Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Infraestruturas de Portugal duplicou lucros para 26,3 ME em 2016

A Infraestruturas de Portugal (IP) anunciou no final do mês de abril que fechou o ano 2016 com um lucro de 26,3 milhões de euros (em 2015 o lucro tinha sido de 12,5 milhões de euros).

“A Infraestruturas de Portugal (IP) registou um resultado líquido positivo, situando-se nos 26,3 milhões de euros, que representa um crescimento de 13,8 milhões de euros face a 2015”, informou a empresa em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) e citado pela agência Lusa.

Em termos homólogos, os lucros da IP – empresa pública que resulta da fusão da Estradas de Portugal e da REFER – mais que duplicaram. Nos rendimentos da IP, a empresa faz uma “referência especial” às receitas de portagens, que cresceram 8,6%, tendo sido cobrados 281,1 milhões de euros. Por outro lado, a contribuição de serviço rodoviário “teve um crescimento de 0,4%, atingindo os 674 milhões de euros”.

“Os rendimentos referentes à tarifa de utilização da infraestrutura ferroviária desceram 0,8% tendo-se, no entanto, verificado um crescimento das Indemnizações Compensatórias em 11,9 milhões de euros (41%) em linha com o estabelecido no Contrato Programa celebrado entre a IP e o Estado português, em março de 2016”, referiu a empresa.

Já os gastos com fornecimentos e serviços externos subiram 4%, “em resultado do aumento nos gastos em conservação e segurança rodoviária”.

O resultado operacional registou uma diminuição de 47,7 milhões de euros (ou 12%), atingindo 343,7 milhões de euros, e o EBITDA (resultado antes de juros, impostos, amortizações e depreciações) reduziu 37,2 milhões de euros (6%) para 615 milhões de euros.

O resultado financeiro teve uma diminuição de 65,2 milhões de euros, “principalmente devido à redução da dívida financeira em 105 milhões de euros”.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...