Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

CNH Industrial distingue estudantes do Royal College of Arts

O Royal College of Arts (RCA), em Londres (Reino Unido), foi palco da cerimónia de entrega de prémios resultante de uma parceria entre esta instituição e a CNH Industrial. O evento destinou-se a distinguir os vencedores de um projeto para conceção de maquinaria e equipamentos inovadores e sustentáveis. O projeto desafiou os estudantes a desenvolver produtos e serviços concetuais capazes de satisfazer as necessidades e as infra-estruturas de mercados emergentes.

A CNH Industrial organizou um evento conjunto com o Royal College of Arts (RCA) destinado a premiar os estudantes que participaram num projeto de conceção de maquinaria e equipamentos inovadores e sustentáveis para mercados emergentes. O evento teve lugar no passado dia 10 de Maio nas instalações do RCA em Londres, Reino Unido. Esta parceria realça o empenho da CNH Industrial na promoção do crescimento e de oportunidades de desenvolvimento para jovens talentos, e no investimento em produtos inovadores, bem como na pesquisa e desenvolvimento de projetos direccionados a um futuro sustentável.

Este foi o desafio colocado a cerca de 30 estudantes do programa de veículos e serviços do RCA, propondo-lhes o desenvolvimento de produtos e serviços industriais inovadores capazes de satisfazerem as necessidades locais e as infra-estruturas existentes em nações emergentes. O objetivo foi criar um conceito que teria sucesso em condições de baixo investimento, baixo rendimento e mão-de-obra pouco especializada, através  de baixos custos de produção e de manutenção, bem como da utilização sustentável dos recursos locais.

Os protótipos concebidos pelos estudantes centraram-se em quatro categorias distintas de design. O grupo ‘Automark’ focou-se na identificação da necessidade comercial e na conceção de um veículo fácil de fabricar, de manter e de operar, capaz de gerar a valorização da marca. O grupo ‘Inside Out’ concentrou-se nas prioridades em termos de veículos de socorro e salvamento, concebendo um veículo fácil de compreender, de operar e de colocar ao serviço, recorrendo a materiais locais. Na categoria ‘Urban Flow’ foi exigido aos estudantes que explorassem as necessidades básicas em termos de transporte de passageiros e mercadorias, através da conceção de um veículo capaz de melhorar a qualidade de vida das populações locais. Na categoria Service Design os estudantes tiveram como missão identificar oportunidades para melhoramento da eficiência nos mercados, e desenvolver um solução simples e sustentável para auxiliar os utilizadores.

No final, cada categoria (ou grupo) teve o seu vencedor. Na categoria ‘Automark’ o vencedor foi Jonathan Stoker com os seus sistemas de produção de composto, enquanto Stavros Mavrakis triunfou na categoria ‘Inside Out’ com o seu hovercraft concebido como veículo de socorro. Por sua vez, Harsh Kumar levava de vencida a categoria ‘Service Design’ com o seu veículo eléctrico modular BUG-E e à sua plataforma digital para produtores agrícolas, enquanto Austin Dewees batia os adversários na categoria Urban Flow com o seu projeto de um veículo de transporte apto para estações secas e épocas de chuvas, projeto que depois lhe valeria o ceptro à geral, atribuído ao melhor de entre estes quatro projetos.

A escolha dos vencedores coube a David Wilkie, Chefe de Design da CNH Industrial, juntamente com a Equipa de Design da CNH Industrial. Ele próprio aluno do RCA, onde obteve o seu Mestrado em Design Automóvel, Wilikie tem desempenhado, ao longo da sua carreira, funções de design de crescente importância, levando-o a integrar a CNH Industrial em 2014 com a responsabilidade de chefiar as Equipas de Design dos quatro segmentos da empresa: Equipamento Agrícola, Equipamento de Construção, Veículos Comerciais e Grupos Propulsores.

O Royal College of Arts é a universidade mais famosa do mundo na pós-graduações em arte e design. A estrutura académica da instituição baseia-se em seis estabelecimentos de ensino que oferecem 27 programas distintos com actividades associadas em termos de investigação. O RCA conta com centros dedicados à investigação, relações empresariais, inovação, desenvolvimento e actividades empresariais. Entre os seus ex-alunos contam-se  Sir James Dyson, designer industrial e fundador da Dyson, e Thomas Heatherwick, Comandante do Império Britânico (CBE), Royal Designer for Industry (RDI) e fundador do centro de design Heatherwick Studio, com sede em Londres.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...