Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Fique a conhecer tudo sobre o novo Jeep Compass

A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) aproveitou a escolha de Portugal como base para a apresentação europeia do novo Compass á comunicação social, para anunciar que a Jeep – uma das marcas de maior sucesso da FCA! – vai deixar de ser importada pelo grupo Bergé, passando, oficialmente, para as mãos da FCA Portugal no mês de setembro. Quanto ao Compass, nova geração para preencher o vazio entre o Renegade e o Cherokee.

O Jeep Compass coloca-se na gama e na segmentação europeia entre o Renegade e o Cherokee, sendo um SUV do segmento C que utiliza a mesma base do Renegade (e já agora do 500X) quatro motores gasolina e diesel – 1.4 litros com 140 e 170 CV e 230 e 250 Nm de binário, respetivamente, um 2.4 litros com 184 CV e 237 Nm e depois o 1.6 litros turbodiesel com 120 CV e o 2.0 litros com 140 e 170 CV, respetivamente – caixa manual de seis velocidades ou automática de 9 relações e possibilidade de tração integral permanente. O estilo exterior, pensado por americanos, mantém o ADN da marca (visível nas cavas das rodas, na grelha dianteira com as sete barras, desta feita emolduradas por um fundo negro e na traseira com os farolins elevados) com uma lateral forte e bem vincada e um tejadilho pintado de preto que rebaixa a silhueta. Quanto aos níveis de equipamento, já estão confirmados: Sport, Longitude e Limited, acrescentando-se um quarto nível denominado Trailhawk, virado para o todo o terreno e por isso a exibir para choques cujo desenho oferece mais ângulo de ataque e de saída, proteções inferiores para evitar pancadas e um curso de suspensão de 20 cm (mais 2,5 cm). Tudo isto acrescenta cerca de uma centena de quilos ao Compass e está disponível, apenas, na versão TrailHawk que, naturalmente, disponibiliza a tração integral.

No interior, a Jeep oferece vários ecrãs para o sistema UConnect (5, 7 e 8,4 polegadas) sendo que os maiores possuem alta definição e incluem Android Auto e Apple CarPlay. Para as versões de tração integral, lá estão comando rotativo do sistema Select Terrain para escolher os modos de condução consoante os pisos.

O sistema de tração integral possui uma embraiagem no diferencial traseiro e outra no diferencial dianteiro que abre ou fecha consoante as necessidades que os sensores do sistema entendem ser as mais adequadas para o piso encontrado. Por exemplo, se rolar em auto estrada, o Compass estará apenas em tração dianteira, caso haja necessidade os sensores alinham a velocidades dos semi eixos dianteiros e traseiros, alinham as engrenagens e quando tudo está á mesma velocidade, fecham as embraiagens e passa o binário a ser enviado para as rodas traseiras. Tudo feito num piscar de olhos. O sistema conta, assim, com o Jeep Active Drive e com o Jeep Active Drive Low (espécie de redutoras) este último com uma relação de 20:1 e capacidade para enviar todo o binário para uma única roda. O Select Terrain faz parte do Jeep Active Drive e oferece cinco modos (Auto, Snow, Sand, Mud e Rock, ou seja, Auto, Neve, Areia, Lama e Pedras, sendo que este está disponível, apenas no Trailhawk). Com as alterações acima referidas, o Compass Trailhawk tem um ângulo de entrada de 29,1 graus, saída de 33,1 graus e ventral de 23,7 graus. Os pneus são de 17 polegadas e como referimos, a distância ao solo é de 22,9 cm.

No que toca a tecnologia, o Compass está equipado com cerca de 70 sistemas diferentes, destacando-se o Aviso de Colisão Dianteira eminente e Aviso de transposição involuntária de faixa (ambos de série em todos os níveis) com recentragem do veículo, monitorização do ângulo morto traseiro, aviso de tráfego traseiro quando à saída de estacionamento, estacionamento automático paralelo ou perpendicular, câmara de visão traseira e Cruise control adaptativo entre muitos outros.

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...