Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

BMW aposta na interação natural entre condutor e veículo

O BMW Group apresentou no Mobile World Congress 2019 em Barcelona, a decorrer de 25 a 28 de fevereiro de 2019, o ‘BMW Natural Interaction’: um novo sistema que combina a mais avançada tecnologia disponível de comando de voz, com controlo de gestos expandido e reconhecimento através do olhar, permitindo operações multimodais genuínas pela primeira vez. As primeiras funções do ‘BMW Natural Interaction’ vão estar disponíveis no BMW iNEXT a partir de 2021.

Tal como no diálogo interpessoal, o ‘BMW Natural Interaction’ permite ao condutor utilizar a sua voz, gestos e olhar ao mesmo tempo em várias combinações, para interagir com o seu veículo. O modo preferido de operação pode ser selecionado intuitivamente, de acordo com a situação e o contexto. Os comandos de voz, os gestos e a direção do olhar podem ser detectados com segurança pelo veículo. Essa interação multimodal livre é possibilitada pelo reconhecimento de voz, por uma tecnologia de sensores otimizada e por uma análise de gestos sensível ao contexto.

“Deve ser possível aos condutores comunicarem com os seus veículos inteligentes e conetados de forma totalmente natural”, explicou Christoph Grote, Senior Vice Presidente Eletronics do BMW Group.

Através da detecção precisa dos movimentos da mão e dos dedos, a direção do gesto – além do tipo de gesto – também é registada pela primeira vez num espaço de interação que engloba o ambiente operacional do condutor. As instruções faladas são registadas e processadas usando o ‘Natural Language Understanding’ (Entendimento Natural de Linguagem): um algoritmo de aprendizagem inteligente, que está a ser constantemente aperfeiçoado e que combina e interpreta as informações complexas para que o veículo possa responder em conformidade. Isto cria uma experiência multimodal interativa voltada para os desejos do condutor.

“As pessoas não precisam de pensar na estratégia operacional que devem usar para conseguir o que querem. Devem sempre poder decidir livremente – e o veículo deve, por isso, entendê-los. O ‘BMW Natural Interaction’ é um passo importante para o futuro dos veículos autónomos, quando os aspetos interiores deixam de ser apenas desenvolvidos a pensar no condutor e os ocupantes adquirem maior liberdade”, concluiu o responsável.

Interação ambiental

Graças a uma rede inteligente, a área do ‘BMW Natural Interaction’ estende-se além do interior do veículo. Por exemplo, o condutor pode apontar o dedo para objetos no seu campo de visão e dar comandos de voz relacionados, assim como pedir informações sobre horários de funcionamento ou classificações de clientes ou reservar uma mesa num restaurante.

Graças à profundidade de conectividade do veículo, dados ambientais extensivos e inteligência artificial, o ‘BMW Natural Interaction’ consegue transformar o veículo num passageiro bem informado e útil. Ao conectar serviços digitais, será possível expandir a interação no futuro. Por exemplo, quando o condutor vê um espaço de estacionamento, poderá facilmente descobrir se é um lugar válido e quanto custa o estacionamento, e depois reservar e pagar diretamente sem ter de premir um botão.

Benefícios

Como parte de uma sofisticada instalação de ‘mixed-reality’, a BMW desafia os visitantes do Mobile World Congress 2019 a experimentarem cenários nos quais poderão experimentar os benefícios do ‘BMW Natural Interaction’. Um conceito espacial especialmente desenhado para o efeito e óculos de realidade virtual são usados para criar uma experiência completamente realista que mostra as novas possibilidades durante um passeio virtual no BMW Vision iNEXT.

Os visitantes descobrem a liberdade, até então desconhecida, do controlo por gestos em toda a área detetada pela câmara gestora, que se estende por toda a largura do interior do veículo. Inicialmente, no modo de treino, a detecção direcional do gesto de apontar é visualizada por um pulso de luz dinâmico que segue a direção. Objetos com os quais o condutor pode interagir quando este aponta para as funcionalidades são realçados.

A forma extremamente natural dessa interação torna-se aparente na simples combinação de gesto e linguagem. Por exemplo, se o condutor apontar para uma janela lateral, isso será destacado visualmente com um quadro e o comando de voz “Abrir” abrirá a janela escolhida.

Essas possibilidades totalmente novas de interação com o ambiente imediato são reveladas durante uma viagem automatizada através de uma cidade futurista com a qual o motorista não está familiarizado. O veículo assume a direção e o visitante embarca num passeio turístico de um tipo muito diferente – basta apontar para os prédios para obter todas as informações de que precisam sobre eventos e exposições.

No final do passeio, o utilizador pode reservar bilhetes para um cinema ao longo da sua rota e o trailer do filme é diretamente transmitido no veículo.

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...