Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Novo T-Cross: Aí está o mini SUV da VW

Com estreia Mundial em Amesterdão, Xangai e São Paulo, a Volkswagen apresentou esta quinta-feira o seu novo T-Cross: o primeiro mini SUV da marca alemã. Mais curto e, portanto, mais adequado para a cidade do que o T-Roc, e ainda mais compacto que o Tiguan, o novo T-Cross chega a Portugal em abril de 2019, com a oferta, na fase de lançamento, dos motores TSI de 95 CV e 115 CV e TDI de 95 CV.

Ralf Brandstätter, diretor de operações da Volkswagen Brand, explicou na estreia mundial em Amesterdão: “Na verdade, apresentamos hoje o T-Cross três vezes – divulgámos há algumas horas o modelo em Xangai, e mais tarde será a vez de São Paulo. Isso mostra o quão importante o T-Cross é para a marca Volkswagen como um produto verdadeiramente global”.

Brandstätter apresentou o novo T-Cross juntamente com Cara Delevingne, supermodelo e atriz britânica com 41 milhões de seguidores no Instagram, que se mostrou entusiasmada: “Eu viajo o tempo todo, então trabalhar com a Volkswagen, a maior fabricante do mundo, é uma parceria perfeita para mim. O T-Cross é mais do que apenas um SUV citadino – tem múltiplas facetas (como eu!) e eu adoro o quão elegante é!”.

Tendo como base a mesma plataforma MQB-A0 do Polo e Virtus, o novo T-Cross  tem um comprimento de 4107 mm e 1558 mm de altura (é ligeiramente maior que um VW Polo, tendo a mesma distância entre eixos, e mais curto 12,7 cm que o T-Roc). A bagageira tem uma capacidade entre os 385 e os 455 litros, que pode chegar aos  1281 litros com os bancos rebatidos.

Em termos de motorizações, o novo T-Cross conta com quatro motores turboalimentados: três a gasolina e um Diesel. Os dois motores a gasolina de três cilindros 1.0 TSI com filtro de partículas geram 70 kW / 95 CV ou 85 kW / 115 CV. Já o modelo de topo conta com o motor 1.5 TSI de quatro cilindros com 110 kW / 150 CV. Completando a gama, o motor 1.6 TDI de quatro cilindros com 70 kW / 95 CV. Todos os motores estão em conformidade com o mais recente padrão de emissões Euro 6d-TEMP.

Entre os vários sistemas de assistência do novo T-Cross, destaque para o sistema de visão periférica Front Assist e o assistente de faixa de rodagem Lane Assist (ambos de série), o Blind Spot Sensor, o sistema de deteção de peões e o sistema de proteção proativa dos ocupantes do veículo. De referir também a ampla conetividade – estão disponíveis até quatro portas USB – e a possibilidade de se carregar o smartphone por indução.

Tal como o seu “modelo irmão” Polo, o novo T-Cross será também produzido na fábrica espanhola da Volkswagen em Navarra. A marca alemã deverá investir cerca de mil milhões de euros até 2019 para fazer face ao crescimento especialmente forte do mercado dos SUV compactos que já conta os Honda HR-V, Jeep Renegade, Ford Ecosport, o Renault Captur e Duster, entre outros.

 

https://youtu.be/-lxrCB7V5xU

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...