Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Novo Mercedes SL será feito pela AMG

A nova geração do Mercedes SL será bastante diferente das anteriores, pois passará a ser um 2+2, será mais prático e veloz que os anteriores e projetado pela AMG.

Foi no Salão de Nova Iorque que Tobias Moers, CEO da AMG, revelou aos jornalistas presentes na apresentação dos GLC e GLC Coupe AMG, que o novo SL seria um 2+2 e que seroa a AMG a cuidar da parte de engenharia.

O desenvolvimento também será feito pela AMG, porque a Mercedes quer dar ao modelo uma orientação mais desportiva. E segundo fontes escutadas pela revista britânica Autocar, o segredo tem sido a alma do negócio, mas será mesmo a AMG a cuidar do SL que, dizem essas fontes, será muito diferente do modelo atual.

As fotos que apresentamos, com a devida vénia à Autocar, mostram um Classe S Coupé altamente modificado, mas o SL não terá nada a ver com a berlina de luxo da Mercedes, pois terá uma nova plataforma. Conhecida como MSA (Modularen Sportwagon Architektur), será estreada com o SL, mas o SLC também será feito sobre esta base. Podendo receber diversos tipos de veículos, esta plataforma MAS é produzida com elementos da MRA (Modular Rear Architektur), a mesma que é a base do Classe E.

Outra diferença está no fim do tejadilho rígido retrátil em alumínio, regressando á capota de tecido, ou seja, voltando a 2001, quando acabou o SL com capota de lona. O novo R232 voltará a esse tempo, com uma capota muito similar em termos de construção à do Classe S Cabrio.

Na gama de motores, vamos encontrar os blocos de seis cilindros em linha com 3.0 litros a gasolina. O SL300 debitará 370 CV enquanto que no SL400, com a pressão do turbo aumentada, debitará 440 CV. O SL500 exibirá o bloco V8 4.0 litros da AMG, numa versão diferente a debitar 460 CV. As versões AMG serão a SL 63 com o V8 de 4.0 litros a debitar mais de 500 CV e o SL 65 com o V12 de 6.0 litros a produzir 625 CV.

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...