Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

O CX-30 é o novo SUV da Mazda e já o conduzimos

Depois de iniciar o seu processo de renovação com o Mazda 3, a marca nipónica mostra-nos agora o seu SUV CX-30, perfeitamente adequado às tendências do mercado. Fomos até Barcelona para o conhecer em primeira mão.

O Mazda 3 é um dos modelos mais importantes para a marca e essa foi uma das razões por que foi escolhido para dar início a um enorme processo de renovação da Mazda. No entanto, isto já aconteceu há uns meses e está na altura de conhecermos o segundo modelo deste processo: um SUV de dimensões perfeitamente adequadas ao mercado, nem muito grande, nem muito pequeno e com um desenho que não deixar nenhum dos fãs da marca indiferente, uma vez que se trata da expressão mais atualizada da filosofia de design Kodo.

Com cerca de 4,4 metros de comprimento e com a altura acima do metro e meio, o Mazda CX-30 vê a sua imagem de robustez aumentada através das proteções plásticas das cavas das rodas sobredimensionadas e das aplicações da mesma cor na zona das saias laterais. Esta solução disfarça a maior altura do conjunto, melhorando o seu impacto visual e deixando este SUV com um desenho ainda mais apelativo, apesar das dimensões generosas. E ao vivo, podemos dizer que resultam ainda melhor do que nas imagens.

No habitáculo, a imagem também foi bastante melhorada, tal como aconteceu com o novo Mazda 3. A imagem mais fluida e limpa de arestas e componentes desnecessários faz com que o interior do CX-30 seja ainda mais convidativo, nunca esquecendo a filosofia da marca de destacar sempre o lugar do condutor. É em torno deste que todo o desenho fica simétrico e onde podemos encontrar todos os componentes destinados à condução instalados no local mais correto possível.

Além disso, neste novo modelo podemos ainda encontrar elementos como o sistema de som totalmente desenvolvido pela Bose e o novo monitor presente no topo do tablier, com um novo grafismo e com um processador muito mais moderno e sofisticado, que consegue alimentar o sistema de navegação sem qualquer atraso e com as informações mais detalhadas.

Em termos de motorizações, o Mazda CX-30 é também um dos modelos mais avançados do mercado, mesmo sem ter de apostar em versões totalmente elétricas ou híbridas com ligação à rede. A motorização a gasolina de dois litros, por exemplo, inclui um sistema de desativação de cilindros, por exemplo, e um sistema híbrido mais compacto, que deixa o motor de combustão ter um funcionamento mais tranquilo.

Tudo isto, em conjunto, contribui para médias de consumo mais comedidas e emissões poluentes mais cuidadas. Mas há mais. Com a motorização Skyactiv-X, qvue chegará ao mercado em breve, a Mazda conta ainda com um inovador processo de injeção de combustível, bem mais sofisticado e que otimiza a queima de combustível de uma forma muito mais uniforme e eficiente, otimizando ainda mais o seu desempenho.

A terceira motorização da gama é a opção diesel, que continua a fazer parte da oferta da Mazda e também inclui um processo de funcionamento otimizado com o objetivo de oferecer médias de consumo que não ficam muito acima dos cinco litros e emissões poluentes mais comedidas. Com os seus 116 cavalos de potência e um binário de 270Nm, mas também com os seus níveis de ruído e vibrações reduzidos ao máximo ainda é a melhor opção da gama para quem tem de percorrer diversos quilómetros por dia.

Tal como já referimos anteriormente, o novo Mazda CX-30 já pode ser encomendado nos concessionários da marca com qualquer uma destas três motorizações e com a possibilidade de incluírem um sistema de tração integral e uma caixa de velocidades automática em opção. Resta conhecer as nove cores disponíveis para a carroçaria e os tons com que as pode combinar no interior.

Em termos de preços, a versão Skyativ-G com o seu motor a gasolina de dois litros e 122 cavalos, começa nos 28.671 euros com o nível de equipamento Evolve e nos 39.106 no caso do Excellence. A grande diferença tem a ver com o facto de a segunda versão já incluir todos os pacotes de equipamento que apenas estão disponíveis como opção para o primeiro. A versão diesel Skyactiv-D começa nos 31.776 euros e a mais evoluída Skyactiv-X com o seu motor revolucionário de 180 cavalos nos 34.626 euros, mas esta última, apenas chegará ao mercado em outubro.

Para um futuro próximo, a Mazda já anunciou que também vai incluir na sua gama um modelo híbrido plug-in e um outro, totalmente elétrico, mas para conhecer estes ainda vamos ter de esperar mais uns tempos.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
.PT promove talento feminino no sector da tecnologia
Marketeer
Primeiro Brand Storytelling da Auchan é português