Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

FCA paga à Tesla para cumprir metas de CO2

A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) concordou em pagar centenas de milhões de euros à Tesla para evitar pagar multas por violar as leis de emissões de CO2 da União Europeia.

Esta medida permitirá que o grupo italiano compense as emissões de dióxido de carbono das suas marcas com as da Tesla, reduzindo assim a média de emissões de CO2, indica o jornal Financial Times.

Deste modo, a FCA e as suas marcas (Fiat, Abarth, Alfa Romeo e Jeep) vão evitar multas da União Europeia por excederem o limite de emissões estabelecido por lei para entrar em vigor em 2021 (95 gramas de dióxido de carbono por quilómetro).

As multas podem chegar aos 2 mil milhões de euros, de acordo com a PA Consulting, citada pelo Financial Times, que estima que a FCA conte uma média de 6,7 g/km acima do limite.

O Financial Times não adianta detalhes sobre a compensação que a Fiat Chrysler concordou em pagar à Tesla. Segundo documentos da Comissão Europeia, a parceria com a Tesla foi formada a 25 de fevereiro.

“A FCA está comprometida em reduzir as emissões de todos os nossos produtos. A parceria oferece flexibilidade para fornecer produtos que nossos clientes estão dispostos a comprar, ao mesmo tempo em que gere a conformidade com a abordagem de menor custo”, afirmou a FCA em comunicado.

Record-se que esta não é a primeira vez que a Tesla faz acordos deste género: em 2018, vendeu créditos de zero emissões avaliados em mais de 100 milhões de dólares e quase 300 milhões de dólares no ano anterior.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Sharing my Change: Soft skills, Strong changes
Marketeer
Algarve quer entrar em 2020 na companhia de turistas andaluzes