Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Salão de Paris 2018: a antevisão

Ainda faltam dois meses para a sua realização e ainda cheira a verão e muitos ainda não cumpriram o período de férias. Mas no AUTOMONITOR gostamos de falar das coisas com antecedência e, por isso mesmo, começamos já a revelar-lhe as novidades que vão estar presentes no certame francês que se abrirá portas no dia 4 de outubro.

Segundo maior certame europeu o “Mondial de L’Auto Paris 2018” é a segunda oportunidade do ano para revelações de novos modelos ou protótipos que possam antever o futuro. Porém, parece que há uma debandada das marcas que começam a olhar para os Salões Automóvel como algo do passado e que não faz sentido numa era completamente digital. Outras não vão estar presentes por motivos mais prosaicos como a falta de recursos para “desperdiçar” num ambiente de muito glamour e opulência.

Assim, estarão ausentes do “Mondial de L’Auto 2018”, Volkswagen, Nissan, Infiniti, Ford, Volvo, Subaru, Mazda, Mitsubishi, Opel e Lamborghini. O grupo FCA (Fiat Chrysler Automobiles) só terá a Maserati presente no espaço do salão parisiense, o que significa que marcas como a Alfa Romeo, Fiat e Jeep não vão estar presentes. Não se espera que mais construtores faltem ao certame, porém, esta tendência é um sinal para o futuro dos grandes salões.

Entretanto, já são conhecidas algumas das novidades que vão estar em exibição na Porta de Versailles e o Automonitor revela-lhe tudo.

Audi

Não será novidade absoluta, até porque já se sabe tudo sobre o novo modelo. Seja como for, será no espaço da Audi em Paris que o modelo será, oficialmente, revelado. Pode ler aqui tudo sobre o carro. Paralelamente ao lançamento do A1, deverá ser revelada a versão Allroad do Audi A6 Avant e o renovado Audi A4 também é esperado em Paris.BMW

Perdida a liderança do segmento Premium na Europa, a BMW tem estada muito ativa e a nova geração do Serie 3 será decisiva. Será lançado em Paris, destacando-se pelo facto de ser completamente novo e estrear a plataforma CLAR que utiliza adota várias medidas para reduzir o peso e assim ajudar na economia de combustível. As mecânicas também vão contribuir para reduzir as emissões, sendo esperados várias versões híbridas e, muito provavelmente, uma variante elétrica. Disputará os holofotes com o aguardado Z4, feito em parceria com a Toyota (do lado japonês dará forma ao regresso do Supra) e que estava ausente da gama BMW há dois anos. O coupé desportivo terá motor central dianteiro e tração traseira. Acredita-se que a BMW irá revelar, também, nova geração do X5 que será maior em todas as direções e terá como base a plataforma do Série e Série 7.

DS

A marca Premium do PSA Group (Peugeot, Citroen, DS e Opel) estará a jogar em casa e vai revelar o segundo SUV da marca, o DS3 Crossback, juntando-se, assim, ao DS7 Crossback, já em comercialização. O modelo mais pequeno bebe inspiração no maior, com um estilo que pretende seduzir os clientes do Audi Q2 e do Mini Countryman. No espaço da DS estará, também, um modelo elétrico que utiliza a plataforma e-CMP que poderá ser a base de todos os modelos elétricos da Peugeot, Citroen e Opel.

Kia

Já foi anunciado aquando do lançamento do novo Kia Ceed, a marca coreana vai lançar uma “Shooting brake” à imagem do que a Mercedes fez com o CLA, que vem tomar o lugar da versão de três portas, cada vez mais marginal nas vendas. A influência do Stinger é evidente e o modelo promete deixar todos boquiabertos. O protótipo Proceed deixa algumas pistas…

Mercedes

A versão AMG do novo Classe A chegará ao mercado em 2019, mas os adeptos da AMG terão o privilégio de ter dose dupla: um A35 AMG e um A45 AMG. O primeiro será rival do Audi S3 e do VW Golf R exibindo, mais coisa menos coisa, 300 CV. Já o A45 AMG “atira-se” ao RS3 e ao BMW M2, com um motor a debitar para lá dos 400 CV. A versão de três volumes do Classe A também fará a sua aparição em Paris. Rival direto do Audi A3 três volumes, já foi revelado, mas na versão chinesa. O carro europeu será um nadinha diferente, até porque mais curto.

Peugeot

O novo 508 é um sinal que Carlos Tavares ainda acredita que é possível fazer negócio com as berlinas e carrinhas grandes. E em Paris vai se estrear a versão carrinha, apostando num estilo radical e em características inovadoras. Sabe-se, também, que uma variante híbrida “Plug-n” vai se juntar à gama e estará presente no Salão de Paris.

Porsche

Lançado em 2014, o Macan cumpre renovação após quatro anos de vendas. Nada de muito profundo, pois o que mais muda é debaixo do capô motor. Acabou o motor diesel, recebendo os modelos de base a gasolina muitas melhorias para reduzir consumos e emissões. Rumores dizem que o Macan irá receber uma versão híbrida. O motor 2.0 litros turbo é a base da gama e terá uma melhoria na potência para os 300 CV. O interior também terá alterações, nomeadamente, no sistema de info entretenimento.

Skoda

Pela primeira vez, a casa checa vai oferecer um SUV com características desportivas. Chama-se, sem surpresas, Kodiaq vRS e terá um motor de 240 CV. O carro está pronto, será exibido em Paris e, entretanto, juntou-se à moda dos recordes e bateu o melhor registo para um SUV de sete lugares no Nurburgring. O Karoq vai receber uma versão Scout, que se torna mais radical e mais de acordo com a vocação fora de estrada que as versões 4×4 têm.

Suzuki

A marca japonesa vai lançar, no mercado Europeu, o novo Jimny 4×4. É o regresso do mini SUV da casa japonesa.

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...