Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Ensaio: Honda CR-V Hybrid 2WD – No momento certo

A quinta geração do Honda CR-V só chegou ao mercado na altura em que a marca achou ser a mais correta e com a presença de duas das coisas que a Honda sempre soube fazer bem: motores a gasolina e sistemas híbridos.

Com apenas um modelo a representar a marca no cada vez mais competitivo mundo dos SUV (o HR-V), era mais do que urgente lançar a quinta geração do CR-V no nosso mercado. Mantem o mesmo formato e características dos seus antecessores, mas acrescenta uma solução híbrida mais avançada do que tudo aquilo que a marca tem feito no mundo dos híbridos.

O novo Honda CR-V i-MMD, ou Hybrid, conta com um visual mais robusto e moderno, com traços mais puxados para as tendências do continente norte-americano, mas com uma clara evolução em termos de design para a Honda. A secção dianteira conta com uma grelha tripartida e com uma faixa cromada que ajuda a conter as dimensões da mesma ao mesmo tempo que liga os faróis dianteiros. Graças à presença do sistema de iluminação em LED, as óticas também têm um desenho mais agressivo e esguio. Na parte de trás do Honda CR-V, as óticas estão colocadas numa zona mais elevada e prolongam-se pelo pilar traseiro, enquanto o espaço reservado para a matrícula está cá mais abaixo, junto ao para-choques. Na nossa opinião, este é o CR-V mais elegante de todas as gerações e também o que inclui o maior salto qualitativo.

O ambiente a bordo é tipicamente nipónico, com diversos componentes num tom mais escuro que o desejado e com o lado prático sempre acima da componente estética. Ainda assim, não se está nada mal a bordo do novo CR-V. A consola central entre os assentos inclui diversos espaços de arrumação e há espaço para quatro ou mesmo cinco adultos sem grandes dificuldades. A posição de condução é correta, ainda que mais elevada devido ao tipo de modelo em questão e o conforto também ganha uma boa nota, com a ajuda dos assentos forrados em pele presentes nesta versão.

Elementos como o painel de instrumentos digital, os comandos no volante para as mais variadas funções, o monitor tátil existente no centro do tablier e até os comandos da caixa de velocidades foram herdados do Civic, o que apenas beneficia o ambiente a bordo vivido no CR-V. E lá atrás, há uma bagageira com quase 500 litros de capacidade, mais do que suficiente para as bagagens que acompanham as cinco pessoas possíveis a bordo. Outros dos pormenores que gostámos de descobrir tem a ver com o facto das portas laterais traseiras abrirem até um ângulo de quase 90 graus, perfeito para quem tem de colocar crianças nas cadeiras instaladas nos assentos traseiros.

Além de tudo isto, no entanto, o que temos mais curiosidade de conhecer na nova geração do Honda CR-V é o novo sistema híbrido presente nesta versão. Pelo exterior, apenas o logo Hybrid colado na lateral o identifica, mas há muito mais para descobrir sob os painéis da carroçaria. Tal como aprendemos na apresentação nacional deste modelo, o novo sistema i-MMD (Intelligent Multi Mode Drive) utiliza uma motorização a gasolina com dois litros de capacidade, que está associada a dois motores elétricos, um gerador e um propulsor.

No primeiro modo, a locomoção é assegurada pelos motores elétricos, ajudados pelo de combustão sempre que necessário, enquanto no segundo, a locomoção continua a ser elétrica, mas o motor de combustão está ativo apenas com o objetivo de servir de gerador para o sistema elétrico. No terceiro modo, o motor a gasolina é utilizado para fazer locomover o Honda CR-V de uma forma mais convencional, conseguindo carregar a bateria em simultâneo quando é dispensada uma percentagem das suas capacidades.

E para que tudo isto funcione da melhor forma possível está presente uma nova transmissão de relação fixa que liga diretamente todos os componentes móveis. Na prática, sentimos praticamente o mesmo que numa caixa de variação contínua, mas com uma dose de refinamento acrescida e com uma entrega de binário mais linear. E com a vantagem de conseguirmos médias de consumo bastante comedidas se conseguirmos domesticar o pé direito e convencê-lo a usar os 184 cavalos de potência combinada do sistema híbrido de uma forma mais tranquila e pacata, tal como a maioria dos híbridos exigem.

O Honda CR-V com o sistema híbrido tem um preço base a rondar os 40 mil euros, mas esta versão Lifestyle já conta com um equipamento bem mais recheado e sobe o valor base para os 45.500 euros. Acima desta, está a versão Executive, que inclui ainda mais equipamento de série, mas também um sistema de tração integral convencional, com a transmissão a passar (mecanicamente) para as quatro rodas. Comum a todas as versões é a nova garantia da marca de sete anos sem qualquer limite de quilómetros.

VEREDICTO

A quinta geração do Honda CR-V mantem o mesmo formato que caracterizou os seus antecessores, mas com uma imagem mais moderna e com muito mais tecnologia. O sistema híbrido representa uma nova interpretação do tema, com a certeza de que é possível obter médias de consumo bastante comedidas, num modelo com capacidade para transportar a família com uma elevada dose de conforto.

Texto e imagens: André Mendes

 

FICHA TÉCNICA

Honda CR-V Lifestyle i-MMD 2WD

MOTOR:4 cilindros em linha, i-VTEC híbrido; Cilindrada (cm3): 1.993; Potência máxima combinada (cv/rpm): 184/6.200; Binário máximo (Nm/rpm): 315/4.000;
TRANSMISSÃO:Tração dianteira; Transmissão de relação fixa; Suspensão (fr./tr.): Independente, tipo McPherson; Multibraços;
DIMENSÕES:Comprimento/Largura/Altura (mm): 4.600/1.855/1.679; Distância entre eixos (mm): 2.600; Largura de vias (fr./tr.) (mm): 1.601/1.630; Travões (fr./tr.) Discos ventilados/Discos sólidos; Peso (kg): 1.614; Capacidade da bagageira (l): 497; Depósito de combustível (l): 57; Pneus (fr./tr.): 235/60 R18;
PRESTAÇÕES:Aceleração de 0-100 km/h (s) 8,8; velocidade máxima (km/h) 180;
CONSUMOS:Urbano/Extraurbano/Combinado (l/100 km): 5/5,4/5,3; Emissões de CO2 (g/km) 120;

PREÇO (versão base):45.500 euros
PREÇO (unidade ensaiada):46.050 euros

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
APG e ABRH assinam acordo de cooperação
Marketeer
Ericeira Surf & Skate embarca em interrail