Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Conselhos Jeep para condução em todo o terreno

No dia em que celebrou o Dia Jeep 4×4 , na última quinta-feira dia 4 de abril, a Jeep deixou alguns conselhos sobre a condução em todo o terreno.

O dia 4 de abril é o Dia Jeep 4×4, um evento especial dedicado a todos os fãs da Jeep e aos entusiastas de todo o terreno.

Além de poder confiar nas características estruturais, técnicas e tecnológicas da sua gama de veículos – Renegade, Compass, Cherokee e Grand Cherokee – a Jeep avisa que é aconselhável seguir alguns conselhos úteis ao conduzir em todo o terreno.

A que velocidade devo conduzir?

Para conduzir em todo o terreno exigente não são necessárias nem grande velocidade nem grande potência. Em 4×4, a relação de redução baixa e a velocidade mínima dos veículos Jeep com tracção integral, por norma, são suficientes para ultrapassar obstáculos sem precisar de acelerar.

Em muitos casos, com transmissão manual, libertar a embraiagem lentamente e permitir que o veículo passe sobre os obstáculos na relação de caixa mais baixa é a melhor solução. De facto, no Rubicon Trail, a velocidade média é de apenas 1,6 – 8 km/h.

Como devo enfrentar subidas e descidas?

Ao subir ou ao descer colinas, prossiga SEMPRE a direito. Também é aconselhável saber o que o espera do outro lado antes de subir. Na base da subida, deverá aplicar mais potência. Reduza a potência à medida que se aproxima do topo e antes de passar o cume. Se parar, retroceda em marcha atrás. Para descer uma colina, utilize sempre a relação de caixa mais baixa com a transmissão manual. Ao descer uma colina numa relação de caixa baixa, não desengrene a embraiagem e permita que o veículo avance. Deixe que a caixa de velocidades e a compressão do motor abrandem o veículo, utilizando os travões apenas para regular a velocidade.

Se a viatura dispuser de transmissão automática, utilize uma relação de caixa baixa e a configuração de tração mais baixa. Nunca se desloque lateralmente num declive, pois pode fazer com que a viatura perca estabilidade. A condução em todo o terreno pode ser um grande desafio. Siga o mais devagar possível. Use o senso comum, tendo a segurança como principal preocupação.

E para passar sobre rochas e outros obstáculos?

Chamamos-lhe “crawling” (“rastejar”) por alguma razão. Utilize uma relação de caixa baixa e uma configuração baixa de tração integral e deixe que o veículo se mova lentamente e sem acelerar (use um pouco o acelerador se necessário) ao passar sobre obstáculos como rochas ou troncos. Manobre os pneus no topo das rochas e mova-se lentamente sobre as mesmas. Se ouvir raspar, não entre em pânico.

As placas inferiores e as placas laterais de proteção do seu Jeep 4×4 (este equipamento varia em função da versão do seu Jeep 4×4 e dos pacotes adquiridos) absorverão a maior parte dos danos. Reduzindo a pressão dos pneus 1,3-2,2 kg melhora a tração e ajuda a evitar furos – volte à pressão normal depois da utilização nestas condições. Lembre-se, a velocidade ideal para passar sobre rochas é de 1 – 4,8 km/h.

Como devo comportar-me nos trilhos?

Deixe o trilho sempre em melhores condições do que aquelas em que o encontrou. Observe os sinais afixados e as áreas recreativas aprovadas para todo o terreno. Use o seu bom senso, protegendo a beleza e o isolamento da área. E se o terreno parecer especialmente frágil, siga por um percurso alternativo.

Glossário

  • Ângulo de ataque: inclinação máxima superável em subida antes de a carroçaria ou a suspensão tocarem no solo;
  • Ângulo ventral: ângulo máximo superável sem que o fundo da viatura toque no solo;
  • Ângulo de saída: inclinação máxima superável em descida antes de a carroçaria ou a suspensão tocarem no solo;
  • Articulação das rodas: distância máxima que cada roda pode completar para cima ou para baixo;
  • Distância entre eixos: a distância de centro a centro entre as rodas da frente e as de trás do veículo
Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...