Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Fiat Chrysler desiste de fusão com Renault

A Fiat Chrysler decidiu desistir da proposta de fusão com a Renault, pela qual estava disposta a pagar 35 mil milhões de dólares (cerca de 31 mil milhões de euros).

A Fiat Chrysler (FCA) decidiu retirar a oferta de fusão com a Renault, depois do conselho de administração da fabricante francesa ter voltado a adiar a decisão sobre a proposta, indica a agência France Presse. Já o Wall Street Journal indica a falta de apoio da Nissan, parceira da Renault, como principal razão para a FCA desistir do negócio.

Já esta manhã, o conselho de administração da Fiat Chrysler justificou a decisão com a falta de “condições políticas em França” para avançar com a união dos dois negócios que tinha uma “estrutura e termos” que eram “cuidadosamente equilibrados para oferecer benefícios substanciais a todas as partes”.

Os executivos da FCA estiveram reunidos na última noite e garantem que a empresa “continua firmemente convencida da convincente lógica transformacional de uma proposta que tem sido amplamente prezada desde que foi submetida”.

A fusão iria criar a terceira maior empresa do mundo do setor, depois da Volkswagen e da Toyota, e poderia reformular a indústria automóvel, numa altura em que os fabricantes estão numa corrida para produzir veículos elétricos e autónomos.

Depois da desistência da FCA, os títulos de ambas as empresas começaram a desvalorizar em bolsa com a Fiat a valer menos 3,45% e a Renault menos 8%.

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...