desde março de 2009 multiplicou por sete o valor acumulado da FCA, Ferrari e CNH Industrial.

Oficializada a saída de Sergio Marchionne da FCA em 2019, a corrida para a sucessão está em marcha e há muitos candidatos ao cargo. Entre eles, um forte trunfo chamado Alfredo Altavilla, diretor de operações da FCA para a Europa, África e Médio Oriente. Os próximos meses irão dizer-nos quem será o futuro CEO do grupo FCA.

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Sharing my Change: Soft skills, Strong changes
Marketeer
Algarve quer entrar em 2020 na companhia de turistas andaluzes