Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Oficial: FCA propõe fusão com a Renault

A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) oficializou esta segunda-feira um plano de fusão com a Renault, por forma a criar o terceiro maior grupo global do setor automóvel.

De acordo com a proposta feita pela FCA – e confirmada pela Renault -, o novo grupo automóvel seria detido em 50% pelos acionistas da fabricante italo-americana e em 50% pelos da Renault.

A proposta prevê ainda que o novo grupo seja cotado nas bolsas de Paris, Nova Iorque e Milão – desde que a proposta foi divulgada, as ações da FCA e Renault nas bolsas europeias subiram 12%.

O novo grupo automóvel teria cerca de 37 mil milhões de dólares de valor de mercado e fabricaria nove milhões de veículos, ficando atrás apenas da alemã Volskwagen e da japonesa Toyota. A grande dúvida que se coloca é o que acontecerá às japonesas Nissan e Mitsubishi, parceiras da Renault há 20 anos – se forem incluídas no negócio, o novo grupo chegará aos 15 milhões de veículos produzidos, tornando-se definitivamente como líder global.

Entretanto, o conselho de administração da Renault anunciou que irá reunir-se ainda hoje para estudar a oferta de fusão. “Será emitido um comunicado de imprensa após esta reunião”, esclareceu a empresa francesa.

A Fiat Chrysler apontou que a fusão criaria a terceira maior fabricante do mundo – com vendas anuais de 8,7 milhões de veículos e uma “forte presença em regiões e segmentos importantes” -, e assegurou que não implicaria qualquer encerramento de fábricas de produção.

O conselho de administração do novo grupo seria composto principalmente por membros independentes.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Quantas faltas justificadas pode dar no trabalho?
Marketeer
Guerra do streaming: consumidores dão oportunidade aos novos players