Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Por terra e asfalto: SEAT Tarraco sem medo de viagens extremas

O SEAT Tarraco, que terá apresentação oficial a 18 de setembro, já circula, mas fá-lo camuflado para não revelar as suas linhas nem o design. Stefan Ilijevic, responsável pelo Pré-Desenvolvimento, Patentes e Inovação da SEAT, sentou-se ao volante do novo modelo para pôr à prova as suas prestações.

Honrando o nome, o terceiro SUV da marca circulou pela costa mediterrânica, perto de Tarragona. Estas são as primeiras impressões de Stefan Ilijevic ao volante:

– O maior da família: depois de dar o arranque ao motor e de fazer as primeiras curvas, Stefan comenta “as sensações ao volante do novo Tarraco são impressionantes. É muito dinâmico e, simultaneamente, faz-nos sentir muito seguro”. O último SUV da marca de Martorell conta com até sete lugares e uma bagageira com 760 litros. O condutor tem “uma grande sensação de amplitude, de volume”, acrescenta o engenheiro.

– Em boa forma sobre qualquer terreno: o SEAT Tarraco enfrenta um circuito ´offroad` que colocará à prova o seu funcionamento antes da apresentação internacional. “É capaz de superar um terreno montanhoso, pedregoso e com pendentes de até 70%”, comenta o engenheiro perante um trilho com descida muito inclinada. “A tração às quatro rodas parece não ter limites. Neste momento, o carro está a travar sozinho”, acrescenta Stefan.

– Sem medo das viagens extremas: o veículo segue o trilho e, numa curva muito apertada, começa a inclinar-se na encosta. “Está pensado para poder superar com sucesso inclinações laterais de 85%. E até num troço como este a sensação é de robustez e de segurança”, diz. Além disso, este modelo inclui dois novos modelos de ajuda à condução. Um é o Rollover Assist, que desbloquearia as portas, pararia o motor e faria uma chamada de emergência de forma automática em caso de um hipotético capotamento.

Até seis modos de condução com um simples gesto: “Giramos a posição do seletor dos modos de condução e ficamos prontos a circular em asfalto”. Depois de completar o percurso ´offroad`, Stefan muda para o modo ´sport´. Graças a este sistema, este automóvel torna-se muito versátil: “Pode ser utilizado na montanha no fim de semana sendo também de utilização muito cómoda em cidade”, explica o engenheiro. Além disso, graças à suspensão adaptativa (DCC), “temos a sensação de dinamismo de um automóvel que também pode acompanhar-nos nas longas viagens”, conclui.

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...