Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Os 40 anos do Mercedes-Benz Classe G

O Classe G é o top model entre os veículos todo-o-terreno de luxo. Além de ser o ligeiro de passageiros com o maior ciclo de produção na história da Mercedes-Benz, é também o ancestral de todos os SUV que ostentam a estrela de três pontas – é por esta razão que todos os modelos todo-o-terreno da Mercedes incluem no seu nome a letra maiúscula G.

Aquilo que foi iniciado em 1972 com um acordo de cooperação entre a então Daimler-Benz AG e a Steyr-Daimler-Puch na cidade Austríaca de Graz, é agora uma história recheada de adjetivos superlativos e marcos históricos. Tal como naquela época, o Classe G continua a ser fabricado principalmente à mão na fábrica de Graz.

Desde o primeiro projeto de design que não foi considerado um veículo todo-o-terreno vulgar. Os gestores de produto, os designers e os engenheiros projetaram um veículo que oferecia uma convincente combinação de fiabilidade, construção robusta e excecional desempenho em todos os terrenos, que entretanto seduzia os clientes com um autêntico conforto, exclusividade e, acima de tudo, segurança, para fins de lazer.

Na altura do seu lançamento de mercado, na primavera de 1979, o modelo estava disponível com uma seleção de quatro versões de motor, com potências desde 53 kW/72 CV a 115 kW/156 CV. Os clientes podiam optar por uma versão Cabriolet com curta distância entre eixos ou pelas versões Station com curta ou longa distância entre eixos.

Em 1989, os veículos da série de modelo 463 marcaram o início de um processo evolutivo para o Classe G que não abrangia apenas o aperfeiçoamento tecnológico. Tratava-se de uma evolução que também trouxe uma base de admiradores constantemente em crescimento e que destacou o seu carácter como um veículo exclusivo para qualquer ocasião. Em 1993, o modelo recebeu o nome oficial que é utilizado até à atualidade: o Classe G.

O 25º aniversário do Classe G foi marcado pela chegada ao mercado de um modelo muito especial, desenvolvido pela Mercedes-AMG: o G 55 AMG Kompressor. O seu motor de oito cilindros (350 kW/476 CV, 700 Nm de binário) deu ao robusto todo-o-terreno um nível inédito de prestações e demonstrou o tremendo potencial do Classe G.

O 30º aniversário do Classe G foi celebrado em 2009 com uma série de novas características de equipamento, que aperfeiçoaram principalmente o conforto e a exclusividade do interior. Os bancos dianteiros ergonomicamente otimizados ofereceram um maior apoio, enquanto os bancos climatizados e com novo design tornaram este veterano ainda mais luxuoso. Desde então, as vendas do Classe G aumentaram continuamente. Graças às fortes taxas de crescimento, o pai dos SUV atingiu um novo máximo de vendas em 2016, com praticamente 20.000 unidades vendidas num ano.

Os novos motores AMG, uma gama notoriamente alargada de elementos, uma superior qualidade interior, as alterações cuidadas no exterior e as características de segurança como o DISTRONIC Plus e o PARKTRONIC, asseguraram um maior aperfeiçoamento do Classe G em 2012. Um ano mais tarde, a Mercedes-Benz alargou o portfólio de produtos com o G 63 AMG 6×6: um veículo todo-o-terreno de três eixos que combinou o “melhor de três mundos”, que tal como todos os desenvolvimentos da nova geração do Classe G era caracterizado pela robustez dos veículos pesados de aplicações especiais e pela tecnologia da Mercedes-AMG.

O G 500 4×4² de 2015 não só acrescentou um interior luxoso à equação, mas também uma altura ao solo de 45 centímetros e um impressionante desempenho em estrada. Desde 2015, o fabricante designo ofereceu aos clientes a possibilidade de personalizarem os seus Classe G com exclusivas versões de equipamento. Em 2017, o extraordinário G 650 Landaulet deixou o seu cunho extremamente especial. Foi o primeiro do seu tipo a ser lançado com o nome Mercedes-Maybach e apenas foram fabricadas 99 unidades. Com o seu poderoso motor V12, eixos pórticos, capota de lona operada eletricamente e equipamento exclusivo no compartimento traseiro, esta versão do “G” destinava-se a clientes que pretendiam uma condução ao ar livre tão exclusiva quanto elegante.

O verão de 2017 testemunhou a saída do Classe G número 300,000 da linha de montagem de Graz – um Mercedes-Benz G 500 em azul metalizado Mauritius designo com bancos em pele preta e pespontos contrastantes em branco. Equipado com uma vasta gama de características de todo-o-terreno, incluindo pneus todo-o-terreno montados em jantes pretas de 16 polegadas e robustas barras longitudinais do tejadilho, o veículo de aniversário embarcou este verão numa nova aventura.

Os fãs do Classe G em todo o mundo determinaram as especificações do veículo através da votação nos seus equipamentos e elementos preferidos na página oficial do Classe G no Facebook. As futuras viagens do Classe G número 300.000 também poderão ser seguidas nas redes sociais.
O novo Classe G será apresentado no Salão de Detroit em 2018.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Qual o impacto da tecnologia na Gestão de Talento?
Marketeer
Arranca a segunda edição do From Start-to-Table