Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Jaguar Land Rover fabrica o primeiro motor a gasolina Ingenium

O Centro de Produção de Motores (EMC) da Jaguar Land Rover, uma instalação de mil milhões de GBP, comemora hoje a produção do seu primeiro motor a gasolina Ingenium, com a estreia em veículos marcada para mais tarde, durante o verão.

Estes motores a gasolina iniciais marcam o final da primeira fase do EMC, um centro de produção avançado e completamente flexível que atualmente abastece as três unidades de veículos da Jaguar Land Rover no Reino Unido.

A unidade tem sido aclamada como a mais importante instalação automóvel nova deste país da última década. A produção do motor a gasolina Ingenium de 2 L e quatro cilindros vai integrar a atual gama de fabrico, composta também pelos motores a gasóleo de 2 L e quatro cilindros de ultrabaixas emissões 150PS, 163PS e 240PS.
Este acontecimento importante segue-se ao anúncio na semana passada de que o EMC também iria produzir o motor a gasolina de alta performance 300PS Ingenium 2 L, o quatro cilindros mais potente que a Jaguar Land Rover já produziu, para o 18MY Jaguar F-TYPE.

Trevor Leeks, Operations Director do EMC, afirmou: “O início da produção de motores a gasolina constitui um marco para o centro, que pretende fornecer uma série de motores de alta ‘performance’ de ultrabaixas emissões a gasolina e gasóleo para equipar os veículos atuais e futuros da Jaguar e da Land Rover.

“Igualmente importante, também mostra o impacto incrível da Jaguar Land Rover na economia local, com a criação de 1400 postos de trabalho especializados, prometidos quando inaugurámos a unidade em 2013. De facto, iremos receber o nosso 1400.º empregado no final deste mês”, concluiu Leeks.

A produção de motores a gasolina reafirma o programa de investimento estratégico da Jaguar Land Rover que pretende aumentar as competências e a capacidade no Reino Unido. Das 1400 pessoas recrutadas para o centro, mais de 80 % vivem num raio de 25 km da unidade de Wolverhampton, o que cria oportunidades e prosperidade na região. Foram necessárias mais de 125.000 horas de formação para criar uma força de trabalho de qualidade internacional, que inclui um antigo condutor de autocarros, enfermeiro, esteticista e ferreiro.

O EMC também recebeu mais de 50 estagiários e licenciados, todos inseridos num programa personalizado de desenvolvimento do grupo motopropulsor, projetado para apoiar o desenho, a engenharia e a produção de uma gama de motores avançados da Jaguar Land Rover.

“A engenharia sempre me interessou e ir para Wednesfield High, que tem uma parceria com o EMC, significou ser encorajada a explorar oportunidades de carreira em engenharia. Antes de ingressar no programa de estágios, já tinha visitado o EMC, que me pareceu ter um ambiente verdadeiramente motivador. São instalações novas com pessoas novas e sinto-me mesmo orgulhosa por participar neste projeto”, afirmou Amy Stephenson, uma estagiária avançada há três anos no EMC.

Desde que a produção do motor a gasóleo Ingenium começou há exatamente dois anos, o EMC já construiu mais de 400.000 unidades.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...