Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Lucro da Geely duplica em 2017

O resultado da Geely Automobile Holdings, dona da Geely e Volvo, mais que duplicou, em 2017, impulsionado pelo aumento de vendas de SUV na China.

DR
Li Shufu, presidente da Geely.

O lucro líquido subiu de 5100 milhões de yuan, em 2016, para 10,6 mil milhões (equivalente a 1.700 milhões de dólares), refere um comunicado do grupo chinês, sedeado na cidade de Hangzhou.

O volume de negócios progrediu 73%, para 92,8 mil milhões de yuan.

Além da Geely e da Volvo, o Grupo adquiriu nos últimos meses participações de controlo no fabricante de pesados AB Volvo, no grupo malaio Proton (dona da marca britânica Lotus), da empresa que produzi os novos táxis elétricos de Londres e na start-up Terrafugia, que está a desenvolver automóveis voadores. No mês passado, o presidente da Geely adquiriu também uma posição na Daimler, pagando 9 mil milhões de dólares para se tornar no maior acionista da dona da Mercedes-Benz e smart.

“A longo prazo, estas aquisições vão ser fontes adicionais para o crescimento do Gerupo, refere o comunicado.

O Grupo, que ambiciona a tornar-se o primeiro player global do sector de origem chinesa, está também a lançar na Europa a marca premium Lynk, que tem uma fábrica na Bélgica e que vai agora entrar no mercado dos EUA.

Para este ano, a Geely prevê vendas de 1,58 milhões de unidades, 27% acima dos 1,25 milhões de registos de 2016, mas em abrandamento face ao crescimento de 63% do ano passado e em linha com a desaceleração do mercado chinês.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Marketeer
Algarve quer entrar em 2020 na companhia de turistas andaluzes