Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Quebra de margens e recalls afetam resultados trimestrais da Ford

A Ford fechou o primeiro trimestre do ano com um lucro líquido de 1,6 mil milhões de dólares, 900 milhões abaixo do período homólogo do ano passado.

Foto: Ford Motor Co.
O presidente e CEO da Ford Motor Company Alan Mulally, com o Focus Electric.

Os resultados antes de impostos somaram 2,2 mil milhões, 42% a menos que os 3,8 mil milhões que há um ano, quando a empresa registou o melhor trimestre da sua história.

O volume de negócios aumentou 1,4 mil milhões, para 39,1 mil milhões de dólares, graças ao efeito de um melhor mix de vendas, com um peso maior de modelos com preços de venda mais altos. Apesar da melhoria das receitas, a margem diminuiu 4.4 pontos percentuais, para 5,4% das vendas.

Os resultados foram também afetados com custos com recalls de avarias e com os componentes de alguns dos modelos lançados no ano passado

A América do Norte gerou um lucro antes de impostos de 2 mil milhões de dólares, menos 1,1 mil milhões que no primeiro trimestre do ano passado, mantendo-se como a região que mais contribui para os resultados da Ford. A margem baixou 4,5 pontos, para 8,3% e a quota de mercado caiu 0,5 pontos, para 14,1%, devido sobretudo a menores vendas para frotas.

Na Europa, o lucro antes de impostos foi de 176 milhões de dólares, o oitavo trimestre consecutivo com resultados positivos na região. Na Ásia-Pacífico, o resultado foi de 124 milhões. Na América do Sul a empresa americana acumulou um prejuízo de 244 milhões e no Médio Oriente e África também fechou o trimestre a vermelho, com 80 milhões de perdas.

A Ford confirmou entretanto o seu objetivo para o final do ano, de um lucro antes de impostos na ordem dos 9 mil milhões de euros, 1,4 mil milhões abaixo do registo de 2016

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...