Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Primeiras impressões ao volante do novo Skoda Scala

O novo Skoda Scala dá início a uma nova era na marca e as primeiras unidades já se encontram em Portugal. Já conduzimos as duas motorizações disponíveis.

Se conseguirmos colocar o mundo dos SUV um pouco de parte, podemos afirmar que a Skoda já não nos brindava com uma novidade de relevo há uns bons tempos. No entanto, com o seu novo Scala, a marca mostra como será um pouco do seu futuro, ao iniciar uma nova etapa n desenvolvimento da linguagem de design da Skoda.

O novo Skoda Scala é uma novidade absoluta para a marca, uma vez que vem marcar presença num segmento em que a marca nunca tinha estado representada, o dos pequenos familiares. Com rivais como o Volkswagen Golf ou o Audi A3, apenas como referências de tamanho no mesmo grupo, o novo Scala apresenta uma nova imagem, com as ideias de desenho mais recentes da marca, mas também um habitáculo espaçoso e uma bagageira ampla.

No nosso primeiro contacto com este modelo viajamos até à zona do Alqueva, com zonas de autoestrada e estradas interiores, mas também pelo meio de vilas e até algumas estradas em terra. E de uma forma geral, o Scala cumpre todos os requisitos exigidos para o segmento, ao apresentar um ambiente a bordo tranquilo e de visual mais moderno, um patamar de conforto elevado e uma qualidade mais evoluída face a modelos da marca que já conhecemos.

No habitáculo deste modelo cabem perfeitamente cinco pessoas, sendo o espaço nos lugares traseiros uma ajuda perfeita para quem tem uma medida de altura mais elevada. Além disso, lá mais atrás, a bagageira não só oferece uma capacidade de 467 litros, como inclui as mais variadas soluções de arrumação da família “simply clever” destinada a facilitar a vida dos utilizadores deste modelo através de soluções simples e práticas como pequenas redes ou divisórias, entre tantas outras que vamos descobrindo à medida que vamos usando este Skoda Scala.

A bordo, a versão mais equipada já conta com o painel de instrumentos totalmente digital “Virtual Cockpit”, mas também com o sistema de Infotainment mais elaborado, com um monitor de tátil de 9,2 polegadas, sistema de navegação 3D com atualizações online e controlos gestuais. Esta versão Style conta ainda com um sistema de iluminação totalmente em LED e com a possibilidade de incluir, em opção, o teto panorâmico em vidro. Em termos de opções, a gama Scala conta ainda com diversas opções de jantes, de diâmetros entre as 16 e as 18 polegadas, bem como 12 cores para a carroçaria (quatro normais e oito metalizadas), sendo que o Race Blue da unidade que vê nas imagens é a aposta da Skoda para o lançamento deste modelo.

Para o mercado nacional estarão disponíveis duas motorizações: uma a gasolina com apenas um litro de cilindrada (mas com dois patamares de potência: 95 e 116 cavalos) e outra diesel com a presença do conhecido motor 1.6 TDI na sua vertente de 116 cavalos. A versão base conta com uma caixa de velocidades manual de cinco velocidades e as mais potentes com uma de seis relações, mas podem receber uma automática DSG de sete velocidades em opção.

Os preços começam nos 21.960 euros da versão Ambition equipada com o motor 1.0 TSI de 95 cavalos e nos 26.497 euros da versão com o mesmo nível de equipamento, mas com o motor diesel 1.6 TDI de 116 cavalos. O resto da gama fica composta da seguinte forma:

GASOLINA:
Scala Ambition 1.0 TSI 95cv – 21.960 €
Scala Ambition 1.0 TSI 116cv – 22.815 €
Scala Ambition 1.0 TSI 116cv DSG – 24.735 €
Scala Style 1.0 TSI 95cv – 25.784 €
Scala Style 1.0 TSI 116cv – 26.369 €
Scala Style 1.0 TSI 116cv DSG – 28.288 €

DIESEL:
Scala Ambition 1.6 TDI 116cv – 26.497 €
Scala Ambition 1.6 TDI 116cv DSG – 27.703 €
Scala Business Line 1.6 TDI 116cv – 27.642 €
Scala Business Line 1.6 TDI 116cv DSG – 28.847 €
Scala Style 1.6 TDI 116cv – 30.129 €
Scala Style 1.6 TDI 116cv DSG – 31.423 €

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
7 formas para se voltar a apaixonar pelo seu trabalho
Marketeer
Domino’s Pizza vai deixar quatro mercados europeus