Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Resultados da VW crescem 40%

Os resultados do Grupo Volkswagen no primeiro trimestre do ano subiram 40%, face ao período homólogo, para 4,37 mil milhões de euros. Apesar da quebra das vendas em volume, a melhor gestão de custos permitiu melhorar os resultados.

Foto: VWA rentabilidade subiu de 6,1% para 7,8% das vendas em valor, que fecharam o trimestre nos 56,2 mil milhões de euros, uma subida homóloga de 10,3%. A estimativa para o conjunto do ano é agora para um valor entre os 6% e os 7% das vendas, em linha com os 6,7% de 2016.

A subida das vendas em valor, apesar da descida das vendas em volume, deve-se a um melhor mix de produtos, com mais vendas de SUVs e de outros modelos com melhores margens e a efeitos cambiais positivos.

A marca Volkswagen registou resultados de 869 milhões de euros, quase 12 vezes superiores aos 73 milhões de há um ano. A Porsche, a Skoda e a SEAT também melhoraram resultados, enquanto a Audi acusou uma quebra ligeira, de 1,3 mil para 1,2 mil milhões de euros, devido ao custo de desenvolvimento de novos modelos e tecnologias. O lucro da Bentley, marca de luxo do Grupo, desceu de 54 para 30 milhões.

Na Skoda, o resultado melhorou 32%, para 415 milhões, enquanto na SEAT progrediu ligeiramente, de 54 para 56 milhões. A Porsche registou um lucro de 932 milhões, que compara com os 855 milhões do primeiro trimestre do ano passado

O objetivo do Grupo para a margem de lucro operacional mantém-se nos 4%, em 2020, e nos 6%, em 2025, o que compara com os 1,8% do ano passado. No primeiro trimestre a marca Volkswagen teve uma margem de 4,6%, a Audi de 8,7%, a Skoda de 9,6%, a Porsche de 18,5% e a SEAT de 2,3%.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...