Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

GM abandona Índia e África do Sul

A General Motors (GM) continua a reestruturar as suas operações internacionais ao anunciar a retirada da sua marca Chevrolet da Índia e África do Sul.

Além da saída progressiva da Chevrolet, as operações das fábricas da GM Índia serão reorientadas para produzir veículos exclusivamente para exportação. Enquanto isso, as operações fabris da GM na África do Sul serão transferidas para a Isuzu Motors.

A marca Chevrolet será extinta de ambos os países até final deste ano, uma decisão que é o resultado de um desejo de “concentrar o seu capital e recursos em oportunidades de negócios esperadas para oferecer rendimentos mais altos”.

“À medida que a indústria vai continuando a mudar, estamos a transformar o nosso negócio, estabelecendo a GM como uma empresa mais focada e disciplinada. Globalmente, estamos agora nos mercados certos para impulsionar a rentabilidade, fortalecer o desempenho dos nossos negócios e capitalizar as oportunidades de crescimento a longo prazo. Continuaremos a otimizar o nosso mercado de operações por mercado para melhorar a nossa competitividade e a nossa base de custos”, afirmou Mary Barra, a CEO da GM.

O presidente da GM International, Stefan Jacoby, completou os comentários de Barra ao revelar que a empresa determinou o montante de investimento necessário para produzir uma extensa linha de produtos na Índia e que tal acabaria por não representar qualquer tipo de lucro a longo prazo. No entanto, as exportações da Índia triplicaram durante o ano passado, de modo que a empresa decidiu manter a sua fábrica de Talegaon e concentrar-se no mercado da exportação.

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...