Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Salão de Tóquio: Aí está o primeiro SUV elétrico da Mazda, o MX-30

Primeiro modelo eléctrico de produção em volume da Mazda, o Mazda MX-30 faz a sua Estreia Mundial no Salão de Tóquio e chegará aos concessionários europeus na segunda metade de 2020.

Adoptando umas portas exclusivas do tipo freestyle, materiais ecológicos e uma bateria de dimensão ideal, o novo MX-30 garante uma autonomia na ordem dos 200 quilómetros, ao mesmo tempo que permite superar a média de 48 km das deslocações diárias dos clientes europeus.

“Em complemento às tecnologias de eletrificação que estamos a introduzir em toda a nossa gama, sendo nós um fabricante de pequena dimensão, concentrámos todos os nossos esforços na criação de um modelo elétrico que, antecipamos, será um automóvel cuja autonomia irá ao encontro das necessidades dos clientes”, afirmou Yasuhiro Aoyama Presidente e CEO da Mazda Motor Europe.

Foco no condutor

Como acontece em todos os modelos Mazda, o Mazda MX-30 proporciona uma sensação de condução muito atural e de resposta imediata nas situações de condução do quotidiano, acelerando, virando e travando exactamente como se pretende.

No Mazda MX-30 isso foi alcançado através das inovadoras abordagens de engenharia inerentes ao pacote e-Skyactiv, que também abrange a bateria, elemento perfeitamente integrado na estrutura do veículo, realçando a rigidez total do chassis e fornecendo a correcta resposta aos inputs do condutor.

Além disso, dada a importância do som na percepção do condutor do binário e da velocidade, os engenheiros da Mazda também desenvolveram, para o habitáculo do Mazda MX-30, um sistema de som eletrónico, sincronizado com o binário do motor em termos de frequência e pressão sonoras.

Isto leva a menores variações na velocidade do veículo, resultando numa condução muito estável, ainda mais suportada pelo original sistema G-Vectoring Control (GVC) da Mazda, entretanto expandido com as vantagens do motor eléctrico (G-Vectoring Control Plus elétrico).

Design Kodo

O Mazda MX-30 continua centrado no conceito “less is more” do design Mazda, presente quer no exterior como no interior dos seus modelos.

O habitáculo traduz uma sensação de unidade, fluindo a partir do topo do pilar A até à extremidade traseira. A cor do tejadilho emoldurado torna essa sensação ainda mais clara. As portas do tipo freestyle dão ao Mazda MX-30 uma silhueta distintiva e elegante, garantindo aos clientes um acesso facilitado aos seus bancos dianteiros e traseiros.

No interior destacam-se os materiais ecológicos, substituindo-se parte significativa de elementos em couro real por uma alternativa vegan. Recorre-se, ainda, à cortiça de origem ambiental na consola central flutuante, a qual permite um espaço de armazenamento criativo.

E o nome?

A Mazda tem usado o prefixo “MX” em vários produtos que foram projectados e desenvolvidos em desafio às suposições da indústria automóvel das diferentes épocas. Por exemplo, com o Mazda MX-5 desenvolveu-se um desportivo de dois lugares, numa altura em que o conceito “roadster” havia sido abandonado por outros fabricantes.

Agora, com o Mazda MX-30 criámos uma experiência VE completamente nova, imbuída do ADN da Mazda no seu design interior e exterior únicos e na fantástica dinâmica de condução, garantindo que os nossos clientes poderão experimentar o inegável prazer de condução da Mazda.

O novo Mazda MX-30 fica de imediato disponível em regime de pré-encomenda logo após o Salão de Tóquio.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Quantas faltas justificadas pode dar no trabalho?
Marketeer
Guerra do streaming: consumidores dão oportunidade aos novos players