Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Volkswagen aposta no gás natural

O Grupo Volkswagen está a negociar com a Exxon Mobil americana e com a Gazprom russa uma parceria para desenvolver os veículos com motores de gás natural, reporta a agência Reuters, citando uma entrevista do CEO Matthias Mueller à estação de rádio austríaca ORF.

Foto: VW“Estamos agora realmente a tentar pensar em novas soluções que possam ser-nos úteis pelo menos neste período de transição de 10 a 20 anos”, disse Mueller.

A aposta no gás natural faz parte da estratégia do Grupo para a mobilidade ambientalmente sustentável, a par dos veículos elétricos e híbridos plug-in (PHEV) para reduzir os níveis médios de emissões da sua gama e reduzir a dependência do grupo de motorizações diesel, que estão a perder quota de mercado na sequência do escândalo das emissões que abalou o setor há ano e meio.

Na Alemanha, país de origem da Volkswagen e o maior mercado automóvel da Europa, as vendas de veículos com motores diesel caíram 19% num ano e a quota de mercado do gasóleo encolheu para 41%. Em Portugal e um pouco por toda a Europa, o diesel está também a perder peso sobretudo para os motores gasolina de baixa cilindrada e elétricos, nos segmentos mais baixos do mercado, e para os híbridos plug-in, nos segmentos superiores.

O novo Volkswagen Golf, na versão atualizada lançada no final do ano passado (foto), é um exemplo desta estratégia de diversificação de fontes de energia e de apostas em alternativas ao diesel. A par dos convencionais motores turbodiesel TDI e gasolina turbo da família TSI, incluindo os novos 1.0 TSI e 1.5 TSI, o Golf 2017 apresenta-se também em versões e-Golf 100% elétrica, Golf GTE plug-in híbrida elétrica e Golf 1.4 TGI, com um propulsor bi-fuel que pode funcionar a gás natural ou gasolina.

O motor 1.4 TGI do Golf, propulsionado por gás natural comprimido e gasolina, é um motor especialmente ecológico que arranca automaticamente no modo de propulsão por gás e que, quando acaba a reserva de gás natural, liga automaticamente a unidade a gasolina. A combinação de ambos os modos de propulsão origina uma extraordinária autonomia de aproximadamente 1270 km.

O citadino Volkswagen Up! também têm uma versão a gás natural, que será também acrescentada à gama do subcompacto Polo na próxima geração do modelo-

Em Portugal, a utilização de veículos a gás natural está limitada pela ausência de uma rede alargada de postos de abastecimento. A SIVA, representante da Volkswagen em Portugal, tem uma parceria com a Dourogás para promover a propulsão a gás natural e divulgar os locais com postos de abastecimento da empresa.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...