Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Grupo Bosch vai criar uma cidade inteligente em Tianjin

O Grupo Bosch vai fazer parte de um projetos pioneiros de cidades inteligentes da China, tendo assinado hoje, 20 de junho, um acordo de cooperação estratégica com a cidade de Tianjin, de modo a explorar as possibilidades de concretizar a iniciativa “Smart Tianjin”, onde o porto chinês irá ser transformado numa cidade inteligente.

“A nova urbanização da China colocou as cidades inteligentes no mapa como um dos principais impulsionadores do desenvolvimento urbano. As cidades precisam de aumentar o fornecimento de conveniência, eficiência energética e segurança. Estamos satisfeitos por ter a oportunidade de oferecer a Tianjin as nossas soluções interligadas como forma de melhorar a qualidade de vida e criar uma cidade economicamente mais eficiente”, referiu Peter Tyroller, membro do conselho de administração da Robert Bosch GmbH, responsável pela região Ásia-Pacífico, durante a cerimónia que ocorreu no Fórum de Cooperação Tianjin-Frankfurt.

Com os sensores, o software e os serviços de tecnologia que fornece como empresa orientada pela inovação, a Bosch está bem posicionada para ajudar a levar a China até à era das cidades inteligentes.

No triângulo que abrange a província de Pequim, Tianjin e Hebei, a China planeia uma área metropolitana internacional: com mais de 15 milhões de habitantes, Tianjin será um importante centro industrial e de transportes, motivo pelo qual o governo municipal criou a iniciativa “Smart Tianjin”, que contará agora com a parceria da Bosch, na projeção desta cidade edificada com base na experiência acumulada em outros projetos semelhantes, tendo em consideração as necessidades locais. Para estar mais perto do seu cliente, a empresa irá instalar um escritório em Tianjin.

Singapura, São Francisco, Estugarda, Berlim e Hamburgo são as cidades onde a Bosch já trabalhou a criação de cidades inteligentes, oferecendo soluções em mobilidade (monitorização ambiental, estacionamento conectado, transporte multimodal), energia (sistemas de aquecimento e refrigeração, unidades de armazenamento de energia), edifícios, segurança (sistemas de proteção de incêndio, video-vigilância, acesso controlado) e administração digital da cidade (aplicação comunitária e plataforma de dados da cidade).

 

 

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...