Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

smart elétric a partir de 22.500 euros

A nova gama smart electric drive combina a agilidade de um smart com uma condução sem emissões, graças aos motores 100% elétricos.  Os preços em Portugal arrancam nos 22,500 euros.

Foto: smart

Nesta quarta geração dos smart, as versões electric drive estão disponíveis no smart fortwo coupé e smart fortwo cabrio, mas também, e pela primeira vez, no modelo de quatro lugares smart forfour.

Preços para Portugal:

  • smart fortwo coupé ed – 22.500 €
  • smart fortwo cabrio ed – 26.050 €
  • smart forfour electric drive – 23.400 €

A smart é assim o único fabricante de automóveis a nível mundial a oferecer a sua gama de modelos equipados simultaneamente com motores de combustão interna e sistema de propulsão totalmente elétrica. Nos próximos dois anos a smart irá passar a oferecer apenas modelos elétricos no seu portfólio.

O motor elétrico de 82 cv está instalado no eixo traseiro e transmite a sua potência às rodas através de uma relação de transmissão constante. O elevado binário de 160 Nm é imediatamente disponibilizado. O modelo elétrico tem uma autonomia de aproximadamente 160 km – ideal para uma mobilidade sem emissões de gases locais em zonas urbanas. A velocidade máxima é limitada eletronicamente a 130 km/h para maximizar a autonomia

Todos os modelos estão equipados de série com um novo carregador de elevada potência. Nos EUA e no Reino Unido o tempo de carregamento é de 2,5 horas – metade do que o do modelo antecessor.

Foto: smart

A partir de 2018 estará disponível como equipamento opcional um carregador rápido e particularmente potente de 22 kW, que permite carregar as baterias em menos de 45 minutos, isto se as condições locais permitirem o carregamento em modo trifásico.

Tal como o modo básico da transmissão, o condutor poderá selecionar o modo ECO. Este foi concebido para um estilo de condução particularmente económico. Além disso, a velocidade máxima é limitada e a curva característica do pedal do acelerador e o nível máximo de recuperação são pré-selecionados. Em modo livre ou durante a travagem, a energia cinética do veículo é convertida em energia elétrica – este processo é designado por regeneração. O sistema de regeneração assistido por radar que se encontra ativo no modo básico da transmissão funciona em antecipação. As condições do trânsito são controladas com um sensor de radar e o sistema seleciona o nível de regeneração adequado à situação atual.

Foto: smart

Foto: smart

Para economizar energia e aumentar a autonomia, os novos modelos também estão equipados com controlo da pré-climatização. Com este sistema o ar no interior do veículo pode atingir a temperatura desejada enquanto o veículo está a ser carregado num posto de carregamento.

Com um painel de instrumentos com indicador de potência e indicador do nível de carga da bateria (de série), ou com o pack de inverno, que inclui aquecimento do volante para o máximo conforto de climatização (opcional), o equipamento dos modelos smart electric drive excede o dos seus irmãos com propulsão convencional. O pack electric drive design (opcional) confere ao veículo um visual expressivo com a célula de segurança tridion e o revestimento dos espelhos exteriores na cor verde exclusive electric. Todos os desejos podem ser correspondidos no que diz respeito a cores e equipamento opcional, uma vez que o programa de personalização smart Brabus também está disponível para o smart fortwo electric drive.

Pioneira na mobilidade elétrica

Os modelos smart fortwo electric drive são produzidos em Hambach e o smart forfour electric drive na fábrica eslovena de Novo Mesto Ambos estão equipados com uma bateria desenvolvida pela Deutsche Accumotive, uma subsidiária da Daimler, a holding que controla as marcas Mercedes-Benz e smart. A empresa sedeada em Kamenz, na Saxónia, constrói o coração elétrico do smart electric drive desde 2012.

Com o início do programa de testes da primeira frota de veículos equipados com propulsão elétrica em Londres no ano de 2007, a smart também se tornou pioneira no campo da mobilidade elétrica quando 100 modelos smart fortwo electric drive foram testados nas ruas da capital Britânica.

Foto: smart

Pouco tempo depois, em 2009, a smart lançou a segunda geração do smart fortwo electric drive com a introdução do modelo em 18 mercados. O objetivo consistia em obter a máxima informação possível sobre a forma como os clientes utilizavam e carregavam os veículos elétricos. A grande procura pelos veículos excedeu todas as expectativas. Ao invés da produção planeada de 1000 veículos, foram produzidos mais de 2000 modelos smart fortwo electric drive em Hambach.

A partir de junho de 2012, a terceira geração do smart fortwo electric drive também obteve um grande sucesso ao conquistar muitos clientes pelo seu conceito de propulsão inovador e futurista. Além disso, em 2013 o smart fortwo foi o primeiro veículo totalmente elétrico exportado da Europa para a China. Na Alemanha e num curtíssimo período de tempo, o smart elétrico estabeleceu-se como líder de mercado entre os veículos elétricos com recurso a bateria com uma quota de mercado de cerca de 40%, mantendo esta posição durante três anos consecutivos.

Agora, com a quarta geração, a smart decidiu que o seu futuro irá passar em definitivo pela mobilidade elétrica. Este anúncio foi efetuado pelo Dr. Dieter Zestche, durante o Salão de Frankfurt de 2017, no qual foi anunciado que a smart passará a oferecer apenas motorizações elétricas na Europa e nos EUA no decurso dos próximos dois anos. A smart será assim a primeira marca a fazer a mudança de motores a combustão interna para motores totalmente elétricos.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Airbus vai ter open day. Há 90 vagas para fábrica portuguesa
Marketeer
Trotinetes hive chegam à app Free Now