Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Vendas de automóveis crescem 13,6% em julho

As vendas de automóveis ligeiros de passageiros novos em Portugal totalizaram 19.961 unidades em julho, 13,6% acima dos registos do mesmo mês do ano passado, alavancado pelo habitual período de alta de pré-férias e pelas vendas ao rent-a-car. No acumulado dos primeiros sete meses, as vendas somam já 164,521 unidades, maios 6,7% face ao período homólogo.

DR

O mercado de comerciais ligeiros registou em julho de 2018 uma evolução ligeiramente desfavorável, tendo caído 1,8% face ao mês homólogo do ano anterior, situando-se nas 2.953 unidades matriculadas. Em termos acumulados, no período de janeiro a julho o mercado atingiu 22.258 unidades, o que representou um acréscimo de 2,6% face ao período homólogo do ano anterior.

Com um crescimento de 72,1% face a julho de 2017, a Fiat cimentou a sua posição no mercado de ligeiros de passageiros. Desde o início do ano, a marca italiana soma já 10,8 mil unidades vendida. A Renault consolidou a sua liderança ganhando terreno à Peugeot, segunda classificada no ranking. No Top 10 das vendas de julho, em que se regista a entrada da SEAT em substituição da Toyota, seis marcas têm progressões a dois dígitos, três fecham o mês no vermelho (Mercedes-Benz, Opel e BMW) e a Volkswagen tem um crescimento muito residual, regressando a terreno positivo.

Jeep, Ferrari e Maserati são as marcas que mais crescem, num mês em que 20 das 36 marcas presentes no mercado registam um ritmo de crescimento a dois dígitos. Na metade superior da tabela de vendas, além da Fiat, destacam-se a SEAT. Toyota, Hyundai, Kia, Ford e Mitsubishi.

Em sinal contrário, com fortes quebras de vendas face a julho de 2017, estão a Dacia, Audi, Mini. Mazda, Land Rover e Suzuki.

No acumulado dos primeiros sete meses, a Renault mantém a liderança folgada do mercado, com uma quota de quase 14,6%, apesar de perder terreno para a Peugeot e Fiat, as suas rivais mias directas. A SEAT entra no Top 10, trocando de posição com a Toyota. Ambas as marcas fecham os primeiros sete meses com um crescimento homólogo das vendas superior a 20%, o mesmo acontecendo com a Citroen.

Mas abaixo na tabela, destaque para a Hyundai, Honda, Alfa Romeo, Jaguar e DS e, sobretudo, para a Jeep. De registar ainda as performances da Lamborghini, que com cinco unidades vendidas desde janeiro quintuplica as vendas do ano passado, e da Alpine, que soma já dez unidades vendidas em Portugal.

No mercado dos comerciais ligeiros, Renault, Peugeot, Citroen e Fiat mantém, por esta ordem, as suas posições relativas, nas quatro primeiras posições na tabela, ganhando terreno à Ford, Opel e Toyota, os seus perseguidores mais próximos.

VEJA AQUI AS TABELAS DE VENDAS DA ACAP

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...