Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

PSA Mangualde celebra os 100 anos da Citroën dia 27 de julho

Berço dos mais diversos ícones da Citröen, a PSA Mangualde está a ultimar os preparativos para a celebração do Centenário da marca do double chevron no próximo dia 27 de julho.

Mas porquê no dia 27 de julho? Porque foi neste dia, no ano de 1990, que a fábrica de Mangualde produziu o último Citroën 2CV em todo o mundo.

Do seu programa e sob a assinatura “Origins since 1919”, destaca-se um desfile comemorativo de cerca de 60 viaturas clássicas que, partindo pelas 17h30 das instalações desta importante unidade fabril, irão completar um percurso que terminará frente à Câmara Municipal de Mangualde. Todos os exemplares ficarão, depois, ali expostos, ilustrando grande parte destes 100 anos (de 1919 a 2019) de produções das criações do visionário André Citroën e dos seus sucessores.

Estarão em destaque neste evento alguns exemplares fabricados na fábrica portuguesa do Groupe PSA, como os icónicos Citroën DS, Mehari e AMI, os inesquecíveis Dyane, Visa, AX, Saxo ou o eterno Citroën 2CV, nomeadamente uma unidade especial desse último dia de fabrico deste modelo, feito que a PSA Mangualde regista como seu. Do desfile farão também parte o raríssimo Citroën DS Henri Chapron Palm Beach (único exemplar em Portugal e um dos somente 30 unidades produzidas) e um carro dos Bombeiros de Cacilhas de 1931, entre outros exemplares.

Paralelamente, o programa integra uma exposição histórica da PSA Mangualde, retratando os principais acontecimentos ao longo destes 57 anos de produção, exemplares de street food, construídos sob imagem Citroën, provas de vinhos e animação musical. Neste último contexto destaque para a Banda Filarmónica de Lobelhe, o mesmo grupo que atuou na fábrica neste mesmo dia, há 29 anos, quando a 27 de julho de 1990 saiu da linha de montagem o último 2CV produzido a nível mundial.

Uma área mais comercial contará com a exposição da Edição de Colecionador “Citroën Origins”, composta pelos modelos C1, C3, SUV Compacto C3 Aircross, C4 Cactus e Grand C4 SpaceTourer.

Presença indissociável do panorama industrial, social e económico da região desde 1964, a PSA Mangualde começou por produzir o Citroën 2CV, modelo de que se produziram as referências AZL, AZU, AK e que depois teve como sucessores, nas diferentes linhas de produção daquela unidade, automóveis icónicos como o AMI, FAF, Mehari, GS, CX, GSA, Visa, AX, SAXO, até ao mais recente Citroën Berlingo.

Tendo produzido, até à data, mais de 1 milhão de unidades Citroën, destaca-se, nos anais da já cinquentenária PSA Mangualde, o facto de que das suas linhas saiu não só o último 2CV, como o último Mehari produzido no mundo, entre outros feitos entretanto registados.

Serão, assim, cem os anos de história que, sobre rodas, se irão contar nesse dia, em que se irá também inaugurar uma placa comemorativa na rotunda do Citroën 2CV, na entrada da cidade de Mangualde, na presença do Dr. João Azevedo, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, e do Dr. Jose Maria Castro, Diretor da PSA Mangualde.

Maioritariamente composto por pessoas que, de algum modo, teve, nas suas vidas, algum tipo de ligação com este importante berço das marcas do Groupe PSA, seja como empregados ou familiares, o público será, assim, convidado a (re)viver inúmeras histórias ao lado destes clássicos e saudosos modelos Citroën.

Neste evento, a organização a cargo da PSA Mangualde e da marca Citroën em Portugal, contará, com o apoio da Câmara Municipal de Mangualde e do Clube 2 CV de Mangualde.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Estas profissões vão desaparecer já a partir deste ano. Saiba se a sua é uma delas
Marketeer