Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Toyota aposta num novo Yaris híbrido

A Toyota revelou a nova geração do Yaris, o modelo mais bem sucedido na Europa, com um renovado sistema híbrido.

Com lançamento previsto para meados de 2020, o citadino japonês tem como base a nova plataforma GA-B da Toyota que tem como principais virtudes a conceção de um estilo mais robusto e dinâmico no exterior e a otimização do espaço interior sem aumentar as dimensões da carroçaria.

Desenhado na Europa e produzido em Valenciennes, em França, o novo Yaris é 40 mm mais baixo, 50 mm mais largo e conta com mais 50 mm de espaço na bagageira. No entanto, o novo modelo é 5 mm mais curto face ao seu antecessor, ficando abaixo dos 4 metros de comprimento.

A rigidez da plataforma, derivada da que é utilizada no CH-R e no Corolla, permite ainda rigidez 40% superior, em virtude da utilização de aços de elevada resistência – o novo modelo será até 20 quilos mais leve. Além de um centro de gravidade mais baixo, de uma barra de torção traseira mais rígida com molas com afinação mais suave, a nova plataforma permitiu ainda melhorar a qualidade do rolamento e o comportamento.

No interior, mais minimalista, novos materiais de maior qualidade e acabamento de feltro inovador para os painéis das portas. O design do cockpit foi desenvolvido em torno do conceito ‘mãos no volante, olhos na estrada’.

As informações são apresentadas de forma direta ao condutor a partir de três fontes interligadas: o ecrã central Toyota Touch, um ecrã TFT multi-informações no painel de instrumentos e um “head-up display” de 10 polegadas, o maior do segmento, que projeta as principais informações, como avisos de navegação e limites de velocidade no para-brisas.

O maior destaque do novo Yaris é, no entanto, o seu sistema híbrido com a Toyota a estrear o novo motor 1.5 “Hybrid Dynamic Force”, que é, no fundo, uma derivação dos sistemas 2.0 e 2.5 estreados no Corolla, RAV4 e Camry, mas afinado especificamente para este modelo. A começar pelo facto de ‘perder’ um cilindro, tendo este motor apenas três, mas uma elevada eficiência térmica (40%) e ciclo Atkinson.

O sistema híbrido é assim composto pelo motor 1.5 de três cilindros a gasolina de ciclo Atkinson com 80 CV (com uma eficiência térmica de 40% e com uma compressão de 14:1) e um motor elétrico alimentado por baterias arrefecidas a ar. Este novo conjunto é 15% mais potente e é responsável por emitir menos 20% de CO2, além de permitir acelerar em modo elétrico até perto dos 130 km/h. As baterias de hidretos metálicos de níquel é 27% mais leve do que antes, permitindo mais potência.

A Toyota também irá propor o novo Yaris com duas motorizações convencionais a gasolina, de 1.0 litro e de 1.5 litros, em ambos os casos de três cilindros, dependendo dos mercados. À partida, também estarão ambos disponíveis no mercado nacional, ainda que o de maior cilindrada apenas por encomenda.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Sharing my Change: Soft skills, Strong changes
Marketeer
Algarve quer entrar em 2020 na companhia de turistas andaluzes