Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Ensaio: Volkswagen Up! GTI – Homenagem ao mestre

A versão GTI do pequeno Volkswagen Up! é inspirada no Golf de 1976 com a mesma sigla. Conta com um patamar semelhante de peso e potência e até um visual a condizer, com alguns detalhes que os fãs deste modelo vão identificar de imediato.

Gostamos de imaginar que a ideia de criar uma versão mais desportiva do pequeno Volkswagen Up! surgiu da seguinte forma: um dia, provavelmente durante a sua hora de almoço, alguns dos engenheiros da marca encontravam-se a relembrar diversos dos modelos mais icónicos da Volkswagen e foi apenas uma questão de minutos até surgir na conversa o Golf GTI. O original, de 1976. De como o seu comportamento dinâmico marcou o mundo dos desportivos compactos para sempre, muito devido à sua simplicidade e baixo peso. “Era mesmo divertido de conduzir, hoje as coisas estão bastante diferentes”, dizia um deles (em alemão, claro). Até que, do outro lado da mesa, um dos outros engenheiros olhou para um pequeno Up! estacionado lá fora e comentou: “O peso do Golf GTI original não devia ser muito diferente de um Up! atual. Se ao mesmo tivesse o mesmo patamar de potência e uma suspensão mais desportiva”…

Desde este momento até ao nascimento da versão GTI do pequeno Up! não deve ter demorado muito. A ideia de homenagear um modelo tão icónico como o Golf GTI pareceu boa desde o primeiro momento. Para dar um toque mais desportivo ao pequeno Up!, a Volkswagen optou por jantes de 17 polegadas especificas para este modelo, por uma asa traseira de dimensões mais generosas e por para-choques de visual mais desportivo. Junto das saias laterais, estão presentes faixas de cor negra que também contribuem para este visual e tanto na grelha dianteira como na zona inferior da tampa da bagageira estão presente uma discreta risca vermelha que, para os fãs da sigla GTI, faz toda a diferença.

No habitáculo, o primeiro ponto que capta o olhar são os assentos com o padrão xadrezado que recordamos justamente do Golf GTI da primeira geração, sempre com uma discreta risca vermelha a destacar-se entre todas as outras cinzentas. O tablier, por outro lado, não tem o visual tão simplista como o do modelo original, mas já inclui elementos como o ar condicionado automático ou um pequeno visor para as informações do sistema de som e outras configurações, que também serve para nos mostrar as imagens da camara de estacionamento traseira. E de um lado ao outro a faixa que cobre todo o tablier tem uma tonalidade vermelha, que lhe dá um visual mais desportivo, especialmente de noite, uma vez que a iluminação interior também dá uma ajuda neste ponto. No topo do tablier está presente um encaixe onde podemos instalar o nosso telefone, por exemplo, que poderá incluir aplicações de telemetria ou um sistema de navegação.

O painel de instrumentos é simples, como nas restantes versões deste modelo e conta com o velocímetro de grandes dimensões ao centro, ladeado por um pequeno conta-rotações e pela informação do combustível existente no depósito. O volante é que tem um visual um pouco mais desportivo, graças à presença das costuras em vermelho e do logo GTI na sua zona inferior. O comando da caixa de seis velocidades tem um desenho igualmente desportivo, mas não, não tem o formato de uma bola de Golf uma vez que este modelo não é um Golf.

Quem tem a sorte de estar sentado ao volante, pode contar com uma boa posição de condução e com assentos de apoio suficiente para uma condução mais emotiva e é justamente aqui que este pequeno Up! ganha o seu maior destaque. O peso a rondar apenas uma tonelada faz com que os 115 cavalos de potência do pequeno motor de um litro pareçam mais de 200 em algumas situações. A facilidade com que sobe de regime torna a condução ainda mais divertida e faz envergonhar alguns desportivos que tinham olhado para o pequeno Up! como um citadino armado em carro de corrida.

No exterior, e além das diversas aplicações em vernelho e logos GTI, as jantes de 17 polegadas parecem gigantes num modelo tão pequeno como o Up!, mas foram desenhadas pela Volkswagen R e casam na perfeição com o resto do conjunto. Afinal, são pouco mais de 3,5 metros e uma altura que não chega ao metro e meio, uma vez que também tem uma altura ao solo mais reduzida devido á presença de uma suspensão de afinação mais desportiva.

Dinamicamente, o pequeno Up! permite contar mais com a forma como os 115 cavalos passam para as rodas dianteiras, ajudando a direcionar a carroçaria, do que com as diversas ajudas eletrónicas que já consideramos habituais em diversos outros modelos e que, em alguns casos, apenas podem tornar tudo mais complicado. O trabalho da suspensão é bastante eficaz e a estabilidade em curva é elevada graças a uma maior firmeza da suspensão. A sua condução consegue ser tão divertida que até dispensávamos a sonoridade produzida artificialmente no habitáculo com o objetivo de nos soar mais agressivo ao ouvido.

VEREDICTO

O Up! GTI é uma verdadeira homenagem ao GTI original, seja no visual ou na condução e é por isso um modelo bastante especial. A maior desvantagem está mesmo no facto de, tal como acontece com os brinquedos de que gostamos mais, o seu preço não é dos mais amigáveis. Ainda assim, e já com todos os extras da unidade ensaiada somados ao preço final, o Volkswagen Up! GTI que vê nas imagens fica a custar pouco mais de 20 mil euros. E pode passar facilmente para baixo desta fasquia se dispensar a presença, por exemplo, do teto de abrir panorâmico.

FICHA TÉCNICA

Volkswagen Up! GTI

MOTOR: 3 cilindros em linha; Cilindrada (cm3): 968; Potência máxima (cv/rpm): 115/n.d.; Binário máximo (Nm/rpm): 200/2.000-3.500; TRANSMISSÃO: Tração dianteira; Caixa manual de 6 velocidades; Suspensão (fr./tr.): Independente, McPherson; Eixo rígido; DIMENSÕES: Comprimento/Largura/Altura (mm): 3.600/1.641/1.478; Distância entre eixos (mm): 2.407; Largura de vias (fr./tr.) (mm): 1.428/1.424; Travões (fr./tr.) Discos vent./Discos sólidos; Peso (kg): 1.070; Capacidade da bagageira (l): 251; Depósito de combustível (l): 35; Pneus (fr./tr.): 195/40 R17; PRESTAÇÕES: Aceleração de 0-100 km/h (s) 8,8; velocidade máxima (km/h) 196; CONSUMOS: Urbano/Extraurbano/Combinado (l/100 km): 6,0/4,1/4,8; Emissões de CO2 (g/km) 110;
PREÇO (versão base): 18.666 euros; PREÇO (unidade ensaiada): 20.429 euros

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...