Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Resultados trimestrais da Fiat Chrysler crescem 11%

Os resultados da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) no primeiro trimestre cresceram 11%, com o grupo a beneficiar do aumento de lucros da afiliada Maserati, do desempenho dos mercados europeus e de um aumento das margens, por efeito da alteração do mix de vendas, com maior peso de SUVs e crossovers face a modelos convencionais.

Foto: FCA Press
Sergio Marchione, CEO Fiat Chrysler

Os resultados ajustados antes de juros e impostos (EBIT) somaram 1,54 mil milhões de euros, face aos 1,38 mil milhões do trimestre homólogo do ano passado. Para o final do ano, o grupo confirmou o objetivo de um EBIT de pelo menos 7 mil milhões.

Impulsionados pelo lançamento do SUV Levante, os resultados da Maserati subiram de 16 para 107 milhões de euros.

Na Europa, o lucro mais do que duplicou face há um ano, subindo para 178 milhões de euros. A melhoria de resultados foi acompanhada por um aumento de 15% nas vendas em volume e por ganhos de quotas de mercado, devido sobretudo ao sucesso do Fiat Tipo e dos novos Alfa Romeo Giulia e Stelvio. Em março, o grupo atingiu um novo recorde de vendas na Europa.

Na América do Norte, onde o Grupo faz cerca de 80% dos seus lucros, o resultado ajustado subiu ligeiramente de 1,23 para 1,24 mil milhões de euros, apesar da ligeira quebra das vendas em valor, de 17,14 para 17,10 mil milhões de euros e da descida de 6% das vendas em volume, devido sobretudo à substituição do Jeep Compass por um modelo de nova geração e ao phase out do sedan compacto Dodge Dart, um rival mal sucedido do Honda Accord e do Ford Fusion americano, que o grupo decidiu descontinuar, mas que valia ainda cerca de 45 mil unidades/ano na região.

A produção foi também afetada pelos investimentos em curso na melhoria de algumas unidades do Grupo na região e pela suspensão de venda de alguns modelos com motores diesel, que não obtiveram ainda a certificação ambiental das autoridades americanas, como o as pickups e o Jeep Grand Cherokees

Apesar disto, as margens ajustadas na região subiram ligeiramente, de 7,2% para 7,3%.

Fontes: FCA, Bloomberg, Reuters

Veja AQUI a apresentaçãodas contas da FCA relativas ao 1º trimestre (em inglês)

 

 

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...