Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Carta de condução: vêm aí mais mudanças

Foi aprovado o Plano Estratégico Nacional de Segurança Rodoviária (Pense 2020) e com ele vêm metas mais ambiciosas que vão introduzir algumas alterações à carta de condução.

As metas do documento são claras: reduzir em 56% o número de vítimas mortais na estrada e 22% o número de feridos graves em 2020, tendo como base os valores registados em 2010.

O documento agora aprovado, tem 108 medidas e, entre outros, tem como objetivo introduzir cursos de primeiros socorros na obtenção da carta de condução, o desenvolvimento de um programa nacional de combate à condução sob o efeito do álcool e reduzir o número de mortes na estrada.

Como referimos, os cursos de primeiros socorros e de suporte básico de vida podem vir a ser introduzidos não só para a obtenção da carta, mas também no currículo escolar do ensino secundário.

Depois há medidas que têm alcance diminuto como um programa para o combate à condução distraída (!) e à condução em condições de fadiga.

Pelo caminho ficaram algumas medidas como a obrigatoriedade dos ciclistas usarem capacete e a introdução de ações de formação obrigatórias para quem renova a carta aos 65 anos.

O documento agora aprovado em conselho de ministros prevê, também, programas para utilizadores de bicicletas e motos, no sentido de alertá-los para os comportamentos de risco que podem levar a atropelamentos, sendo estas formações também para os condutores. Outro ponto sensível é a luta contra os acidentes com tratores, a criação de um programa nacional de proteção pedonal e de acompanhamento do envelhecimento dos condutores.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...