Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Skoda Karoq: tudo sobre o substituto do Yeti

O novo SUV da Skoda, a meio caminho entre um SUV e um MPV compacto, tem data de estreia marcada para dia 18 de maio. O novo Karoq retira o seu nome do arquipélago das ilhas Kodiaq, mais concretamente do vocabulário da tribo indígena Alutiiq que por lá mora – contração entre Kaa-Raq (para carro) e Ruq (a seta no símbolo da marca).

Com iluminação em LED e painel de instrumentos digital (uma estreia nos modelos da Skoda), o Karoq conta com um grande espaço interior (a marca promete capacidades “excecionais”) graças a um comprimento de 4,382 mm, largura de 1,841 mm e 1,605 mm de altura, e uma distância entre eixos  de 2,683 mm (2,630 mm no caso do 4×4).

O compartimento de bagagem tem uma capacidade de 521 litros com os bancos traseiros em posição normal. Com os bancos traseiros rebatidos para baixo, o volume aumenta para 1.630 litros. Em combinação com o banco traseiro opcional VarioFlex, a volumetria base da bagageira é variável, entre 479 e 588 litros. Os bancos também podem ser completamente removidos – e o SUV torna-se uma van com uma capacidade de carga máxima de 1.810 litros.

Conectividade

Os módulos de construção de informação e entretenimento provêm da segunda geração dos sistemas de  infoentretenimento modular do Grupo, oferecendo funcionalidades de última geração, interfaces e equipamentos com displays de toque capacitivo. O sistema de topo Columbus e o sistema Amundsen têm um WLAN hotspot. Um módulo LTE opcional está disponível para o sistema Columbus. A ligação à Internet baseia-se no padrão de rádio móvel mais rápido de hoje, com o qual os passageiros podem navegar e aceder ao e-mail com os seus smartphones e tablets.

Os novos serviços móveis online Škoda Connect, compatíveis com o módulo LTE, dividem-se em duas categorias: os serviços de informação e entretenimento online (que são utilizados para informação e navegação) e os serviços Care Connect (para assistência em caso de avaria e emergência). O botão E-call (chamada de emergência), que será obrigatório na Europa em 2018, está agora disponível como o serviço Care Connect.

É possível aceder a serviços online adicionais através da aplicação Škoda Connect. Estes serviços podem ser utilizados para efetuar verificações ao veículo remotamente, como por exemplo trancar/destrancar e encontrar o carro através de um smartphone, entre muitas outras.

A funcionalidade SmartLink+, compatível com a Apple CarPlay, Android Auto e MirrorLink, está disponível como uma opção para o sistema base de infotainment Swing. O SmartLink+ é proposto de série com os sistemas de infoentretenimento mais avançados. A phone box com carregamento por indução liga o smartphone à antena do tejadilho e, simultaneamente, carrega sem fios.

Segurança

Novos sistemas de conforto incluem o assistente de estacionamento (Parking Assistant), Lane Assist e Traffic Jam. Os sistemas Blind Spot Detect, Front Assist com proteção ampliada para peões e o Assistente de Emergência (Emergency Assistant) permitem aumentar a segurança.

Com a possibilidade de atrelar reboques até duas toneladas, o novo SUV conta também com um assistente de reboque (Trailer Assistant) que ajuda em manobras lentas de marcha atrás.

Estão ainda disponíveis sistemas adicionais de assistência à condução: manter o automóvel a uma distância segura do carro que circula à frente, auxiliar o condutor numa mudança de faixa de rodagem ou a permanecer na mesma, deteção dos sinais de trânsito e ajuda ao estacionamento.

O cockpit virtual programável está disponível pela primeira vez na marca checa: os ecrãs do cockpit podem ser personalizados de acordo com as preferências individuais do condutor.

Em termos de motorizações, o Karoq contará com cinco blocos distintos – dois a gasolina e três diesel – englobam a oferta inicial, destes dois motores a gasolina e dois a diesel são novos. As cilindradas são de 1.0, 1.5, 1.6 e 2.0 litros. A gama de potência está compreendida entre 115 (85 kW) e 190 cv (140 kW).

Todas as motorizações são unidades com injeção direta, turbocompressor e sistema start-stop com recuperação de energia na travagem. São económicos e cumprem as normas EU6. Com exceção do motor diesel mais potente,
podem ser acopladas uma caixa manual de 6 velocidades ou a uma transmissão DSG de 7 velocidades. O 2.0 TDI de 190 Cv é proposto de série com tração 4×4 e transmissão DSG de 7 velocidades. O novo motor 1.5 TSI está equipado com o sistema de desativação de cilindros.

O chassis é também uma referência no seu segmento e demonstra a sua qualidade em percursos fora de estrada. Com o nível de equipamento Ambition e superior, uma seleção de perfis de condução com os modos Normal, Sport, Eco, Individual e Neve (4×4) estão disponíveis, quando solicitado pelo cliente. O modo Off-road com tração às quatro rodas melhora as características de condução em terrenos acidentados.

(atualizado às 16h30 com mais informação e fotos oficiais)

 

 

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...