Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Vendas globais da PSA caem 13% de janeiro a junho

As vendas globais do Grupo PSA registaram uma queda de 13% no primeiro semestre deste ano, por causa do menor número de vendas na China, América do Sul e Oriente Médio.

Nos primeiros seis meses do ano foram entregues 1,9 milhão de unidades Peugeot, Citroën, DS, Opel e Vauxhall, número inferior aos 2,1 milhões de exemplares vendidos no período homólogo de 2018.

O grupo francês apresentou quedas acentuadas em quase todas as regiões do mundo, exceto na Europa. Na China, as entregas diminuíram 62,1%, tendo no entanto a PSA garantido estar a trabalhar com as suas parceiras de joint ventures – Dongfeng e Changan – para reverter os resultados.

Na América Latina, as vendas do grupo caíram 29%, especialmente na Argentina onde as vendas diminuíram 50,3%. No Brasil, graças às vendas de modelos como o SUV Citroën C4 Cactus, o grupo manteve o bom desempenho.

Também no Médio Oriente e África a PSA registou uma queda nas suas vendas: 68% – em parte por causa das ameaças de sanções impostas pelos Estados Unidos, o que prejudicou o grupo no Irão onde a produção foi interrompida.

Já no mercado europeu, as vendas do grupo PSA ficaram tecnicamente estáveis com um resultado positivo de 17,4%.

“Apesar do declínio dos mercados globais no primeiro semestre, as nossas equipas comerciais conseguiram aumentar a nossa participação de mercado em diversos países, principalmente na Europa e em África. A implementação rigorosa das nossas estratégias de Core Model e Core Techno é determinante para a realização de vendas rentáveis e a melhoria da satisfação dos clientes”, afirmou Carlos Tavares, CEO do grupo francês.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Estas profissões vão desaparecer já a partir deste ano. Saiba se a sua é uma delas
Marketeer