Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Ensaio: Opel Grandland X 1.2 Turbo Innovation – Responder ao desafio

O mundo dos SUV continua a desafiar os construtores, sendo cada vez mais difícil inovar, mas o Grandland X faz com a que Opel regresse determinada a este jogo.

Por: André Mendes
(texto e imagens)

O mercado automóvel continua em mutação em termos energéticos, com um destino que poucos ainda conseguem afirmar qual será o mais correto e ideal. No entanto, em termos de formato, os números parecem estar cada vez mais virados para o formato dos SUV, sendo rara a marca que não queira conquistar uma fatia desta tendência que veio mesmo para ficar.

O começo da aventura da Opel nesta categoria começou com o pé esquerdo, com o Mokka a chegar numa altura em que as classes de portagens foram a pedra no sapato da sua presença no mercado, o novo Grandland X parece estar mais beneficiado cronologicamente. O novo modelo da marca alemã chegou ao mercado no final do ano passado, precisamente na altura em que as “regras” mudaram, e agora, se estiver equipado com um sistema de pagamento automático de portagens, o maior dos SUV da Opel é um dos que pode passar a pagar apenas classe 1 nas portagens. E ainda bem para os consumidores.

O Opel Grandland X conta com uma estética moderna e muito aproximada dos modelos mais recentes da marca, como o Insignia ou mesmo a nova geração do Corsa, que está prestes a chegar ao mercado. Os sistemas de iluminação em LED e a escolha de tons da carroçaria da unidade ensaiada tornam-no num modelo visualmente apelativo, com cavas de rodas bem pronunciadas e com uma altura mais elevada, mas também com dimensões que não colocam de parte a sua facilidade de condução em ambientes mais urbanos.

Uma vez no habitáculo, mantêm-se as linhas fluidas e sem grande arrojo, dando mais destaque à versatilidade e ao espaço disponível. A posição de condução é correta e tanto a coluna da direção como o assento contam com regulações amplas e que permitem adaptá-la à maioria das estaturas. O painel de instrumentos mantém os tradicionais ponteiros para as informações de leitura mais rápida, mas conta com o visor central destinado às informações do computador de bordo e o monitor central, que já inclui o sistema de navegação no equipamento de série, está posicionado de forma a que todos os consigam ver a bordo do Grandland X. Ainda assim, o elemento de maior destaque no habitáculo o teto panorâmico em vidro, que faz parte da lista de opcionais para este modelo, mas que oferece uma iluminação ímpar ao habitáculo deste modelo.

Na parte da dinâmica, o Grandland continua a destacar-se pelo conforto, mais do que pela capacidade de passar de uma curva para a outra com a maior precisão possível, ainda que o pisar mais firme da suspensão consiga uma boa combinação entre eficácia e conforto e continue de acordo com o que estamos habituados na marca. O novo motor 1.2 Turbo é mais do que suficiente para as deslocações quotidianas, mas está longe de aspirar a uma dinâmica mais desportiva. Ainda assim, à medida que o vamos conhecendo, percebemos que os seus três cilindros não nos vão desiludir.

As médias de consumo anunciadas, ainda segundo a norma NEDC, dizem-nos que a condução em cidade vai necessitar de cerca de seis litros de combustível para cada 100 quilómetros, mas no caso da unidade ensaiada, um momento de condução com mais pára-arranca que o desejado e com o ar condicionado a otimizar a temperatura no habitáculo, traduziu-se numa média entre os oito e os nove litros.

Nos momentos de condução posteriores ao pôr do sol, a tradição da Opel nos sistemas de iluminação mantem-se da melhor forma no Grandland X, através de uma opção totalmente em LED. Trata-se de uma opção para esta gama com um preço um pouco acima dos mil euros, mas que faz uma diferença considerável quando entramos por vias mais escuras.

O preço base do Opel Grandland X equipado com a motorização de 1,2 litros a gasolina e caixa de velocidades manual fica imediatamente abaixo da fasquia dos 30 mil euros, mas se optarmos pelo nível de equipamento Innovation, o segundo da gama, pela pintura metalizada especial Branco Abalone (700 euros) e pelo tom bicolor da carroçaria com o tejadilho em negro, com o objetivo de o deixar igual à unidade ensaiada, este valor passa para os 32.640 euros, já com a presença das jantes de liga leve com 18 polegadas de diâmetro.

O teto panorâmico em vidro soma mais 700 euros ao valor final e o Pack Safety, que complementa todos os sistemas de segurança que o Crossland X já inclui no seu equipamento de série, ainda adiciona 500 euros a esta conta, mas no final, o SUV de maiores dimensões da Opel acaba por se tornar numa boa resposta às solicitações do mercado, que continuam a existir uma oferta cada vez mais ampla nesta categoria de modelos.

VEREDICTO

A família X de SUV da Opel fica muito bem representada com o seu Granland, sendo que se trata de um modelo com um habitáculo amplo e robusto, pronto para a rotina familiar. O motor 1.2 a gasolina é uma boa opção para quem não se costuma afastar muito do ponto de origem ou faz apenas uma ou duas viagens mais longas por ano. Caso contrário, a versão equipada com o motor diesel ainda é capaz de ser uma opção a considerar.

FICHA TÉCNICA

Opel Grandland X 1.2 Turbo Innovation

MOTOR:3 cilindros em linha; injeção direta; Cilindrada (cm3): 1.199; Potência máxima (cv/rpm): 130/5.550; Binário máximo (Nm/rpm): 230/1.750; TRANSMISSÃO:Tração dianteira; Caixa manual de seis velocidades; Suspensão (fr./tr.): Independente, tipo McPherson; Eixo semirrígido;DIMENSÕES:Comprimento/Largura/Altura (mm): 4.477/1.856/1.609; Distância entre eixos (mm): 2.675; Largura de vias (fr./tr.) (mm): 1.595/1.610; Travões (fr./tr.) Discos vent./Discos; Peso (kg): 1.370; Capacidade da bagageira (l): 514; Depósito de combustível (l): 53; Pneus (fr./tr.): 255/55 R18; PRESTAÇÕES:Aceleração de 0-100 km/h (s) 10,1; velocidade máxima (km/h) 188; CONSUMOS:Urbano/Extraurbano/Combinado (l/100 km): 6,1/4,8/5,2; Emissões de CO2 (g/km) 120;

PREÇO (versão base):31.548 euros
PREÇO (unidade ensaiada):35.298 euros

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
.PT promove talento feminino no sector da tecnologia
Marketeer
Primeiro Brand Storytelling da Auchan é português