Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Fábrica espanhola da SEAT abastecida por drones

Esta inovação faz parte do compromisso da SEAT com a Indústria 4.0.

A fábrica da SEAT em Martorell é a primeira fábrica espanhola a receber componentes através de drones.

O primeiro envio de peças em Espanha, entre os dois centros de produção, foi realizado oficialmente com a circulação de um drone que, a partir de agora, abastecerá as linhas de montagem da SEAT com volantes e airbags. O projeto piloto está a ser realizado sob a supervisão da Agência Estatal para a Segurança da Aviação (AESA) e continuará numa base experimental com várias circulações por dia.

A inclusão de drones irá melhorar a flexibilidade das linhas de produção, através da ligação de pouco mais de dois quilómetros que separam as duas instalações para o abastecimento rápido de peças just in time em apenas 15 minutos, um processo que agora é feito por camião e demora uma hora e meia. Desta forma, sempre que for necessária uma peça na linha de produção, a entrega será facilitada rapidamente, melhorando assim a eficiência.

Esta inovação faz parte do compromisso da SEAT com a Indústria 4.0. A empresa está imersa num ambicioso processo de transformação com o objetivo de converter a fábrica de Martorell numa fábrica mais inteligente, digitalizada e conectada para aumentar a eficiência, flexibilidade e sustentabilidade. O abastecimento com drones significa uma redução nas emissões de CO2 em relação ao camião e, além disso, as baterias do drone são recarregadas com energias renováveis.

O vice-presidente de produção e logística da SEAT, Dr. Christian Vollmer, a principal impulsionador desta ideia na SEAT, destacou que “o voo foi o primeiro passo para transformar a cadeia de abastecimento na indústria automotiva. O fornecimento de drones revolucionará a logística, pois, por exemplo, no caso da SEAT, reduzirá o tempo de entrega em 80%. Com esta inovação, impulsionaremos a Indústria 4.0 e seremos mais eficientes, ágeis e competitivos, e também muito mais sustentáveis”.

Por sua vez, Ángel Pueyo, CEO do Grupo Sesé, destacou que “este projeto que a SEAT nos apresentou há alguns meses é um sinal claro da nossa vocação por estar na vanguarda da inovação e desenvolvimento de processos que possam otimizar e melhorar a cadeia de abastecimento dos nossos clientes e que nos posicionem no mercado como um operador logístico global e integral”.

SEAT 4.0

A SEAT está no processo de transformação para se tornar uma smart factory e está a adaptar toda a sua atividade de produção ao ambiente digital com as tecnologias mais disruptivas do mercado. O fabricante de automóveis está a desenvolver e a aplicar ferramentas e soluções digitais destinadas à produção de automóveis que permitem à empresa ser mais eficiente, flexível e ágil, e que têm o cliente no centro da estratégia.

Como exemplo desta transformação, a SEAT planeia a sua cadeia de abastecimento com ferramentas de simulação e utiliza sistemas inteligentes de picking e de navegação autónoma. Introduziu também ferramentas de Big Data e de inteligência artificial para monitorizar e controlar em tempo real as principais instalações e infraestruturas da cadeia de abastecimento. A inovação da SEAT nos seus processos logísticos foi recentemente reconhecida pelo Salão Internacional de Logística (SIL), realizado em Barcelona no final de junho, com o prémio na categoria de digitalização da cadeia de abastecimento, que o Rei Filipe VI entregou ao Vice-Presidente de Produção e Logística da SEAT, Dr. Christian Vollmer.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
7 formas para se voltar a apaixonar pelo seu trabalho
Marketeer
Domino’s Pizza vai deixar quatro mercados europeus