Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Ensaio: Seat Ibiza 1.6 TDI Xcellence – Sobre os diesel…

Na atual geração do Seat Ibiza, os diesel continuam em grande força, especialmente nesta versão 1.6 TDI de 115 cavalos, que representa o topo da oferta nesta gama.

A nova geração do Seat Ibiza é, como não poderia deixar de ser, a melhor de sempre e chegou mesmo a receber o troféu do Carro do Ano em 2018. Face ao seu antecessor, o salto qualitativo foi considerável e apesar de não ter mexido muito no seu visual, a verdade é que este Ibiza é totalmente novo e foi mesmo um dos primeiros modelos a incluir a plataforma modular MQB A0 do Grupo Volkswagen.

As motorizações diesel, no entanto, chegaram um pouco mais tarde, todas equipadas com o bloco de 1,6 litros, mas com três patamares de potência distintos, estando a versão de 115 cavalos com caixa de velocidades manual de seis relações, no topo da oferta. Por cerca de 25 mil euros temos acesso ao nível de equipamento Xcellence, já com um bom conteúdo em termos de equipamento, ainda que os elementos que mais desejamos estejam apenas presentes na lista de opções, aumentando o seu valor final.

Este fator faz com que as opções a gasolina de potência equivalente ganhem um pouco mais de destaque, até porque, com o passar do tempo, o preço de ambos os combustíveis estão cada vez mais próximos e as médias de consumo da versão 1.0 TSI com os mesmos 115 cavalos de potência não chegam sequer a um litro de diferença. E depois, se compararmos o preço de um Ibiza 1.0 TSI com a mesma potência deste 1.6 TDI que aqui lhe mostramos, somos confrontados com um valor acima dos quatro mil euros, o que poderá influenciar muito a escolha.

As motorizações diesel ficam assim destinadas apenas a quem tem de percorrer bastantes quilómetros diariamente, apostando nas médias de consumo mais comedidas para dilatar a autonomia. A motorização diesel de 1,6 litros é perfeitamente adequada às dimensões e peso do Seat Ibiza, conseguindo garantir prestações acima do esperado, ao mesmo tempo que garante médias de consumo capazes de envergonhar diversos modelos do nosso mercado.

Em estrada, por exemplo, as médias registadas descem até muito próximo dos quatro litros, quando não passam mesmo para baixo deste patamar. Numa utilização mais comum e menos cuidada, continua a não ser difícil manter os valores indicados pelo computador de bordo abaixo dos cinco litros, transformando o Ibiza num autêntico devorador de quilómetros, com a sexta relação engatada enquanto vamos passando por diversas placas com nomes de povoações.

É nesta altura que o sistema de som com a assinatura da Beats ganha o maior destaque, fazendo-nos querer ligar o telefone assim que entramos a bordo, de forma a apreciar da melhor forma as nossas playlists preferidas. Tudo pode ser controlado através do novo sistema de info-entretenimento, já com o novo monitor tátil de maior resolução, que pode incluir o sistema Mirror-Link e espelhar o conteúdo de algumas das aplicações que poderá ter no telefone. Além disso, a bordo do Ibiza contamos ainda com uma imagem mais moderna e com uma escolha de materiais mais cuidada, especialmente nesta versão Xcellence, mas também com o novo painel de instrumentos totalmente digital, o mesmo que encontramos em modelos como o Tarraco e o Cupra Ateca que já tivemos oportunidade de ensaiar, e que pode ser personalizado consoante o gosto de quem vai ao volante.

Apesar do preço a que tem de ser proposto no nosso mercado, a motorização 1.6 TDI de 115 cavalos continua a ser excelente de utilizar para quem gosta do tipo de condução oferecido por um motor diesel, com uma maior disponibilidade de potência a baixos regimes e uma maior dependência do turbocompressor. Os modos de condução disponíveis (Eco, Normal, Sport e um Individual que é personalizável) adequam-se ao nosso estado de espírito, consoante o tipo de estrada que tempos pela frente. O binário máximo de 250Nm está disponível a partir de um regime bastante baixo (1.500 rpm) e mantem-se até às 2.600 rpm, o que se traduz numa utilização mais despreocupada e sem ter de recorrer frequentemente à caixa de velocidades.

O preço do Seat Ibiza 1.6 TDI de 115 cavalos com o nível de Xcellence ronda os 25 mil euros, dependendo do ajuste necessário para as despesas de legalização. O original tom Magenta Mystic que pode ver nas imagens representa um acréscimo de 425 euros, as jantes de 17 polegadas da unidade ensaiada somam mais 615 euros a este valor e todos os extras presentes no Ibiza que tivemos oportunidade de ensaiar já podem deixar o seu preço acima dos 30 mil euros, uma vez que se trata de uma unidade de demonstração com quase todos (ou mesmo todos) os extras presentes.

VEREDICTO

O Ibiza 1.6 TDI é um excelente produto e fará as delicias de quem gosta do tipo de condução oferecido por este género de motorizações, que privilegiam os regimes mais baixos e nos fazem tentar bater o recorde da média de consumo mais baixa de sempre. No entanto, as tendências de mercado estão a fazer com que esta já não seja facilmente a melhor escolha para quem passa uma boa parte do dia a conduzir, uma vez que conta com um preço mais elevado e as médias registadas pelas novas opções a gasolina já não ficam assim tão distantes.

FICHA TÉCNICA

Seat Ibiza 1.6 TDI 115cv Xcellence

MOTOR: 4 cilindros em linha; turbodiesel de injeção direta; Cilindrada (cm3): 1.598; Potência máxima (cv/rpm): 115/3.250-4.000; Binário máximo (Nm/rpm): 250/1.500-2.600; TRANSMISSÃO: Tração dianteira; Caixa manual de 6 velocidades; Suspensão (fr./tr.): Independente, McPherson; Eixo de torção; DIMENSÕES: Comprimento/Largura/Altura (mm): 4.059/1.780/1.444; Distância entre eixos (mm): 2.564; Largura de vias (fr./tr.) (mm): 1.525/1.505; Travões (fr./tr.) Discos vent./Discos sólidos; Peso (kg): 1.258; Capacidade da bagageira (l): 355; Depósito de combustível (l): 40; Pneus (fr./tr.): 215/45 R17; PRESTAÇÕES: Aceleração de 0-100 km/h (s) 10; velocidade máxima (km/h) 195; CONSUMOS: Urbano/Extra-urbano/Combinado (l/100 km): 4,6/3,8/4,1; Emissões de CO2 (g/km) 111;

PREÇO (versão base): 24.667 euros; PREÇO (unidade ensaiada): 30.391 euros

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...