Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

PSA e Fiat Chrysler juntas nos veículos elétricos?

Os Grupos PSA e Fiat Chrysler estão a analisar a possibilidade de uma parceria para a produção de veículos elétricos, confirmou â agência Bloomberg o CEO da PSA, Carlos Tavares, esclarecendo que as negociações estão ainda numa fase preliminar.

Os Grupos PSA e Fiat Chrysler estão a analisar a possibilidade de uma parceria para a produção de veículos elétricos, confirmou â agência Bloomberg o CEO da PSA, Carlos Tavares, esclarecendo que as negociações estão ainda numa fase preliminar.

Foto: Fiat

O Grupo francês, que além da Peugeot, Citroen e DS controla também, desde o ano passado, a Opel alemã e a sua marca gémea britânica Vauxhall, poderá vir a colaborar com a Fiat Chrysler no desenvolvimento de uma super plataforma especialmente desenvolvida para veículos elétricos, reduzindo os custos industriais. Além da Chrysler e Fiat, o Grupo FCA integra também a Jeep, Dodge e a RAM americanas, e a Abarth, Alfa Romeo, Lancia, Maserati e Ferrari italianas.

“Nenhum fabricante de automóveis poderá suportar isoladamente os grandes investimentos necessários ao desenvolvimento dos veículos inteligentes, híbridos e conectados que chegarão ao mercado nos próximos anos”, assegura Carlo Alberto Carnevale Maffe, professor na Universidade de Bocconi, de Milão. “As negociações em curso entre a PSA e a FCA, bem como as que estão a decorrer entre a Daimler e a BMW e a Ford e Volkswagen, são um sinal claro que a indústria precisa de encontrar um novo ponto de equilíbrio para ser competitiva na oferta de produtos e serviços, o que conduz inevitavelmente a uma cooperação no desenvolvimento de tecnologia e nas infraestruturas de suporte”.

As vendas de veículos elétricos deverão disparar, até atingir um volume anual de 60 milhões de unidades, em 2040, o que compara com os 2,2 milhões estimados pela Bloomberg para 2019.

Um porta voz da PSA recusou-se a comentar a possível aliança, remetendo a posição oficial do Grupo para as declarações de Carlos Tavares ao Wall Street Journal, no sábado, de que a PSA não está envolvida em negociações aprofundadas com nenhum outro grupo automóvel, nem tem um alvo específico para esta aliança. “Estamos em conversações contínuas com os nossos parceiros”, disse o CEO da PSA.

A PSA e a FCA renovaram, em fevereiro, a sua aliança para a produção de veículos comerciais ligeiros, passando a incluir também nesta parceira as marcas Opel e Vauxhall.

 

 

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...