Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Londres passa a ter uma taxa sobre emissões

Veículos mais antigos e poluentes passam a ter de pagar uma taxa extra de emissões para circularem no centro da capital inglesa.

Os condutores de automóveis e motociclos antigos e poluentes têm, desde segunda-feira, de pagar uma taxa de 12,50 libras para poderem circular no centro de Londres.

A taxa para circular na denominada Ultra-Low Emission Zone (ULEZ) afeta os veículos com motores gasolina que não cumpram as normas de emissões Euro 4 e os diesel anteriores ao standard Euro 6

Durante o dia, de segunda a sexta-feira, a maioria dos condutores já tinha de pagar uma taxa extra de congestionamento de trânsito, independentemente das normas de emissões dos seus veículos, no valor de 11,50 libras, para entrar nessa área central, que vai de King Cross, a norte, à City, a leste, ao Museu Imperial de Guerra, a sul e ao Palácio Real de Buckingham, a oeste. A taxa de congestionamento vai manter-se, pelo que o custo total para circular no centro subirá para 24 libras para os veículos mais antigos e poluentes.

“O nosso ar tóxico é um assassino invisível responsável por uma das maiores emergências nacionais de saúde da nossa geração”, justificou em declarações à agência Reuters, o Presidente da Câmara (Mayor) Sadiq Khan. “O ULEZ é a peça central do nosso plano para limpar o ar de Londres”.  De acordo com a BBC, pelo menos 360 escolas primárias do centro de Londres estão localizadas em zonas com níveis de emissões muito acima do legalmente permitido. A ULEZ vai, ainda de acordo com a BBC, ser grandemente expandida em 25 de outubro de 2021, passando abarcar a maior parte da Grande Londres.

 

 

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...