Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Novo Mercedes Classe A chega em 2018

A nova geração do Classe A (denominada W177) vai chegar ao mercado no início de 2018 e com novas versões. O A45 AMG também vai continuar e com novidades.

O Classe A foi lançado em 2012, transformando-se imediatamente num sucesso. Dele derivaram outros modelos como o GLA, CLA, CLA Shooting Brake, tudo com base na plataforma que serve de base, também, aos Infiniti Q30 e QX30. Chama-se MFA (Modular Front Drive Platform).

Depois de uma remodelação de meio de ciclo, está chegada a hora de um novo modelo que vai aumentar o número de variantes, uma delas com base no protótipo que foi revelado no Salão de Xangai, o Mercedes Classe A de três volumes. Outro será o GLB, espécie de pequeno SUV que estará mais no lado do Classe G do que do GLA. A nova plataforma MFA2 será a base para todos os modelos e ajudará a reduzir o peso em cerca de 50 quilogramas face à anterior geração e oferecer mais rigidez. A distância entre eixos irá aumentar 2 centímetros, o que irá aumentar o espaço para os passageiros e, acredita-se, a acessibilidade aos lugares traseiros através de portas traseiras mais largas.

Outra novidade para o Classe A é a importação da tecnologia já presente nos Classe C, E e S, nomeadamente um painel de instrumentos totalmente virtual, ficando por saber se a Mercedes vai renovar o interior do Classe A à imagem daqueles modelos ou procurar outra solução. No protótipo EQ surgiram algumas pistas sobre o que poderá ser o interior do Classe A. Os ecrãs deverão continuar, mas sem a pala superior e por isso alinhados de outra forma menos evidente. Acredita-se que as versões de entrada na gama tenham instrumentos analógicos. O comando rotativo do sistema de info entretenimento Command da Mercedes irá manter-se.

Leia também Mercedes Classe A será assim

Também os motores Renault debaixo do capot do Classe A vão se manter, especialmente o 1.5 e o 1.6 litros. Já o bloco 2.0 litros virá do Classe E, todos turbodiesel. A potência irá dos 150 aos 194 CV. Com alimentação a gasolina, os motores terão injeção direta e sobrealimentação e o A45 AMG vai conhecer novo alto de potência para lá dos 400 CV, extraídos do motor de 2.0 litros que poderá receber a tecnologia de 48 volts e um turbo elétrico.

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...