Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

O mundo dos elétricos não é feito apenas de automóveis novos

No grupo Volkswagen há uma empresa que está a estudar uma forma de eletrificar os automóveis clássicos e o seu primeiro protótipo é o Beetle original.

Os últimos tempos têm sido muito focados nas novas tecnologias e nos automóveis novos que vão chegando ao mercado com novas motorizações e soluções destinadas à mobilidade elétrica. No entanto, a Volkswagen Group Components teve uma ideia diferente. Porque não equipar os automóveis clássicos com uma unidade motriz moderna e mais eficiente?

Aproveitando o sistema elétrico da nova geração do e-Up!, a Volkswagen converteu um Beetle descapotável original num modelo movido exclusivamente a eletricidade, com alguns benefícios face à sua versão original, tais como melhores prestações e uma maior capacidade de transporte de bagagens.

O motor com 82 cavalos de potência continua instalado em cima do eixo traseiro e o conjunto das baterias foi colocado debaixo do habitáculo, mas de uma forma que não retira muito espaço ao interior do Beetle e que até deixa disponível um porta-bagagens traseiro, coisa que não acontecia com o modelo original, pois era neste compartimento que estava instalado o motor de combustão.

Segundo os números declarados pela marca, o e-Kafer, como foi batizado, acelera até aos 50 km/h em menos de quatro segundos e consegue alcançar os 150 km/h de velocidade máxima. A autonomia de 200 quilómetros é perfeita para o dia-a-dia ou para um pequeno passeio de fim-de-semana e se houver necessidade de carregamento longe de casa, também está disponível um modo de carregamento que consegue adicionar cerca de 150 quilómetros à autonomia em cerca de uma hora.

A melhoria das prestações e o aumento de peso face ao modelo original obrigou a um reforço do sistema de travagem, mas também do chassis do Beetle original e o ponto de carregamento ficou escondido por baixo da ótica traseira do lado esquerdo.

Esta poderá muito bem ser a solução perfeita para que muitos automóveis antigos possam voltar a sair da garagem e rolar pelas nossas estradas, sem emissões poluentes e, por vezes, sem a dificuldade de ter de encontrar componentes antigos que podem já nem existir.

A Volkswagen Group Components é a empresa responsável pelo fornecimento dos componentes necessários para esta modificação, mas a conversão em si é efetuada por uma empresa parceira do Grupo VW, a eClassics em Renningen, perto de Estugarda. O primeiro projeto foi este Beetle com o sistema elétrico do e-Up!, mas já está a ser estudada uma forma de utilizar o sistema elétrico do novo ID.3 e de criar versões elétricas do Volkswagen Bus ou mesmo do Porsche 356.

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Marketeer
Domino’s Pizza vai deixar quatro mercados europeus