Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Volvo com lucros de 363 milhões de euros no 1º trimestre deste ano

A Volvo Cars anunciou um crescimento mundial das suas vendas e dos seus resultados financeiros, registado no primeiro trimestre de 2017: um  lucro operacional de 3.5bn de coroas suecas (aproximadamente 363 milhões de euros) um valor que representa um crescimento de 11% em relação aos 3,1bn de coroas suecas (aproximadamente 321,5 milhões de euros) registados no período homólogo.

Este crescimento justifica-se pelo aumento da procura mundial associada ao modelo XC60 e à gama 90.

A margem de lucro operacional foi de 7,3%, cifra ligeiramente inferior aos 7,5% de 2016 – uma pequena redução que se deve aos custos associados aos lançamentos da gama 90 e do novo XC60, bem como aos contínuos investimentos em novas tecnologias e ao aumento de colaboradores.

Com efeito, desde o primeiro trimestre de 2016, a Volvo Cars já recebeu 5.000 novas pessoas fazendo com que o registo mundial de colaboradores seja agora de 33.000.

A receita líquida associada aos 129.148 de unidades vendidas em todo Mundo subiu 13% passando de 42bn de coroas suecas (aproximadamente 4,35 mil milhões de euros) para 47,6 bn de coroas suecas ( aproximadamente 4,93 mil milhões de euros).

“Nos primeiros três meses do ano verificámos um aumento significativo da procura à medida que a gama 90 vai chegando a todos os mercados mundiais. Apresentámos o novo XC60 e esperamos que este automóvel venha a ter um impacto positivo nas vendas e na rentabilidade”, afirmou Håkan Samuelsson, presidente e CEO da marca.

Recorde-se que em  março, a Volvo apresentou o novo XC60 no Salão de Genebra, modelo que foi muito bem recebido pela crítica. Ainda este ano, irá ser lançado o XC40, automóvel baseado na nova plataforma CMA, reforçando a presença da empresa no popular segmento SUV.

A região Ásia/Pacifico registou um crescimento de 16% nas suas vendas no primeiro trimestre do ano. As 32.872 unidades alcançadas, alavancadas pela performance da China, fizeram deste o maior mercado para a Volvo onde os principais modelos vendidos foram os XC60 e S60L localmente produzidos bem como o XC90 e o S90.

A região EMEA cresceu 9,2% nos primeiros três meses do ano. As 78.820 unidades vendidas foram reforçadas por mercados chave como o sueco, o britânico e o alemão. Nesta região a procura pelos modelos V90 e XC90 é bastante elevada assim como pelo SUV de média dimensão mais vendido em solo europeu, o Volvo XC60.

Já na região americana as vendas foram de 16.641 automóveis dos quais 13.476 foram registados nos Estados Unidos – aqui, o XC90 continua a ser o modelo mais popular.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...